Curta-SE vai transmitir debate pela internet

0

 

 

Nesta sexta-feira, 25, ocorrerá a partir das 10h, no Espaço Cultural Semear Petrobras, a mesa redonda sobre TV Pública, Diversidade Cultural e a Lei Geral das Comunicações. O debate faz parte da programação da oitava edição do Festival Iberoamericano de Curtas-Metragens de Sergipe e será transmitido pela Aperipê TV via internet no site do festival. Qualquer internauta poderá participar enviando perguntas que serão respondidas pelos convidados.

 

O presidente da Coalizão Brasileira pela Diversidade Cultural, Geraldo Moraes será o coordenador do debate. Para Geraldo, nesse processo as discussões e a criação de regulamentos são essenciais. “Falar sobre a diversidade cultural talvez seja o fato mais importante da atualidade para o audiovisual. Estamos entrando numa nova era que se define pela diversidade ganhando um espaço cada vez maior. É a sociedade abraçando a pluralidade cultural que está sendo muito debatida e ganhando visibilidade em todo o mundo”, disse.

 

A TV Pública surge para abrir espaço na televisão para a produção independente, que é extremamente diversificada. Mas, para a diretora executiva do Curta-SE, Rosangela Rocha, a melhoria real só será alcançada com muito esforço. “Uma pequena parte da TV Pública foi destinada para a produção independente, mas setores do audiovisual reivindicam 40% da programação, isso para suprir a renovação e transformação cultural que está em vigor na sociedade”, declarou.

 

O debate contará com a presença do diretor geral da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Orlando Senna; Jonicael Cedraz, do Fórum Nacional pela Democratização da Informação; e a presidente nacional da Associação Brasileira de Documentaristas, Solange Lima.

 

Também participarão, o presidente da Associação Brasiliera das TVs Comunitárias, Edvaldo Farias, a vice-presidente da Associação Brasileira das Emissoras Púbicas, Educativas e Culturais (Abepec), Póla Ribeiro; e a presidente da Fundação Aperipê-SE Indira Amaral.

Comentários