Embrapa promove Dias de Campo sobre citros no interior

0
Experimentos com citros no Campo Experimental Embrapa (Foto:Carlos Martins)

Transferir tecnologias sobre o manejo e conservação do solo no plantio de citros, controle de plantas daninhas com menos aplicação de herbicidas, redução de custos, produção com qualidade e sustentabilidade da citricultura. Esses são os temas tratados em dois Dias de Campo, dias 22 e 23 de outubro próximos, nos municípios de Umbaúba e Lagarto, no estado de Sergipe.

Destinado à agricultores, técnicos e extensionistas rurais, no dia 22 de outubro, o evento acontece na estação experimental da Embrapa Tabuleiros Costeiros  no município de Umbaúba, Sergipe, e tem como objetivo transferir tecnologias de manejo e conservação do solo, utilização de coberturas vegetais para controle de plantas daninhas e a apresentação de novos porta-enxertos e plantios adensados de citros.

No dia seguinte, 23 de outubro, será a vez do município de Lagarto que receberá agricultores, técnicos e extensionistas, na propriedade do Agrônomo João Libório, onde haverá Dia de Campo com objetivo também de transferir tecnologias sobre o manejo e conservação do solo, utilização de coberturas vegetais para controle de plantas daninhas permitindo a redução de aplicação de herbicidas e redução dos custos dos produtores e produção de frutos com qualidade além de  contribuir para a sustentabilidade da citricultura de Sergipe.

O estado de Sergipe é o quinto maior produtor de laranja do Brasil e apresenta a terceira maior área plantada, ficando atrás apenas de São Paulo e Bahia, ocupando uma área, segundo o IBGE, de 56 mil hectares e produção de 820 mil toneladas.

"O solo da citricultura sergipana é adensado e coeso que torna imperioso a adoção de práticas de conservação de solo, evitando a sua degradação e o consequente declínio dos pomares", afirma o pesquisador Joézio Luiz dos Anjos,  da Embrapa Tabuleiros Costeiros.

Duas unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) estão envolvidas nesses Dias de campo: a Embrapa Mandioca e Fruticultura e a Embrapa Tabuleiros Costeiros. A Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) também é parceira no evento.  As três unidades vem atuando na região com um projeto de transferência de tecnologia visando o manejo de solo e de plantas daninhas com base em princípios conservacionistas, de base ecológica e redução do uso de herbicidas.

Programação

Dia 22 Umbaúba

Local: Campo Experimental da Embrapa, no município de Umbaúba, Sul Sergipano

8h30 – Recepção e inscrições
9h – Abertura do evento
Chefias Embrapa Tabuleiros Costeiros e
Embrapa Mandioca Fruticultura
9h10 – Visita às Unidades Demonstrativas:
Estação I – Manejo e conservação do solo
Francisco Alisson da Silva Xavier – Embrapa Mandioca e Fruticultura
Estação II – Manejo de coberturas vegetais em pomares de citros
José Eduardo Borges de Carvalho – Embrapa Mandioca e Fruticultura
Joézio Luiz dos Anjos – Embrapa Tabuleiros Costeiros
Estação III – Viabilidade econômica do uso de coberturas vegetais em citros
Cicero Cartaxo de Lucena – Embrapa Mandioca e Fruticultura
Augusto Cesar Moura da Silva – Embrapa Mandioca e Fruticultura
Estação IV – Novos porta-enxertos de citros
Hélio Wilson Lemos de Carvalho – Embrapa Tabuleiros Costeiros
Walter dos Santos Soares Filho – Embrapa Mandioca e Fruticultura
Abelmon da Silva Gesteira – Embrapa Mandioca e Fruticultura
Estação V – Plantios adensados de citros
Cláudio Luiz Leone Azevedo – Embrapa Mandioca e Fruticultura
Estação VI – Cultivares de girassol
Hélio Wilson Lemos de Carvalho – Embrapa Tabuleiros Costeiros
Arnaldo Santos Rodrigues – Embrapa Tabuleiros Costeiros
13h – Término das Visitas

Dia 23 (Lagarto)

Local: Propriedade do Agrônomo João Libório, Lagarto, Centro Sul Sergipano

8h30 – 9h – Recepção e inscrições
9h – 9h30 – Abertura do evento
Manoel Moacir Costa Macedo – Chefe-Geral da Embrapa Tabuleiros Costeiros
Walter Pinheiro de Brito – Emdagro – Coordenação Regional de Lagarto
9h40 – 12h30 – Visita às Unidades Demonstrativas
Estação I – Manejo e conservação do solo na citricultura
Francisco Alisson da Silva Xavier – Embrapa Mandioca e Fruticultura
Estação II – Manejo de coberturas vegetais em pomares de citros
José Eduardo Borges de Carvalho – Embrapa Mandioca e Fruticultura
Joézio Luiz dos Anjos – Embrapa Tabuleiros Costeiros
Estação III – Viabilidade econômica do uso de coberturas vegetais em citros
Cicero Cartaxo de Lucena – Embrapa Mandioca e Fruticultura
Augusto Cesar Moura da Silva – Embrapa Mandioca e Fruticultura
12h30 – Encerramento

Fonte: Ascom Embrapa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais