Produção de petróleo em Sergipe teve queda de 38,2% em abril

0

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), mostrou que a produção de petróleo no estado, em abril deste ano, foi de 391,5 mil barris equivalentes de petróleo (BEP), assinalando queda de 38,2% em relação à produção do mês anterior, março último.

No comparativo com o volume produzido em abril de 2019, os dados de abril deste ano também mostraram recuo, porém menor, de 13,3%. O volume produzido, no mês analisado, foi o menor da série histórica iniciada em 2000.

Extração de Petróleo em terra e mar

Do total produzido no quarto mês do ano, 87,3% ou 341,6 mil barris (BEP) foram extraídos em terra. Nesse tipo de produção, em termos relativos, observou-se redução de 4,4% na comparação com o mês anterior. Em relação ao volume produzido em abril de 2019, notou-se recuo de 4,9%.

A produção no mar chegou a 49,9 mil barris, abrangendo 12,7% da produção total. Em termos comparativos, verificou-se retração de 82% em relação ao último mês de março. Já na comparação com abril do ano passado, observou-se redução de 46%.

Produção de Gás em abril/2020

A produção de gás natural, em abril de 2020, somou pouco mais de 73,4 mil barris equivalentes de petróleo (BEP), menor nível da série histórica. Em termos relativos, houve queda significativa de 78,9% na comparação com o mês antecedente (março/2020). Em relação ao mês de abril de 2019, observou-se decréscimo de 79,3%.

A produção no mar totalizou 59,2 mil barris, no período analisado, compreendendo 80,6% do total de gás natural produzido no estado. Já a produção terrestre foi de 14,2 mil barris, representando 19,4% da produção.

Fonte: Fies

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais