Aprovados no concurso dos Bombeiros cobram convocação

0
Aprovados no último concurso do Corpo de Bombeiros cobram convocação (Foto: Portal Infonet)

Os aprovados no último concurso do Corpo de Bombeiros de Sergipe (CBMSE), realizado em junho de 2018, realizaram um ato na manhã desta sexta-feira, 23, na Praça Fausto Cardoso, no Centro de Aracaju, para cobrar do Governo do Estado a convocação dos 200 aprovados para o curso de formação.

Os aprovados já passaram pela prova escrita, testes de aptidão física (TAF), prova psicotécnica e avaliação social. No mês de janeiro eles fizeram a pré-inscrição no curso de formação e no mês de fevereiro, conforme solicita cronograma do edital, realizaram os exames para inspeção médica, um gasto de cerca de R$ 1.500 mil para quem não tem plano de saúde.

“Fizemos os exames, porque é uma etapa obrigatória, gastamos, e acreditávamos que o curso de formação aconteceria em março, mas já se passaram seis meses e nada, o Governo não diz nada. Já protocolamos ofício na Secretaria de Planejamento, tentamos agendar reunião com o secretário, mas nunca fomos atendido e o Governo não nos dar nenhum posicionamento. Lá no Corpo de Bombeiros a informação é que eles já fizeram toda a parte que cabe a eles, falta agora o Governador Belivaldo Chagas autorizar”, explica Gabriel Santana, representante dos aprovados.

Ainda de acordo com Gabriel Santana, a lei estadual preconiza que Sergipe tenha 1.194 bombeiros militares, mas atualmente o Estado tem 517 bombeiros militares na ativa, um deficit de 56%. “Isso impacta diretamente no serviço que o Corpo de Bombeiros presta a sociedade, fica deficiente, por isso que o Ministério Público ajuizou ação em 2017 pedindo a incorporação de 700 bombeiros, mas já se passou um ano da realização do concurso e o Governo não convoca os 200 aprovados”, aponta.

Os aprovados entendem que não falta dinheiro no Estado para a convocação, o que falta é prioridade por parte do Governo. “Nosso concurso foi homologado em dezembro de 2018, o dos policiais militares foi homologado em março desse ano e eles já foram convocados, então não é falta de dinheiro, é falta de prioridades, por isso hoje decidimos fazer esse ato, panfletar, conversar com a sociedade, porque nós estudamos, passamos e agora estamos na expectativa sem previsão nenhuma de quando seremos convocados. O concurso tem validade de dois anos, mas o Estado tem necessidade de bombeiros trabalhando, afinal o deficit chega a 56%, então não tem desculpa”, finaliza Gabriel.

A assessoria de comunicação do Corpo dos Bombeiros confirmou a informação passada pelos aprovados, de que todas as etapas já foram concluídas e que a curso de formação depende da autorização do Governo do Estado.

O Governo do Estado, por sua vez, informa que o curso de formação dos aprovados no concurso da Polícia Militar terá início no dia 2 de setembro, mas ainda não há previsão para a realização do curso de formação dos aprovados no concurso do Corpo de Bombeiros.

Por Karla Pinheiro

Comentários