Confecção de peças com recicláveis é opção durante isolamento

0
Móveis feitos com garrafas pets

Manter a família ocupada em casa pode ser um desafio nesse momento de quarentena. Acostumado a um mundo agitado, o ser humano se volta para o uso exagerado do celular como fonte de entretenimento e acaba por absorver um índice de informações além do necessário e que podem gerar o pânico. Construir peças e objetos em casa a partir de reciclados, mudando a decoração com criatividade e baixo custo, pode ser uma boa opção para manter a mente ocupada e a família unida.

“Reutilizar objetos é extremamente importante para o meio ambiente. Em tempos de isolamento e medo, vale lembrar que a sustentabilidade tem sido muito discutida. Podemos aproveitar para nos conscientizar e mudar alguns hábitos, observando que a reciclagem é uma ótima forma de diminuir o volume de lixo, criando peças lindas e úteis para as mais diversas funções, além de unir e levar momentos de relaxamento às pessoas”, explica a coordenadora do curso de Design de Interiores da Uninassau , Jacy Vilanova.

Ela observa que é possível reutilizar objetos na decoração, como pallets, caixotes de feira, garrafas pet, rolhas e até móveis antigos. “Basta usar a criatividade com o que tiver em casa. Os objetos construídos podem ser utilizados tanto para decorar, quanto para ajudar na organização. Além disso, esses itens também são uma ótima opção para quem quer renovar a decoração gastando bem pouco ou quase nada”, ressalta.

A professora atenta que os engradados de bebidas, que muitas vezes são deixados de lado, podem ser utilizados para construir uma estante de apoio para vasos de planta ou para livros. “Esse móvel é fácil de fazer, bastando empilhar uma caixa em cima da outra. Depois, a estante pode ser pintada com cores variadas. Outra opção é reutilizar garrafas de vidro e fazer um belo abajur”, sugere a professora.

Jacy lembra que também há opções interessantes para as crianças. “É possível fazer um organizador de brinquedos com cilindros de papelão, mas também pode ser feito com rolos de papel toalha, de papel higiênico ou com latas. A peça funciona como uma miniestante, servindo tanto para organizar, como para expor os brinquedos”, explica. Ela destaca que há diversos canais no YouTube e sites com atividades interessantes e educativas para os pequenos. “É nessa hora que a internet pode ser acessada em conjunto, visando o aprendizado e a orientação da família sobre como construir as peças”, conclui.

Fonte e foto: Ascom Uninassau

Comentários