Professores pedem abertura de diálogo durante protesto

0
(Foto: Sindipema)

Professores da Rede Municipal de Ensino alegam que o piso salarial da categoria ainda não foi pago este ano. Segundo o presidente do Sindicato dos Profissionais do Ensino do Município de Aracaju (Sindipema), Adelmo Meneses Santos, a categoria está insatisfeita com a falta de diálogo.

“Este ano o piso a prefeitura não repassou ainda o reajuste do piso e não temos diálogo para saber o que ocorre. Além dessa questão dos professores nós estamos junto com outros servidores que tiveram as horas extras cortadas. Antes eles davam duas horas extras por dia e foi cortada essa hora extra, ou seja, houve um prejuízo porque não existem servidores suficientes”, diz o presidente que explica que a aplicação do percentual  do Piso é de 13,01%, índice que segundo o sindicato, deveria estar sendo aplicado desde o mês de janeiro deste ano, conforme determinação do Ministério da Educação.

A categoria reivindica ainda a imposição do uso do pacote educacional Alfa e Beto; perseguição e punição aos professores da rede municipal que estão se negando a usar o referido pacote; a falta de condições de trabalho para todos os profissionais da educação (professores e pessoal da área administrativa); violência e insegurança dentro das unidades de ensino; negativa de direitos garantidos aos professores há vários anos, a exemplo da não liberação para cursos, a exemplo de mestrado e doutorado e a falta de cuidadores para as creches.

Adelmo Meneses esclarece que mesmo com a falta de diálogo a categoria não tem interesse em deflagrar a greve, mas irá considerar ações que possam dá visibilidade a luta dos professores. “Iremos realizar uma assembleia e colocar para a categoria o que devemos fazer. Esperamos que o município possa sentar e abrir o diálogo explicando o motivo do não reajuste do piso e acertando o valor retroativo desse ano”, fala.

A equipe do Portal Infonet entrou em contato com a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal da Educação que explicou que a questão é tratada com a Secretaria de Comunicação (Secom). O Portal não teve êxito nas ligações para a Secom. A Infonet permanece a disposição por meio do (079) 21068000 ou jornalismo@infonet.com.br. 

 
Por Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais