Brasil saí com vantagem no segundo jogo do Mundial de Futebol para Cegos

0

“No dia Internacional da Pessoa Portadora de Deficiência a seleção brasileira demonstra garra e confirma seu favoritismo” A arquibancada da Associação Niteroiense de Deficientes Físicos-ANDEF, em Niterói, RJ, onde está acontecendo o Mundial de Futebol para Cegos, foi balançada por mais de 400 crianças nessa manhã, quando o Brasil conquistou a vantagem nos pênaltis conta a equipe da Grécia. A seleção brasileira terminou o primeiro tempo perdendo de 2×0, mas nos 19 minutos do segundo tempo, Nilson, 31, PR, fez o primeiro gol e logo depois, aos 23 minutos, Marcos, 20, PB, empatou o jogo. A partida foi definida nos pênaltis, que teve o resultado de 1×0 para o Brasil. Segundo o chefe da delegação, Ulisses Araújo a inversão do placar aconteceu por causa do amadurecimento da equipe. “Além de termos condições técnicas e velocidade, o time, em nenhum momento demonstrou desunião. Foi isso que definiu o resultado positivo”. O Brasil manteve a escalação do jogo de estréia, que foi contra a Argentina e o time entrou com os jogadores Roderley, 30, PR; Dias, 20, RJ; Marcos, 20, PB; Nilson, 31, PR; e Mizael, 25, SP. Mas o técnico da seleção brasileira utilizou praticamente todos os jogadores durante a partida. O atleta Sandro, 28, ES, assim como Ulisses apontou, diz que a união é a maior força da equipe. “Em cada troca todos davam força um para o outro. Isso acarreta respeito das outras equipes quando forem jogar contra nós”, afirma. Amanhã os brasileiros enfrentam o Paraguai, às 10:30h e na quinta-feira, no mesmo horário, a equipe joga contra a França. Se conseguirem resultados positivos amanhã, o time se classifica para as finais. Se a seleção tiver a mesma performance de hoje, o Brasil conseguirá a classificação para as quartas de final, que começa na próxima sexta-feira. As finais acontecem no sábado. Futebol para Cegos: O futebol para cegos tem as mesmas regras do futsal, com algumas adaptações: dentro da bola existe um guizo, que serve para orientação dos atletas; nas laterais da quadra têm bandas laterais, que limitam o diâmetro da quadra, além de dar continuidade ao jogo; os jogadores disputam vendados; os goleiros são videntes e os times utilizam um chamador atrás do gol (pessoa que orienta os atletas para o lado que a bola deve ser chutada). Países Participantes: Argentina, Brasil, Coréia, Colômbia, Espanha, França, Grécia, Inglaterra e Paraguai. Jogadores convocados: Roderley Ferreira, PR e Edson Marinho, PB (goleiros); Nilson Pereira, PR; Marcos Felipe e Damião Ramos, ambos da PB; Anderson Dias, RJ; Mizael Conrado e Ivan Freitas, SP; João Batista, MT e Sandro da Silva, ES. Comissão técnica é formada pelos professores José Gavião (chefe da delegação), Ulisses Araújo (coordenador da modalidade no Brasil), Walace Salles (técnico) e Antônio Pádua (auxiliar técnico). Abertura do Evento: 01 de dezembro às 17h Agenda: III Mundial de Futebol para Cegos Quando: 01 a 08 de dezembro Onde: Andef – Associação Niteroiense de Deficientes Físicos, em Niterói. Informações: Gisliene Hesse Site: www.abdcnet.com.br/ e-mail: comunicação@abdcnet.com.br Tel: 21- 2718-7771 e 11- 9644-0081

Comentários