Série C: Confiança perde para o Náutico por 3 a 2

0
Náutico bateu Dragão no Batistão (Fotos: Igor Matheus/ Portal Infonet)

Acabou a sequência de empates do Confiança na Série C – mas não da forma que o torcedor azulino esperava. Na noite deste sábado, 7, pela décima terceira rodada da competição, o Dragão foi derrotado pelo Náutico-PE por 3 a 2 em pleno estádio Lourival Baptista. Esta foi a primeira derrota do Confiança dentro de casa em toda a competição.

Com o resultado, o Confiança chega a sete partidas sem vitórias – após uma incômoda sequência de seis empates. Na tabela, o time soma 19 pontos na terceira colocação – mas pode cair posições com os resultados deste domingo. Na próxima rodada, o time azulino visitará o ABC-RN no sábado, 14.

O jogo
O Náutico começou melhor, mais solto e ofensivo. Logo aos 3, Luiz Henrique mandou de fora da área e fez a bola sair da direita. Quando o time visitante ainda se destacava pela posse de bola, o Confiança avançou e fez seu gol. Aos 15, Léo Ceará recebeu na entrada da área e mandou um torpedo dali mesmo. A bola quicou na pequena área, enganou o goleiro Bruno e entrou: 1 a 0.

Bryan comemora gol do meio da rua: virada do time pernambucano

Aos 23, o mesmo Léo Ceará avançou pela direita e chutou cruzado para defesa de Bruno. Foi o último instante de trégua entre o Confiança e sua torcida. Isso porque, aos 33, o time pernambucano empatou. Após disparar pela esquerda, Robinho ganhou de Ângelo na corrida e chutou cruzado. A bola ainda resvalou no lateral azulino e entrou: 1 a 1. Dois minutos depois, o alvirrubro quase virou com Dudu, mas Genivaldo salvou com os pés. Na sobra, Ortigoza mandou à direita pra fora.

Na segunda etapa, o Confiança entrou disposto a resolver a situação imediatamente. Aos 30 segundos, Léo Ceará pegou de primeira na entrada da área, mas mandou pra fora. Então o Náutico passou a dominar o meio de campo e a entrar com frequência no campo de defesa azulino – até serem premiados, aos 15, com um gol incrível. Após avistar Genivaldo adiantado, Bryan, que estava quase no meio de campo, resolveu arriscar de longe. A bola viajou quase metade do gramado e foi morrer no fundo das redes em um dos gols mais belos da Série C: 2 a 1.

Raí aproveita vacilo da defesa do Náutico e deixa o dele: 3 a 2

A paciência da torcida proletária já havia se esgotado quando os visitantes chegaram ao terceiro gol. Aos 19, Luis Henrique viu clarear e mandou uma bomba de fora da área – e Genivaldo, mais uma vez, aceitou: 3 a 1. Para o técnico Luizinho Lopes, uma das soluções era tirar Everton e ir pra cima com Thiago Silvy – que entrou em campo muito vaiado. Mas aos 25 quem quase marcou foi o zagueiro Camilo, de cabeça – em tentativa bloqueada por Bruno. Aos 33, Rafael Vila cruzou rasteiro para a área e Léo Ceará mandou por cima. E aos 38 foi a vez de Tito vencer a marcação e chutar em cima do goleiro.

Até que aos 42 o sofrimento azulino deu lugar à esperança do empate. Após devolução da zaga alvirrubra, Raí pegou de primeira e concluiu no canto direito, nas redes: 3 a 2. Aos 48, Camilo ainda tentou cabecear para o gol após cruzamento de Raí, mas mandou por cima. E nada mais alterou o placar até o apito final.

FICHA TÉCNICA
Confiança 3 x 2 Náutico-PE
Gols: Léo Ceará [13’ 1t], Robinho [33’ 1t], Bryan [15’ 2t], Luiz Henrique [19’ 2t], Raí [42’ 2t]

CONFIANÇA
Genivaldo, Ângelo, Rodolfo, Vinícius (Camilo), Radar, Everton (Thiago Silvy), Rafael Villa, Léo Ceará, Raí, Iago (Flávio), Tito

NÁUTICO-PE
Bruno, Bryan (Jimenez), Camutanga, Sueliton, Assis, Josa, Luiz Henrique, Jhonnathan, Robinho, Ortigoza (Wallace PE), Dudu (Jadson)

Cartões amarelos: Rodolfo, Rafael Villa, Sueliton, Dudu, Flávio
Renda: R$ 34.202
Público pagante: 2376
Público total: 3081

Por Igor Matheus

Comentários