Vasco 2 x 4 Internacional – Colorado entre os melhores

0

Rio de Janeiro, RJ, 10 (AFI) – O Internacional goleou o Vasco por 4 a 2, no estádio São Januário, no Rio de Janeiro, na noite deste domingo e continua na terceira posição do Campeonato Brasileiro. A derrota, deixou o time carioca na zona de rebaixamento e foi a quarta em seis partidas, sem vitórias.

O Colorado chegou a passar sufoco em alguns momentos com o artilheiro vascaíno, Alex Dias, mas superou as dificuldades e tem agora 22 pontos. O vasco tem 9 pontos apenas e está na 20ª posição.

Gols relâmpagos
Nos cinco últimos jogos, o Vasco somou apenas dois pontos. O time joga em casa, para tentar sair da zona de rebaixamento. O Inter, na outra ponta da tabela, tenta a terceira vitória seguida para manter-se perto dos líderes. Mesmo mostrando superioridade técnica, o Inter mostrava-se meio desatento nos primeiros minutos, assim, o Vasco conseguia equilibrar o jogo.

Aos 17, o atacante Alex Dias, válvula de escape e talento isolado no time carioca, realiza jogada individual, dribla dois adversários e chuta da entrada da área, o goleiro Clemer espalma de mão direita, a bola não ganha velocidade mas, em um segundo momento, ele agarra.

Quando o Colorado atacou com maior ímpeto aos 22 minutos, não errou. Élder Granja entra pela direita da área e chuta rasteiro, a bola ainda toca na trave direita antes de entrar, 1 a 0. Um bonito gol.

E, passaram-se apenas dois minutos para que a torcida gaúcha vibrasse de novo. A bola é cruzada para a área vascaína, em cobrança de falta, o goleiro Erivelton saiu mal de seu meta e Vinícius aparece, quase sem ângulo para fazer mais um, 2 a 0.

A vantagem construída em dois minutos não acendeu a inspiração do time gaúcho. O Vasco, com poucos recursos ofensivos, aproveitou-se e fez o gol através de Alex Dias. Aos 37, a bola chega cruzada pelo lado direito e o artilheiro toca de pé esquerdo, tirando de Clemer, 2 a 1.

Vasco, time de um jogador só
O Vasco retornou com Gian em lugar de Dominguez. O Inter era o mesmo do primeiro tempo. Logo aos 4 minutos, o técnico Dário Lourenço tem que tirar o atacante William, com uma luxação no braço. Anderson entra em seu lugar.

A esperança de reação vascaína durou até que Alex invadisse a área e fosse derrubado por Vagner Diniz. Aos 13, Jorge Wager cobrou o pênalti e ampliou a vantage, 3 a 1 para o Internacional. A torcida do Vasco, mandava o presidente do clube, Eurico Miranda, tomar em outro lugar.

Tudo sob o controle do Inter. Mas, aos 18, o lateral Vagner Diniz se redime, entra na área, finaliza e, no rebote de Clemer, é derrubado pelo goleiro gaúcho. Alex Dias cobrou o pênalti e marcou, 3 a 2. Com este, o oitavo, ele chega ao topo da artilharia da Série A. Os torcedores, pararam com as vaias e passaram a incentivar o Vasco.

E, o empate por pouco não saiu três minutos depois. Alex Dias, mais uma vez, realiza a jogada. Ele entra na área pela esquerda e chuta rasteiro, a bola passou muito perto da trave. Em um piscar de olhos, o time carioca voltou a ameaçar. No contra-ataque, estava a melhor arma colorada. Aos 26, Tinga recebeu cara a cara com Erivelton, tentou chutar de cobertura mas acabou errando. O Vasco era carregado por Alex Dias, que fazia um grande jogo.

De tanto tentar o Inter acabou conseguindo o quarto gol aos 35 minutos. Rafael Sóbis se livrou de dois adversários, partiu do meio de campo, chegou de frente para Erivelton e tocou a bola no canto direito, 4 a 2. Depois deste, O Colorado decretou a vitória e manteve a boa fase no Brasileiro.

Próxima rodada
No próximo domingo, o Vasco faz o clássico contra o Flamengo, às 16 horas e o Internacional faz o duelo gaúcho, contra o Juventude, às 18:10 horas, em Porto Alegre.

Ficha Técnica

Vasco 2 x 4 Internacional-RS

Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro/RJ
Árbitro: Romildo Correia (SP)
Cartões Amarelos: Gomes, Ygor (Vasco); Iarley, Tinga (Internacional)
Público:
Renda:
Gols: Alex Dias aos 37’/1T e aos 18’/2T (Vasco); Élder Granja aos 22’/1T, Vinícius aos 24’/1T, Jorge Wagner aos 13’ 2/T e Rafael Sóbis aos 35’/2T (Internacional)

Vasco
Erivélton, Vagner Diniz, Gomes, Daniel e Diego; Ygor, Osmar (Abedi), Morais e Dominguez (Gian); Alex Dias e William (Anderson).
Técnico: Dário Lourenço

Internacional
Clemer; Índio, Wilson e Vinícius; Élder Granja, Edinho, Tinga (Gavilan), Jorge Wagner e Alex (Ceará); Fernandão e Iarley (Rafael Sóbis).
Técnico: Muricy Ramalho


Arthur do Canto
Campinas / SP

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais