Prefeito de Riachão tem até sexta para recolocar estátua do Bode Bito

0
Bode Bito: patrimônio cultural de Riachão do Dantas (Foto: Arquivo Portal Infonet)

A Prefeitura Municipal de Riachão do Dantas deve recolocar a estátua do Bode Bito, símbolo cultural do município, até a próxima sexta-feira, 14, em praça pública. A solicitação é do Ministério Público Estadual (MP).

O pedido de adequação foi emitido no último dia 6, mas o MP só conseguiu localizar o prefeito Pedro Santos Oliveira, o Pedro da Lagoa, nessa última segunda-feira, 10.

Pedro da Lagoa é vereador, presidente da Câmara Municipal de Riachão do Dantas, e foi empossado prefeito no mês de setembro deste ano com a cassação do mandato da prefeita. Ao assumir o comando do município, o prefeito interino retirou a estátua do Bode Bito.

Moradores de Riachão se rebelaram contra a iniciativa e fizeram a reclamação no Ministério Público Estadual. A promotora de justiça Luciana Duarte acatou, entendendo que o prefeito interino só deve adotar medidas compatíveis com a gestão ordinária. E quanto à homenagem ao Bode Bito, a promotora destaca, no ofício, que a estátua se caracteriza como patrimônio material do município.

O Portal Infonet tentou entrar em contato com a Prefeitura de Riachão, mas não obteve êxito. Permanecemos à disposição através do e-mail jornalismo@infonet.com.br ou do telefone (79) 2106-8000.

Bode Bito

O Bode Bito se tornou celebridade no município por acompanhar procissões, desfiles e enterros. Salvo do abate Bito costumava assistir às missas. Quando o sino da igreja soava, anunciando algum falecimento, Bito ficava de prontidão para acompanhar o velório e o enterro. Em qualquer uma destas situações, o caprino estava sempre à frente do desfile ou cortejo, quase nunca ao lado ou sendo um dos últimos da fila.

O animal morreu em 2007, aos 18 anos. Um ano antes, Bito virou protagonista do documentário “Deu Bode” feito por Maria de Fátima Fontes de Góes.

por Jéssica França

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais