Covid-19: Governo descarta instalação de barreiras sanitárias em SE

0
Governo descarta barreiras sanitárias para conter entrada de novas variantes da Covid-19 em Sergipe, mas permanece vigilante (Foto: Ascom/SES)

O Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado de Saúde (SES), descarta, neste momento, a instalação de barreiras sanitárias nas divisas do Estado para impedir a circulação de novas variantes do Covid-19 em Sergipe. De acordo com a SES, os procedimentos normais já adotados permanecem e a Estado segue vigilante.

A SES informa ainda que a vigilância laboratorial descarta a presença em Sergipe das três linhagens do vírus que causam mais preocupação aos cientistas do mundo – a P1, de origem brasileira, a B.1.1.7., do Reino Unido e a 501.V2, da África do Sul, que têm a capacidade de se espalhar com mais facilidade do que outras versões do vírus -, mas informa que o Estado já identificou a circulação de oito linhagens diferentes do novo coronavírus.

A circulação de novas variantes na pandemia, em especial de vírus respiratório, é normal, segundo informações do Laboratório Central de Sergipe (Lacen), mas é preciso manter a vigilância para identificar o comportamento do vírus. A vigilância laboratorial é importante neste casos para detectar uma possível transmissão comunitária de novas linhagens, aferir a imunidade de rebanho, sua importância para vacina e ainda identificar pessoas contaminadas mais de uma vez por diferentes cepas, tratando-se, neste caso, de reinfecção.

O Lacen, segundo a SES, tem mantido a vigilância laboratorial para detectar no Estado a presença e circulação dessas três variantes, dentre as mais de 800 descobertas. Semanalmente, pelo menos três amostras são enviadas para os laboratórios de referência, no Rio de Janeiro e na Bahia, para fazer o sequenciamento genético do vírus para investigar a circulação de novas variantes.

Por Karla Pinheiro com informações da SES

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais