Governador mantém maternidade Hildete Falcão fechada

0

Na manhã desta quinta-feira, 17, durante inauguração do Banco de Leite Humano Marly Sarney, o Governador Belivaldo Chagas informou que ainda não sabe qual será a destinação do prédio da antiga maternidade Hildete Falcão. De acordo com o gestor, discussões estão acontecendo, mas o estado não tem como assumir os custos do funcionamento de uma maternidade.

Governador Belivaldo Chagas e o secretário de saúde, Valberto Oliveira, visitando as instalações do Banco de Leite (Foto: Portal Infonet)

“Num futuro próximo a gente define o que será isso aqui, se será uma maternidade, uma unidade hospitalar, se vamos ampliar o serviço de atendimento que temos no Huse, enfim, nós não vamos deixar o prédio sem utilidade, mas no momento tenho que ser sincero, não vou decidir ainda pelo funcionamento desse prédio enquanto maternidade”, ressalta.

O governador informou que há discussões com a Universidade Federal de Sergipe para que ela assuma a gestão em parceria com o Hospital Universitário (HU), mas ainda não há nenhuma definição. “Discussões temos. De repetente pode até funcionar como maternidade, mas não sob a gestão do Estado, e sim sob a gestão de alguém que queira encampar ou queira fazer uma parceria com o Estado, enfim, vamos continuar discutindo”, afirma.

Belivaldo disse ainda que a definição do Governo nesse momento é estruturar e fazer funcionar a maternidade do Hospital Regional de Estância. “ Lá compraremos o serviço, já que a maternidade é gerida por entidade filantrópica, muita embora ela esteja sob intervenção, mas a população daquela região está carente na área de obstetrícia. Em Aracaju nós temos a maternidade Nossa Senhora de Lourdes, o prédio é bom, mas o custo para fazer funcionar uma maternidade não é fácil. Não tenho que sair abrindo uma maternidade só por abrir, a gente tem que otimizar os recursos para melhor atender a população”, enfatiza o governador.

Banco de Leite

O Banco de Leite Humano Marly Sarney, situado no anexo do prédio da antiga maternidade Hildete Falcão, em Aracaju, foi reinaugurada nesta quinta-feira. De acordo com o Secretário de Estado da Saúde (SES), o ambiente, agora mais humanizado, tem a finalidade de melhorar o atendimento as mulheres que buscam o serviço.

“Antes aqui era um ambiente muito frio, parecia um hospital, e muitas mulheres já saem direto do hospital para o banco de leite e o que elas precisam é de aconchego, acolhimento. Então, a intenção desse novo espaço é esse, acolher e prestar o serviço da melhor forma possível”, afirma Valberto Oliveira.

Por Karla Pinheiro

Comentários