Hábitos alimentares podem trazer mudança no bem-estar durante o verão

0
Optar por frutas, legumes, verduras e carnes brancas é o ideal para se fazer refeições mais leves (Foto: Freepik)

Com a chegada do verão, as pessoas buscam se alimentar de maneira mais leve, por isso, profissionais da área da alimentação ressaltam a relevância do cuidado e atenção com hábitos alimentares saudáveis. Estresse, ansiedade e insônia podem ser controlados com uma boa alimentação e, durante o verão, manter o corpo hidratado deve ser o principal objetivo.

Nutricionista Diego Ferreira (Foto: Arquivo Pessoal de Diego Ferreira)

Segundo o nutricionista Diego Ferreira, o verão tem suas especificidades, mas a boa alimentação deve se manter durante todo o ano. “Alimentação saudável tem que permanecer durante todo o ano, porém, com as temperaturas altas do verão, o ideal é sempre buscar consumir alimentos que hidratam o corpo”, pontua. “Frutas ricas em água como melancia, laranja e limão podem ser mais procuradas, e também, sempre beber água durante o dia”, completa.

Além dessas dicas, o nutricionista destaca que a alimentação saudável serve para manter o peso ideal que a pessoa deseja e também para quem tem algum objetivo, como melhorar o bem estar ou emagrecer. Confira outras dicas dadas pelo profissional.

1- Acrescentar verduras e legumes na refeição. Diego menciona que o consumo de pratos mais leves é um fator importante para se ter uma boa digestão e ainda salienta o cuidado ao consumir carne vermelha em excesso. “Se a pessoa come carne vermelha no almoço quase todos os dias e depois ela fica sentada por muito tempo, isso dificultará a digestão e pode ocasionar em um mal estar” explica.

2- Não pular refeições. No verão, aos finais de semana, por exemplo, as pessoas ficam o dia todo na praia sem almoçar. Nesse ponto, o profissional menciona que não é recomendado negligenciar nenhuma refeição.

3- Evitar o consumo exagerado de álcool e buscar refeições mais leves. “Priorizar a alimentação leve a exemplo de consumir mais carnes brancas e comer uma fruta cítrica após o almoço são hábitos alimentares que deixam a refeição mais leve e facilitam na hora da digestão”, comenta Diego.

Em meio à preocupação com a alimentação saudável, Diego Ferreira reflete que uma boa alimentação é uma construção que não se faz sozinha quando o objetivo é viver com saúde e bem estar. “Não adianta comer bem e dormir mal ou não cuidar da saúde física e mental. Mas o mais importante é dar o primeiro passo e reconhecer que uma boa alimentação proporciona uma qualidade de vida melhor”, detalha.

Por Isabella Vieira e Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais