Ministério da Saúde solicita doação de leite materno

0
Ministério da Saúde convida todas as mulheres que estão amamentando a realizarem doações de leite (Foto: SES)

Durante o período de férias escolares ou de feriados prolongados, os estoques de leite humano costumam reduzir. Historicamente, os primeiros meses do ano são os que têm o menor número de doações. Entretanto, o cenário em janeiro representa um dos menores índices já registrados, em torno de 10,7 mil litros de leite doados.

O leite materno possui tudo o que o bebê precisa até os seis meses de vida. Assim, a doação de leite é uma importante estratégia para a redução de mortes em bebês. Um litro de leite materno pode alimentar até 10 recém-nascidos por dia.

Bebês prematuros ou de baixo peso (menos de 2,5 kg) precisam do leite materno para se recuperarem mais rápido e crescerem mais fortes e saudáveis. No Brasil, por ano, cerca de 330 mil crianças nascem prematuras e precisam da doação de leite, já que permanecem sendo assistidas nos hospitais e maternidades. Os bebês prematuros representam, em média, 11% do total de crianças que nascem anualmente, em torno de 3 milhões. Diante deste cenário, o Ministério da Saúde convida todas as mulheres que amamentam a doarem seu leite e ajudarem a aumentar os níveis dos estoques dos Bancos de Leite Humano.

Como doar

Para doar, basta a mulher estar amamentando, ser saudável e não estar tomando medicamento que interfira na amamentação. O pote de leite materno não precisa estar completamente cheio para ser doado. Um pote de leite materno doado pode alimentar até 10 recém-nascidos por dia. Dependendo do peso do prematuro, 1ml já é o suficiente para nutri-lo cada vez que ele for alimentado.

A orientação é buscar o Banco de Leite Humano ou Posto de Coleta de Leite Humano mais próximo da residência para que possa fazer a doação. Outra opção é ligar no Disque Saúde 136 para obter todas as informações ou tirar dúvidas.

Com informações do Ministério da Saúde

Comentários