Protocolo de saúde impede que pais acompanhem parto de filhos

0
Medida é adotada em razão da pandemia da Covid-19 (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Os pais que têm ido a maternidade Santa Isabel com a companheira em trabalho de parto, na zona Norte de Aracaju, ficaram surpresos ao serem impedidos de acompanhar o nascimento do filho. Apesar de existir a Lei do Acompanhante, que garante o direito do pai acompanhar o nascimento do filho, as regras foram mudadas durante a pandemia naquelas maternidades que não têm estrutura para garantir a segurança dos profissionais, pacientes e acompanhantes envolvidos em situação de parto.

O técnico administrativo Ruirogeres dos Santos procurou o Portal Infonet para reclamar que não pôde ver a chegada da sua primeira filha nesta quinta-feira, 16. A esposa entrou em trabalho de parto às 13h e ele foi surpreendido com a notícia de que não poderia acompanhar o nascimento. “Levaram ela para a parte interna e simplesmente informaram que eu não poderia entrar. Procurei alguém na maternidade para que explicasse aquela informação, mas ninguém sabia explicar com fundamentação. Até onde sei, o pai tem o direito de acompanhar o parto”, reclamou.

Novas regras

Protocolo recomenda suspensão de acompanhantes e visitantes em unidades que não dispõem de estrutura necessária (Foto: Ascom/Santa Isabel)

A assessoria de comunicação da maternidade Santa Isabel confirmou para nossa reportagem a mudança no protocolo e justificou que ela está baseada em uma nota técnica do Ministério da Saúde, com recomendações para as maternidades em todo território nacional durante o período de pandemia.

A orientação do Ministério da Saúde é para que fique suspensa a presença de acompanhantes e visitantes nas maternidades em que o alojamento de pacientes seja conjunto, ou seja, não tenha condições suficientes para manter o distanciamento mínimo entre as pessoas, com o intuito de evitar o risco de contágio da Covid-19. Segundo a maternidade, quando o cenário pandêmico for atenuado, os protocolos normais serão retomados.

Ainda sem poder visitar a filha e a esposa, que só vão ter alta médica na manhã deste sábado, 18, Ruirogeres diz que tem mantido contato por telefone e já recebeu fotos da mais nova integrante da família. “Tudo ocorreu normalmente, ainda bem, e já recebi algumas fotos. É a forma que eu estou conseguindo manter contato até ela poder sair da maternidade”, diz o pai.

Por Ícaro Novaes

Comentários