SMS se reúne com a Apae e solicita comprovações de despesas

0
Reunião ocorreu com a SMS e Apae (Foto: SMS)

Os representantes da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) foram recebidos na tarde desta quinta-feira, 31, para esclarecer detalhes sobre as pendências existentes na prestação de contas, e que impedem a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de fazer os repasses federais.

O controlador interno da SMS, Carlos Diêgo, disse que a reunião foi esclarecedora para ambas as partes. “Pactuamos que os gestores da ONG deverão apresentar as comprovações das despesas dos meses de produção relacionadas ao período referido pela Apae. Se as comprovações forem feitas a contento, a SMS poderá, após o parecer da Procuradoria e da Controladoria Geral do Município, fazer o repasse das verbas, respeitando todos os trâmites legais, de maneira ágil e transparente”, salientou.

O presidente da Apae, Max Santos Guimarães, também afirma que a reunião foi bastante produtiva, e que ela foi importante para a futura solução do problema. “Vamos apresentar o que foi solicitado através de um relatório de despesas, mostrando tanto aos órgãos fiscalizadores, quanto para Prefeitura, o que aconteceu com os pagamentos, para que a gente tenha um final que dê veracidade às parcelas que ainda faltam ser pagas. Nessa reunião sentimos que o diálogo está aberto para todos, onde realmente pudemos ter um diálogo para chegar a um denominador comum”, reconheceu.

A dona  Angela Maria de Alcântara, mãe de João Ricardo, de quatro anos, que se beneficia dos serviços prestados pela Associação desde 2014, disse estar animada com o que ouviu durante o encontro. “Eu gostei muito dessa reunião. Eles usaram termos mais simples para que nós pudéssemos entender tudo que está acontecendo. Esperamos realmente que a situação seja esclarecida para que a gente possa continuar fazendo uso desse importante serviço”, declarou.

Fonte: PMA

Comentários