Sobe para 13 o número de detentos que testaram positivo para Covid-19

0
Interno do Compajaf foi o primeiro detento a testar positivo para a Covid-19 (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Até o final da manhã desta sexta-feira, 3, a Secretaria da Justiça, do Trabalho e de Defesa do Consumidor (Sejuc) contabilizou 13 detentos que testaram positivo para o novo coronavírus (Covid-19). O Portal Infonet havia apurado que até esta última quarta-feira, 1º, seis internos foram diagnosticados com a doença. Apesar do aumento, a Sejuc ressalta que a situação da pandemia da Covid-19 é mantida controlada nas unidades prisionais de Sergipe graças aos protocolos previstos no Plano de Contingência do sistema prisional.

A Sejuc implementou o Plano de Contingência desde o surgimento dos primeiros casos do coronavírus no estado. “Desde o início de março, foram adotadas medidas como a suspensão temporária das visitas e a delimitação de uma unidade prisional como porta de entrada do sistema. Entre os policiais penais, foram 21 casos, boa parte deles com alta médica”, informou a pasta.

Em relação aos novos internos, eles também têm protocolos sanitários já predefinidos, de acordo com o Plano de Contingência. A Sejuc explica que quase todos são advindos de uma delegacia e encaminhados para o Complexo Penitenciário Antônio Jacinto Filho (Compajaf), no bairro Santa Maria. “Após avaliação médica, esses internos são transferidos para o pavilhão emergencial, que fica em Areia Branca, para só então serem transferidos e se juntarem aos demais internos do sistema prisional”, explicou o secretário da Sejuc, Cristiano Barreto.

A suspensão das visitas também é outro aspecto considerado essencial para a redução dos riscos de contágio pela Covid-19 no sistema prisional do estado. “Suspendemos temporariamente e excepcionalmente as visitas dos familiares. Além de determinarmos às equipes de saúde que realizem o monitoramento diário dos sinais clínicos dos servidores e dos internos”, destacou Barreto.

por João Paulo Schneider e Verlane Estácio

Com informações da Sejuc

Comentários