2016 já acabou

0

Embora no calendário 2016 ainda se arraste até 31 de dezembro, em termos políticos o ano já acabou no último dia 30, com a eleição do prefeito de várias capitais, a exemplo de Aracaju. Depois da disputada campanha do 2º turno, as lideranças políticas vitoriosas comemoram o resultado das urnas, enquanto se arrumam para as festas de diplomação e de posse do prefeito eleito Edvaldo Nogueira (PCdoB). Em sua grande maioria, os políticos derrotados colocaram as violas no saco, só devendo voltar a afiná-las ano que vem, de olho nas eleições de 2018. Auxiliares do ainda prefeito João Alves Filho (DEM) tentam ajustar as despesas à receita municipal, visando entregar a casa menos desarrumada ao comunista eleito. Nas Câmaras de Vereadores o ritmo também é de fim de feira, até porque o cidadão não está interessado nos discursos proferidos nos Legislativos municipais. Nesta reta final de 2016, a preocupação da maioria do povo é mesmo com os presentes de Natal e as festas do Ano Novo.

Abandonados

Comerciantes dos mercados centrais de Aracaju estão assustados com a crescente violência no local. Mas os roubos, furtos e até assassinatos não são os únicos problemas de quem trabalha ou freqüenta aquela área da capital. Recuperados em 1999 pela administração do então prefeito João Gama (PMDB), aqueles centros de comercialização estão entregues às baratas. Os mercados estão sujos, cheios de usuários de drogas e marginais prontos para avançar na bolsa dos menos precavidos. Uma lástima!

Árvores na ponte

Bem que o governo de Sergipe poderia decorar a ponte Aracaju-Barra, aproveitando as enormes torres para ornamentá-la com lâmpadas led, em formato de uma gigante árvore de Natal. É barato e fácil de fazer. A não ser que a administração estadual não queira decorar a ponte só porque ela foi construída no governo de João Alves Filho (DEM). Será?

Político secular

A Assembleia fará sessão especial para lembrar o centenário do líder político de Itabaiana, Euclides Paes Mendonça. Sugerida pela deputada itabaianense Maria Mendonça (PP), a homenagem acontecerá às 17h desta segunda-feira. Próspero comerciante, Euclides foi prefeito de Itabaiana, deputado estadual e deputado federal. Em 1963, ele foi morto pela Polícia juntamente com o filho Antônio Paes Mendonça, que era deputado estadual.

Fuleiragem

O que falta para o Tribunal de Contas suspender o suspeitíssimo chamamento público feito pela Prefeitura para implantar um caríssimo projeto de iluminação em Aracaju? São Cristóvão e Socorro tentaram fazer o mesmo, porém a gritaria geral abortou estes estranhos projetos apresentados ao apagar das luzes das administrações municipais. Caso não aborte a questionável pretensão do ainda prefeito João Alves Filho (DEM), o TCE estará compactuando com mais esta fuleiragem contra os aracajuanos. Misericórdia!

Flor do recesso

O volume de informações veiculadas sobre possíveis futuros secretários municipais e a eleição para a Mesa da Câmara de Aracaju não passa de flor do recesso, denominação dada à notícia criada apenas como factóide. Sem qualquer consistência, essas informações são ‘plantadas’ por pessoas interessadas em tirar proveito delas. Portanto, até a posse do prefeito eleito Edvaldo Nogueira (PCdoB) e dos futuros vereadores, muitas dessas ‘flores’ serão ‘plantadas’ por aí. Crendeuspai!

Patrocínio negado

A Prefeitura de Aracaju nega que esteja patrocinando a festa Odonto Fantasy, marcada para o próximo sábado. Em nota, a Secretaria de Comunicação diz que, além de a lei impedir patrocínio de eventos privados, a administração municipal está empenhada em pagar a folha salarial e aos fornecedores. Por fim, explica que a única ajuda da Prefeitura à festa foi a permissão para os organizadores colocarem bandeiras e galhardetes nos postes de iluminação pública. Então, tá!

Rio seco

Começa hoje a primeira etapa de redução da vazão mínima das barragens de Sobradinho (BA) e Xingó (SE), ambas no Rio São Francisco. O nível de água que sai dos reservatórios para o Velho Chico baixará dos atuais 800 metros cúbicos por segundo para 750 m³/s. Depois de um período de teste e do monitoramento da redução, o volume da vazão poderá cair para 700 m³/s. O objetivo é poupar água nos dois reservatórios para garantir a segurança hídrica do Nordeste. Viche!

Será o Benedito?

Com o título acima, o jornalista Eugênio Nascimento publica no blog Primeira Mão a seguinte nota: “Há intensos comentários entre os peemedebistas sobre a possibilidade de o secretário estadual de Governo, Benedito Figueiredo (PMDB), ser um dos candidatos ao Senado, em 2018. O petista Rogério Carvalho quer ser a outra opção. Mas também têm interesse nas duas cadeiras em disputa o prefeito de Canindé, Heleno Silva (PRB), e o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD)”. Em 2002, Benedito disputou o Senado, tendo obtido apenas 9,2% dos votos. Aquela eleição foi vencida por Antônio Carlos Valadares (21,88%) e José Almeida Lima (20,71%).

Preto no branco

A seccional sergipana da OAB instala nesta segunda-feira, a Comissão da Verdade sobre a Escravidão Negra em Sergipe. O objetivo é resgatar a memória e a verdade da escravidão no estado. “Trata-se de uma ação proativa da Ordem visando contribuir com o processo de formação social da consciência negra e combater o preconceito”, explica Henri Clay Andrade, presidente da OAB. Legal!

Recado

Veja o que o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) postou nas redes sociais: “Os piratas da política de Sergipe, que atacaram os navios da decência e da honra em busca do ouro e do poder, aguardem: a resposta do povo virá”. A quem teria sido dirigida a carapuça? Homem, vôte!

Recorte de jornal

Publicado no jornal Correio de Aracaju, em 31 de março de 1916.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários