A crise das queimadas na selva

0

Essa crise em torno das queimadas no Amazonas foi bom que ocorresse para vir à tona muitos fatos do passado que precisavam ser esclarecidos. É fato que, naquela selva fechada, o fogo brota quase que naturalmente. Um talo de fósforo jogado no chão pode ser apenas um motivador a mais, naquela secudra toda, para o fogo se transformar num fogaréu. Todo mundo sabe disso, e todos os anos é a mesma história. Uma simples fogueira vira um violento incêndio, logo logo uma queimada. No exterior, o que pode parecer criminoso é um fato natural. Mas, na reunião do G7, ocorrida entre sábado e domingo último, o presidente da França deu com os burros n´água na sua intenção de intervir em território brasileiro, para salvar o “pulmão” do mundo o que, de fato, não ao é. Agora é o momento de o governo brasileiro preparar uma revisão das ONGs atuam no território brasileiro, pois há muitas suspeitas que o fogaréu partiu destes centros que defendem interesse estrangeiros. A crise das queimadas do Amazonas já está passando mas é bom ficar de olhos abertos pois coisa pior pode vir por aí. É que as ”queimadas” de agora mexeram no vespeiro que atuam no território brasileiro. O presidente francês, Emmanoel Macron, mexeu com o orgulho nacional, ao dizer que “a nossa casa” está em chamas. Nossa, quem, cara pálida? Não era melhor ter ficado calado?

Ocupação pelas Forças Armadas

Em edição especial, o Diário Oficial da União publicou decreto do Presidente da República autorizando as Forças Armadas a ocuparem o Amazonas por durante os próximos 30 dias, para dar combate aos incêndios criminosos que devastam a floresta. A ocupação começou ontem, 25 de agosto.

O novo suspeito

O Ministro Gilmar Mendes, ocupante de uma cadeira no Supremo Tribunal Federal, isso quando não está em Lisboa cuidando de sua Faculdade de Direito, aquela que recebia patrocínio do governo brasileiro, o que ocorre com mais frequência do que conhece nossas fontes de informação, selou sua sorte ao dizer numa entrevista concedida no Exterior, que “sim, deve muitos favores ao ex-Presidente Lula”, daí porque o defende sempre no Supremo. Já se tem como certo que os demais ministros vão pedir a suspeição dele em qualquer caso que envolva os interesses de Lula.

Bolsonaro acusa ONGS

O Presidente Jair Bolsonaro acusa ONGS de provocarem queimadas. Toda a crise adviria inclusive de fotos “fake” publicadas pelo Presidente da França, pelo ator Leonardo DiCaprio e a modelo Gisele Bundchen. Fotos apócrifos ou não clicadas há mais de dez anos serviram para ilustrar textos em várias partes do mundo.

A culpa de tudo…

O Presidente Bolsonaro tem sua culpa na crise de agora com as queimadas na Amazônia. Logo no início do seu governo, ele desdenhou de uma política ambiental no seu governo. Para ele isso seria “frescurinha” desnecessária. Deu no que deu…

Morre Fernanda Young

A roteirista e escritora Fernanda Young faleceu neste fim de semana, aos 49 anos de idade. Integrante da equipe da Rede Globo era também dedicada ao cinema. Escreveu vários roteiros, sempre levando em conta que “Os Normais” foi um grande sucesso de público. Fernanda Young preparava-se para estrear no dia 12 de setembro um novo seriado.

Acessibilidade nos cinemas

Uma determinação da Agência Nacional de Cinemas, a Ancine, exige que, a partir de primeiro de janeiro do ano que vem, todas as salas de cinema do país serão obrigadas a oferecer aparelhos de acessibilidade para deficientes visuais e auditivos. Na prática isso quer dizer que os cinemas terão que oferecer recursos para áudio-descrição e tradução em Libras para todos os filmes. ”A iniciativa é uma importante forma de inclusão social”, diz o jornalista Marco Antônio Lima, deficiente visual e morador do Rio de Janeiro.

Moro não deve sair

O Presidente Bolsonaro não quer que o Ministro da Justiça, Sr. Sérgio Moro deixe o cargo. Disse isso pessoalmente a ele. É crise entre Moro x Bolsonaro que se expande.

Anote na Agenda

Tome nota na sua agenda para não esquecer: dia 12 de setembro lançamento do livro “Filtro de Luz”, o primeiro romance do Dr. Marcelo Ribeiro. O lançamento está programado para ocorrer no restaurante “Villa Veron”, na Rua Zaqueu Brandão, 598,vizinho ao Colégio José Olino.

Comentários