Agenda de inclusão para SE

0

 

 

O governador eleito, Marcelo Déda (PT) deu ontem uma demonstração de como deve implementar as mudanças no governo estadual. Ao participar de uma reunião-almoço com dirigentes da construção civil, do Sindicato da Construção Civil de Sergipe –Sinduscon, o petista sinalizou que vai manter uma política na construção civil através de um dialogo franco com o sindicato da área. Deda disse que está aberto para democratização das obras e que “vou mudar, mas vou fazer uma mudança com maturidade, tranqüilidade e espírito público, alicerçada na minha vida pública”. Na reunião, Deda recebeu do presidente do Sinduscon, Luciano Barreto, alguns estudos para o futuro governador, como sugestões para democratização das obras públicas, uma nova lei de licitações e o manual de orçamento de obras.

    A bandeira que o Sinduscon está levantando é algo que merece uma analise maior por parte do Governo Federal. Inclusive as sugestões feitas pelo sindicato de Sergipe, para alterar a lei das licitações chamou a atenção do secretário do Ministério do Planejamento, Rogério Santana. Está claro que o setor da construção civil é um dos pilares para o desenvolvimento econômico do país e em particular Sergipe. A luta pela democratização das obras públicas pode começar com a analise custo/benefício e dividindo as grandes licitações em vários lotes para que as pequenas e médias empresas possam participar desde que o custo final não seja onerado.

      Licitações desta forma levariam a uma participação maior das pequenas e médias empresas sergipanas nas obras públicas. Outro ponto importante é a simplificação dos procedimentos da lei das licitações que pode gerar um aumento de competitividade e conseqüentemente o custo menor das obras públicas.  Somente com uma competitividade grande é que o Poder Público conseguirá realizar obras pelo valor justo – evitando o superfaturamento – e o empresário do setor terá sua margem de lucro de acordo com o mercado.

     Aliado a essas medidas é preciso também que o empresariado faça sua parte. O Sinduscon defende que as obras sejam executadas com boa qualidade, que os prazos sejam cumpridos e sejam aplicadas rigorosas punições para as empresas que não cumpram com suas obrigações contratuais. Isso só é possível se o Poder Público fizer sua parte, através de projetos executivos bem definidos e pagamentos em dias. É uma parceria onde as duas partes devem cumprir suas obrigações sem meio termo e, principalmente sem o famoso jeitinho brasileiro.

     Depois que assumiu a presidência do Sinduscon, o empresário Luciano Barreto vem surpreendendo a todos. Ele, que é um grande empresário da construção civil, vem tendo ações que estão fortalecendo as pequenas e médias empresas. Hoje o Sindicato conta com cerca de 100 empresas e pela primeira vez na história fechou o acordo coletivo dos trabalhadores na data base estabelecida, em maio, sem greves e divergências. Ontem ele pediu a Deda que ajude junto a CEF que seja aberto o financiamento para a construção de mil casas para os trabalhadores. “Eles, que com tanto zelo constroem nossas casas merecem ter moradias dignas”, explicou.

   Ao final do encontro os empresários e o futuro governador saíram satisfeitos. Foi um dialogo aberto e franco, que teve como testemunhas alguns membros da imprensa sergipana. Deda sabe que de cada sergipano que recebeu o voto tem um coração aberto cheio de esperanças. Sabe também que os desafios são grandes. Mudar uma máquina carcomida e viciada de longos anos não é fácil. Segurança e emprego são pontos que devem ser prioritários para o próximo governo. De cada um trabalhador direto que é empregado na construção civil cerca de dez outros empregos indiretos são abertos.Um agenda de inclusão para Sergipe pode começar pela construção civil. Como bem disse Deda ontem: “talvez Sergipe tenha reservado para mim a responsabilidade de abrir as cortinas do futuro”.  Tomará que ao abri-las apareça um novo horizonte para todos os sergipanos.

  

Leitores perguntam e o jornalista não responde…

Pô, esses leitores acham que esse pobre jornalista tem que saber de tudo. Ontem vários deles perguntaram, via e-mail o que de tão importante fizeram os ex-governadores da Bahia e São Paulo, respectivamente, Paulo Souto (PFL) e Geraldo Alckmin  (PSDB) para receberem a tão honrosa Medalha da Ordem do Mérito Aparipê? A coluna lembra apenas que os dois foram derrotados nas eleições deste ano, mas o que fizeram por Sergipe…

 

 

Forbes

Ontem, em vários sinais de trânsito, moças distribuíam uma publicidade governamental com oito páginas coloridas e de excelente impressão com a cópia de uma matéria que saiu em fevereiro na revista Forbes Brasil, sobre o turismo em Sergipe. A matéria, que foi paga, já foi objeto de ampla campanha de divulgação no Estado e, pelo jeito, sobrou dinheiro porque foram impressos milhares de exemplares.  Como não tem a logomarca da Embratur a impressão não faz parte dos recursos que chegaram de lá recentemente. Agora, foi gasto muito dinheiro e entregue as revistas sem a definição de um público alvo especifico.

 

Edvaldo garante 13º no dia 13

Os servidores municipais vão receber o restante do 13º salário no dia 13 de dezembro. A maioria já recebeu a primeira parte na data do aniversário. Edvaldo disse que para cumprir esse objetivo teve que cortar em 30% os gastos com custeio. Ao apresentar a decoração de natal, que será inovada com a iluminação em diversos pontos importantes da cidade, Edvaldo anunciou que será colocado um presépio de 400 metros quadrados na praça Fausto Cardoso.

 

Aélio Argolo deixa o PT

O jornalista Aélio Argolo deixou o PT. O jornalista já encaminhou ofício a direção estadual do partido e a juíza do cartório eleitoral comunicando a desfiliação. Apesar das decepções políticas Aélio disse que continuará disputando mandatos e não abriu mão ainda do sonho em ser prefeito do município de Nossa Senhora do Socorro.

 

Nota publicada no blog Radar On-line

Na última quinta-feira foi publicada a seguinte nota no blog Radar On-line, de Lauro Jardim, da Revista Veja: “Micareta picareta na berlinda – O procurador-geral eleitoral de Sergipe, Eduardo Pelella, quer impedir a posse do governador eleito Marcelo Déda. Ele apresentou ao TRE daquele estado pedido de cassação do registro da candidatura do petista. A solicitação é resultado de uma ação de investigação por abuso de poder político e de autoridade por parte de Déda, que contratou uma série de artistas como Fábio Jr, Daniel e Agnaldo Timóteo, em março, quando preparava-se para deixar a Prefeitura de Aracaju. Teoricamente, o tribunal tem até o dia da diplomação para julgar o caso”

 

 

Bandeiras da OBA/Se para 2007

O presidente reeleito da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SE), Henri Clay Andrade, em entrevista coletiva ontem relatou as principais bandeiras que a entidade levantará em 2007. São elas: a indicação do mais votado entre os advogados candidatos que disputarão a vaga de desembargador do Tribunal de Justiça de Sergipe, que surgirá no próximo ano com a aposentadoria do desembargador Pascoal Nabuco; aprofundamento da política de defesa das prerrogativas dos advogados; concurso público para escolha dos conselheiros do Tribunal de Contas e inserção social da OAB por meio dos Conselhos Sociais como mecanismo concreto de interlocução com o Governo Estadual tanto para implantação de políticas públicas como instrumento de controle da administração pública.

 

Helicóptero: começa a aparecer nomes

Depois que a coluna questionou sobre o helicóptero polivalente do Samu, Polícia, deslocamentos do governo e outros fins, começaram a aparecer nomes de empresas e empresários que seria os responsáveis pelo mesmo. Por enquanto as informações estão sendo checadas. Um detalhe chama a atenção: se estiver sendo pago mesmo pelo órgão que a coluna foi informada é estranho que esteja sendo usado na área da saúde. 

 

30% ainda não prestou contas da campanha

Matéria publicada na Folha de São Paulo de hoje revela que dos 20 mil candidatos que disputaram algum cargo nesta eleição em todo país, 6.012 (30%) ainda não prestaram contas à Justiça Eleitoral sobre quanto gastaram e de onde veio o dinheiro que bancou suas campanhas.A relação de todos os candidatos em débito com a Justiça Eleitoral aponta que o PDT é o partido com o maior número de pendências: faltam 312 contas de integrantes da sigla. Na seqüência, estão os nanicos PSC (299), PT do B (298) e PHS (289), e o PPS (287). Dessa lista, apenas o PDT “sobreviveu” à cláusula de barreira imposta nesse ano. O PPS optou por uma fusão com PHS e PMN e passou a se chamar MD (Mobilização Democrática).

 

A partir de segunda, 04, o Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Federal de Sergipe estará participando do 19º Congresso da Federação de Sindicatos de Trabalhadores das Universidades Brasileiras-CONFASUBRA, em Luzitânia, estado de Goiás.O Congresso, que reunirá cerca de 1.000 trabalhadores técnicos administrativos das universidades brasileiras e convidados, significa, segundo Joseilton Nery Rocha, presidente do SINTUFS,

a instância mais importante de deliberação da categoria. No Congresso, dentre outros assuntos, que serão debatidos e deliberados, destacam-se os seguintes temas: A conjuntura nacional e internacional; A reforma universitária e o projeto Universidade Cidadã para os Trabalhadores: autonomia, financiamento e acesso. A UFS será representada no Congresso por 12 delegados eleitos pelos colegas na Assembléia Extraordinária realizada no último dia 27.

 

Menina morreu por causa de uma encefalite viral

De um leitor da área médica: “Sabe aquela história da menina Bruna Mayara que morreu este mês de novembro após ser atendida no Hospital Zona Norte  e um monte de gente se aproveitando da dor da família jogaram lenha na fogueira para que eles denunciassem a Prefeitura? Você viu que já faz alguns dias que o povo se calou e já procuraram outro paciente para alvo? Sabe por quê? Saiu o resultado do exame da menina e a causa morte foi encefalite viral, nada a ver com o Plasil que foi administrado na garota, apenas uma coincidência. O vírus levou a garota a ter convulsões e como é de difícil diagnóstico clínico, já que os sinais que ela apresentou são muito comuns às mais diversas doenças, poderia ter acontecido em qualquer lugar e por qualquer profissional que fosse atendida”.

 

Frase do Dia

“O profissional não é aquele que não possui problemas, mas sim aquele que aprendeu a enfrentá-los e a resolvê-los”.Dink Erik Wolter.

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários