Comissionados vão ser demitidos

0

Babado forte na Prefeitura de Aracaju: o Prefeito prepara uma péssima noticia para os ocupantes de cargos em comissão – algo em torno de cinco mil servidores. Eles seriam exonerados nas próximas horas, por exigência do Tribunal de Contas, para que a Prefeitura faça economia com vistas ao pagamento do 13º salário. O TCE ameaça o ordenador de despesas, no caso o Prefeito João Alves, de medidas duras se for passado o calote no décimo terceiro salário. Há dois dias, o Prefeito João Alves organiza os decretos de demissão de todo esse pessoal. Vai deixar muito neguinho desesperado e sem dinheiro justamente nas proximidades do final do ano. Mantendo os comissionados a Prefeitura não teria como fzer economia para saldar o 13º.

Na Orla, manifestação pela vaquejada

No próximo domingo, na Orla de Atalaia haverá uma manifestação em protesto pela decisão do Supremo Tribunal Federal de proibição de vaquejadas em todo o Estado. O deputado Jairo de Glória, em pronunciamento ontem na Assembleia Legislativa, anunciou a manifestação e convidou deputados e outros políticos para  manifestação. Segundo o parlamentar, o que se quer também é acabar com as cavalgadas que se realizam em todo o Nordeste, sempre com boa presença de público e admiradores do esporte.  O parlamentar disse que a proibição da vaquejada vai afetar a vida econômica do Nordeste e, particularmente, no Estado de Sergipe. Em todo o Nordeste vão ser realizadas manifestações neste domingo pela volta da liberação da vaquejada.

Jairo faz críticas ao governo

Aliás, na quinta-feira, o deputado Jairo de Glória – que não é muito de usar a tribuna da Assembleia – foi a grande estrela da sessão ordinária. É que, no seu pronunciamento, pareceu sinalizar para um rompimento político com o governador Jackson Barreto. Ele iniciou seu discurso registrando que a cidade de Glória está em polvorosa com a sensação da falta de segurança. Registrou o caos que se encontra o presídio de
Gloria, onde a semana passada fugiram mais de 70 detentos, todos perigosos. “O governador precisa dar uma sacudida no seu governo para melhorar atenção ao povo em geral”, frisou ele. “Foi preciso uma intervenção militar para que fossem apreendidas no presídio celulares, armas brancas e até dinheiro”. Em aparte, o deputado Samuel Barreto, defendeu o fechamento do presídio de Gloria, transferindo os detentos que ali estão para outros presídios, como Estância , Tobias Barreto, Areia Branca, etc. Segundo Samuel não é admissível que se retirem cem homens do policiamento das ruas para fazer uma vistoria no presídio de Glória. Já o deputado Venancio Fonseca  disse que o discurso de Jairo mostra a impaciência que já começa a tomar conta da bancada do governo, por causa da incompetência do governador Jackson Barreto.

Aprovação de PEC facilita vida do líder

O líder do governo, o deputado André Moura, faturou, em primeira votação, a aprovação folgada da Emenda Constitucional que limita os gastos públicos e reputada de grande importância para o equilíbrio fiscal. Como time que está ganhando não se mudam os jogadores, dificilmente, o líder André Moura será defenestrado desse cargo estratégico para o governo de Michel Temer. A não ser que suas pendências com a Justiça eleitoral se compliquem

Como combater os boatos?

A campanha do Sr. Edvaldo Nogueira à Prefeitura de Aracaju deve ficar atenta aos boatos que circulam pelos recônditos da cidade, todos tentando explorar a ojeriza que o povo – leia-se: o eleitor – tomou com relação ao Partidos dos Trabalhadores. Por esses boatos, Edvaldo Nogueira não passaria mais do que um ano e meio à frente da Prefeitura, pois ele renunciaria por uma candidatura a deputados, ou estadual ou federal, conforme lhe soasse melhor. Neste caso, ele renunciaria, passando a Prefeitura de Aracaju para sua vice, que é Eliane Aquino. Pronto: aí o PT estaria de novo no Poder. O fato é que Edvaldo Nogueira nunca se desvinculou “in totum” de sua imagem de “petista”, embora sempre fosse do PCdoB. Os adversários de agora vão explorar o fato de que sua vice é do PT, e num tempo passado, foi mulher do governador Marcelo Deda, para espalhar o boato maldoso da renuncia. Outro boato também espalhado pelos adversários de Nogueira é que seu Secretario de Saúde na Prefeitura seria o dr. Rogério Carvalho, petista de quatro costados, presidente do partido. Numa campanha eleitoral, como se sabe, o pior vírus é do boato, tal como ocorre agora. Como combatê-lo? Desmentindo-o, sem procurar não ferir suscetibilidade? Ou simplesmente ignorá-lo, deixando ele fazer o estrago que pode ser grande? Há uma ainda, a descoberto, uma forte campanha contra a viúva de Deda, dizendo que ela é “forasteira” e que, portanto, não pode “herdar” qualquer órgão público. É coisa feia, sô…
  
Os novos soldos da Polícia

Já está na Assembleia Legislativa para a devida apreciação dos senhores deputados o projeto de lei complementar que fixa o subsídio mensal dos servidores militares do Estado, conforme determina a Constituição, e também projeto que dispõe sobre a progressão por tempo de serviços dos servidores militares do Estado. Depois da aprovação pela Assembleia (o que pode ocorrer já na próxima semana) um Coronel da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de Sergipe perceberá de subsídio 25 mil reais. O Tenente Coronel, 21.145,00. O Major, 17.935,62. O Capitão, R$ 15.104,00. O 1º Tenente, R$ 12.498,82. O 2º. Tenente, R$ 10.535,44. O Aspirante, R$ 9.236,39. O Subtenente, R$ 9.005,98. O 1º Sargento, R$ 8.100,78. O 2º Sargento, R$ 7.060. O 3º. Sargento, R$ 6.009,00. O Cabo, R$ 5.695,90. O Soldado de 1ª. Classe, R$ 4.805,69. O soldado de 2ª. Classe, R$ 4.505,090. O Soldado de 3ª. Classe R$ 3.370,00 . A tabela de ajuda de custo também sofre alteração. Um Coronel perceberá R$ 2.000,00.  E um soldado de 3ª. Classe, R$ 360,00. A retribuição financeira transitória pelo exercício eventual de atividade extraordinária, o RETASE, pagar[a R$ 600,00 ao oficial superior, R$ 400, ao oficial intermediário, R$ 350,00 ao oficial subalterno, R$ 250,00 aos subtenentes e sargentos, e finalmente R$ 200,00 aos Cabos e Soldados.

         …e para encerrar…

Merito –  A Assembleia Legislativa faz sessão especial para entregar a Medalha do Mérito Parlamentar ao empresário Manoel do Prado Vasconcelos Filho. A sessão vai ser às 17h.

Comentários