Dia de festas e expectativas

0

O primeiro dia de 2009 foi de muita festa para os 74 prefeitos (Glória terá uma nova eleição) e 692 vereadores sergipanos e de muita expectativa para a população. Enquanto os eleitos em outubro tomavam posse, o eleitorado acompanhava os discursos dos novos executivos e legisladores, que vão comandar os destinos políticos dos municípios pelos próximos quatro anos. Boa parte dos prefeitos recebeu municípios endividados e com as folhas de pessoal inchadas. Alguns prometem fazer auditorias, enquanto outros vão trabalhar para resgatar a certidão negativa junto ao INSS, pois sabem que se não regularizarem a situação previdenciária, não poderão captar recursos federais. Os prefeitos reeleitos não poderão fazer o surrado discurso de “terra arrasada”, mas certamente recorrerão à crise financeira para justificar redução de despesas e, consequentemente, o não atendimento de boa parte das promessas de campanha. Portanto, sem querer desanimar os mais esperançosos, mais uma vez mudaram os figurinos, mas o reisado continuará o mesmo.

 

Posses e eleição

 

Em Aracaju a posse do prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) transcorreu conforme o acertado pelo cerimonial: sem novidades. Primeiro ele foi à missa na Catedral Metropolitana e depois seguiu para o auditório do Tribunal de Justiça, onde a Câmara Municipal instalou a 1ª seção do ano. Lá, foi empossado prometendo continuar o trabalho iniciado pelo hoje governador Marcelo Deda (PT) e mantido por ele. Antes da posse de Nogueira, os 19 vereadores elegeram a nova Mesa Diretora do Legislativo, que será presidida pelo experiente Emanuel Nascimento (PT). Edvaldo também anunciou que convidará a vereadora Karla Trindade (PC do B) para assumir uma Secretaria, visando abrir espaço na Câmara para o suplente Chico Buchinho (PT).

 

Cuidado com o cheque

 

Consumidores e comerciantes devem ficar atentos na hora de preencher ou receber cheques. A atenção redobrada é exigida por conta de um erro muito comum cometido, especialmente, em janeiro: a troca do ano corrente pelo ano anterior. Embora não sejam obrigados por lei, os bancos costumam aceitar cheques preenchidos com a data do ano anterior até o final deste mês. Para evitar qualquer problema, emita sempre cheques nominais e cruzados e não deixe que outra pessoa preencha as folhas.

Sem aumento

Uma boa notícia para quem fez empréstimo consignado: apesar da preocupação com a crise financeira global, a tendência é de manutenção das taxas de juros em crédito consignado para aposentados, pensionistas e trabalhadores da iniciativa privada. Em relação aos aposentados e pensionistas do INSS, não deverá haver aumento na taxa de juros, que está em 2,5% ao mês. Especialistas consideram esse percentual muito bom, se comparado com outras alternativas no mercado.

Movimento esperado

Os bancos voltam a funcionar normalmente às 9 horas desta sexta-feira, depois de dois dias fechados ao público. A expectativa dos gerentes é a de que o movimento hoje seja dos maiores por ser início de mês e porque muita gente vai se apressar para cobrir cheques passados a maior durante o feriadão de fim e começo de ano. As contas vencidas anteontem e ontem, como água, energia e telefone, podem ser pagas hoje sem acréscimo de juros.

De olho nos “gatos”

Preocupada em aumentar seu faturamento mensal, a Deso vai intensificar este ano o combate a prática de ligações clandestinas, os chamados “gatos”. No momento em que exista a suspeita de que existe a irregularidade, é acionada a equipe de fiscalização para
averiguar a situação. Se constatado o “gato”, o usuário é notificado e passa a estar
sujeito às sanções, inclusive penais, por furto de água. A Deso explica que com a ligação clandestina o consumo é indiscriminado, lesa a empresa e obriga a um aumento nos custos da prestação do serviço.

Era do calote


Como a atividade econômica desacelerou, a inadimplência das pessoas físicas — medida pelo número de operações com pagamento atrasado há mais de três meses — chegou a 7,8% em novembro, último dado disponível e maior índice da década. Segundo cálculo de especialistas, o número vai avançar pelo menos até 8,3% no primeiro semestre. Há quem entenda, contudo, que, mesmo que haja aumento do desemprego, a elevação do salário mínimo vai dar uma segurada na massa de renda e impedir o avanço da inadimplência. Tomara!

 

Conta-salário

A partir desta sexta-feira, todos os trabalhadores da iniciativa privada poderão receber o salário em contas livres de taxas ou impostos e não estarão obrigados a ter conta corrente em banco indicado pelo patrão. Pelas regras, o vencimento será depositado obrigatoriamente numa conta-salário, em banco escolhido pelo patrão. E o trabalhador poderá resgatar ou mesmo transferir o dinheiro para o banco de sua escolha, sem custos. A chamada conta-salário não tem taxa de manutenção, nem de emissão de cartão de débito.

Novas regras

 

Já estão em vigor as novas regras para tirar carteira de habilitação. A resolução 285 do Contran prevê um aumento na carga horária dos cursos de formação de motoristas.

Agora, os condutores serão submetidos a 45 horas de aulas teóricas – antes eram 30 horas – e 20 horas de curso de direção veicular, em vez das 15 horas de aulas práticas exigidas anteriormente. Com a mudança, sobe de 12 horas para 18 horas o total de carga horária do curso teórico sobre legislação de trânsito; de 8 horas para 16 horas o total de aulas de direção defensiva; e de 2 horas para 3 horas o curso sobre noções sobre o funcionamento do veículo de duas ou mais rodas.

 

Reunião palaciana

 

O governador Marcelo Dáda (PT) reúne hoje, seu secretariado para discutir as ações para 2009. Será às 10 horas no Palácio de Despachos. O petista vai tirar férias por 15 dias e quando retornar ao “batente” voltará a se reunir com os auxiliares. Déda pretende que a máquina pública seja mais ágil para tirar do papel projetos em áreas importantes como obras, turismo, segurança pública e educação.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários