Diálogo flácido

0

Com o Legislativo em recesso e o Executivo em ponto morto, o que é natural no início do ano, a classe política se encarregada de alimentar a imprensa com fofocas e informações desencontradas sobre as eleições municipais. As assessorias dos pré-candidatos se esforçam para mantê-los presentes na mídia, enquanto os adversários destes ‘plantam’ notinhas visando desgastá-los. Vai ser assim até bem depois do Carnaval, quando os partidos chamarão o feito à ordem e começarão, de verdade, a discutir as prováveis candidaturas a prefeito. Até lá, tudo que se diga ou escreva não passa de lorota ou, como dizia um intelectual sergipano, de “diálogo flácido para acalentar bovino”.

Comes e bebes

A última confraternização deste período entre políticos e jornalistas vai acontecer sábado da semana que vem. Terá como anfitrião o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) e será realizada na Atalaia Nova, praia localizada na Barra dos Coqueiros. Trata-se do comes e bebes mais esperado pelos coleguinhas. É que, diferente daqueles onde quem “paga” a conta abusa dos discursos, o almoço de Valadares dispensa o enfadonho blá, blá, blá.

Abra o olho

Com a mudança de ano, os correntistas devem ficar atentos ao preencher os cheques. Desde o último domingo, os cheques devem ser preenchidos com o ano de 2012. Durante o mês de janeiro, para os cheques que forem datados com 2011, os bancos irão adotar procedimentos de verificação para checar se a folha não foi emitida além do prazo permitido em norma para sua compensação. Caso seja comprovado que houve um equívoco do cliente no preenchimento do cheque, a compensação ocorrerá normalmente.

No comando

O vice-governador Jackson Barreto (PMDB) voltará à chefia do Executivo nos próximos dias. Vai substituir o titular Marcelo Déda (PT), que sairá de férias por cerca de 10 dias. A data para a transmissão de cargos ainda não foi confirmada pelo cerimonial do Governo, mas sabe-se que o petista pretende descansar com a família numa praia do Nordeste.

Mutirão Fiscal

Débitos fiscais no valor de R$ 100 milhões foram negociados por empresários sergipanos durante o Mutirão Fiscal organizado pela Secretaria da Fazenda e Procuradoria Geral do Estado. O índice de adesões proporcionou um incremento de 80% na arrecadação mensal com os parcelamentos. Resta saber quanto por cento dos acordos firmados serão honrados com o Fisco estadual.

Olho da rua

Cerca de 40 empregados do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Lagarto, foram demitidos ontem. Segundo o portal Lagartense, a direção da casa de saúde apenas comunicou ao pessoal sobre a demissão, mas não informou quando vai pagar os direitos trabalhistas e os salários atrasados. Os trabalhadores dispensados se reúnem hoje com o Sindicato dos Trabalhadores na Área de Saúde do Estado. O hospital está à beira da falência.

Sol perigoso

O número de pessoas com câncer de pele deve aumentar neste ano. A previsão é do Instituto Nacional do Câncer (Inca). A doença responde por 25% do total de tumores malignos detectados no país e é o tipo de câncer mais comum em pessoas com mais de 40 anos. A recomendação é que as pessoas estejam atentas para o uso do protetor solar, sobretudo durante o período de férias de verão. Chapéu de abas largas, sombra e água fresca também ajudam a espantar a doença.

Homenagem

A direção do Shopping Prêmio, em Socorro, fez uma homenagem ao deputado estadual José Franco (PDT). Foi colocada uma placa na praça de alimentação citando o parlamentar como um dos maiores incentivadores para que o empreendimento fosse construído naquele município. Segundo o empresário Emanoel Oliveira, logo que ele teve a idéia de construir um shopping, o deputado Zé Franco o procurou para que a obra fosse executada em Socorro.

Simples

Prossegue aberto até o dia 31 deste mês o prazo para a entrada de micro e pequenas empresas no Simples Nacional. Também já está valendo o ajuste das faixas de enquadramento das empresas no sistema. O limite para a microempresa ingressar no Simples Nacional passa de R$ 240 mil para R$ 360 mil, e o da pequena, de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões.

Do baú político

Você sabia que Aracaju foi fundada pelos fenícios? Pelo menos foi o que concluiu o professor austríaco Ludwig Schwennhagen. No livro ‘Verbetes Aracajuanos’, o escritor o jornalista Luiz Antônio Barreto conta que Ludwig encontrou grandes aterros em Aracaju. Segundo o mestre vienense, os aterros, que barravam o avanço do mar, teriam sido trabalho da engenharia egípcia a serviço dos fenícios. Schwennhagen defendeu a tese de que a capital sergipana teria sido uma cidade marítima fundada pelos fenícios, em duas palestras que realizou em janeiro de 1926 no Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, e em carta datada de Aracaju da mesma época ao Dr. Paulo de Magalhães. O professor é o autor da Antiga História do Brasil, cujo único volume foi editado pela Imprensa Oficial do Piauí em 1928. Luiz Antônio informa ainda que a parte referente a Sergipe, fruto das observações de Schwennhagen e das pesquisas custeadas pelo Governo Graccho Cardoso, não chegou a ser divulgada no livro do professor austríaco.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais