João patina na frente

0

Embora lidere com folga a corrida para a Prefeitura de Aracaju, o ex-governador João Alves Filho (DEM) deve ter ficado aperreado com o crescimento de seus adversários e com sua estagnação na dianteira. É o que revela pesquisa do Instituto Opinião Pesquisa e Marketing. Pré-candidato a prefeito desde que perdeu as eleições para o governo de Sergipe, o demista patina em cima de 39,8%, enquanto o deputado Adelson Barreto (PSB), que só um dia desse anunciou o desejo de participar do pleito, já aparece com 14,7%, seguido pelo deputado federal Valadares Filho (PSB) com 10,3%. O petista Rogério Carvalho (PT) é o quarto com 8,9%. Almeida Lima (PPS) teve 7,5%, Ana Lúcia, 5%, Laércio Oliveira (PR) e Vera Lúcia (PSTU), 2% cada. Os demais pesquisados ficaram abaixo de 1%. Juntos, os prefeituráveis aliados do governo obtiveram 41,9% das intenções de votos, portanto, na frente de João. Quando a campanha começar pra valer, dificilmente o ex-governador manterá os atuais 39,8%.

Coisa feia

O deputado federal Rogério Carvalho (PT) e o advogado João Fontes (PV) deram uma de meninos brigões e, portanto, mal educados durante a posse do empresário Laurinho da Bonfim (PR) como senador. Ao se encontrarem no interior do Senado, os dois começaram a se agredir verbalmente, um chamando o outro de ladrão. Quase foram aos safanões. Que papelão, rapazes!

Casa cheia

Mais de 100 sergipanos, entre políticos, amigos e familiares de Laurinho da Bonfim, foram ontem à Brasília prestigiar o novo senador sergipano. Ele assumiu por quatro meses em substituição a Eduardo Amorim (PSC), que se afastou para se submeter a uma cirurgia no joelho. Os senadores Antônio Carlos Valadares (PSB) e Maria do Carmo Alves (DEM) conduziram Laurinho à mesa da Casa para prestar o tradicional juramento.

Dnit tartaruga

Os mais de 20 mil habitantes do bairro Cidade Nova, em Estância, estão revoltados com a demora do Dnit em construir uma passarela sobre a BR-101, que cruza a localidade. Segundo o deputado estadual Gilson Andrade (PTC), uma mureta construída para separar as duas pistas da rodovia está colocando em risco a vida dos moradores que tentam atravessar a BR-101 “No início de novembro, o Dnit prometeu derrubar a mureta e sinalizar o trecho, porém até agora não fez nada”, reclama o parlamentar.

Valmir reage

O prefeito de Lagarto, Valmir Monteiro (PSC), promete denunciar à Corregedoria da Polícia Militar o cabo Gilson Secundo, que o acusou de abuso de autoridade. Conforme o policial, Monteiro teria tentado impedi-lo de apreender motocicletas pilotadas por adolescentes. Segundo Valmir, foi o cabo quem o tratou com ignorância, com estupidez, alisando a arma que carregava na cintura. “Parece até que ele dormiu embaixo da cama da esposa e acordou com um tremendo mau humor”. Misericórdia!

Vice do DEM

O DEM elegeu ontem em Brasília sua nova executiva nacional e confirmou o senador José Agripino na presidência do partido. O deputado federal Mendonça Prado foi eleito vice-presidente para assuntos relativos aos diretórios estaduais. Tido como possível presidenciável, o senador Demóstenes Torres lembrou uma frase do deputado federal Ronaldo Caiado: “É melhor ser cabeça de cachorro do que ser rabo de leão”. Homem, vôte!

Pé de ouvido

A assessoria do PSC distribuiu uma notinha com a imprensa sergipana destacando uma conversa entre o dublê de empresário e político Edvan Amorim (PTB) e o senador mineiro Aécio Neves (PMDB). Após informar que durante a posse do senador Laurinho da Bonfim os dois conversaram descontraidamente, a nota conclui: “Amorim tem forte influência política no Norte de Minas e já esteve presente em eleições de prefeitos, deputados estaduais e federais”.

Portas abertas

O Museu da Gente Sergipana foi aberto ontem ao público. Construído pelo Banco do Estado de Sergipe (Banese), em parceria com o governo do Estado, o museu, em seu primeiro dia de funcionamento, proporcionou momentos inesquecíveis aos seus primeiros visitantes. Todos ficaram fascinados com o empreendimento, um verdadeiro presente de Natal para os sergipanos.

Nova visão

Já repararam como, de repente, os prefeituráveis começaram a enxergar que o povo vive na miséria? Um bom exemplo é o padre Inaldo, que pretende disputar a Prefeitura de Socorro. Só agora ele começa a apontar defeitos da administração do prefeito Fábio Henrique (PDT). Segundo o vigário, o bairro Novo Horizonte tem carências gritantes em infra-estrutura, como esgotos a céu aberto, ruas sem pavimentação, lixo e lama. Ó, Céus!

Do baú político

No final da década de 80, o radialista Laércio Miranda foi derrotado para a Câmara Municipal de Aracaju por um criminoso boato espalhado, no dia da eleição, pelo radialista Paulo Brandão. Tido como eleito por todas as pesquisas, Laércio quase morreu ao ouvir, logo cedo, Brandão afirmar na rádio Atalaia/AM: “Tenho duas notícias: uma boa e outra ruim. A boa é que o competente Laércio Miranda recebeu um convite irrecusável da rádio Sociedade da Bahia para apresentar um programa policial. A ruim é que, diante de sua transferência imediata para Salvador, ele renunciou à candidatura”. Desesperado, o candidato tentou reverter o boato, que corria nos bairros de Aracaju igual a rastilho de pólvora. Não conseguiu e perdeu a eleição. Quando era indagado sobre o que pretendia fazer com o fofoqueiro Paulo Brandão, Laércio afirmava simplesmente: “Vou fazer o que? Não se mata o que não se come.”.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários