MAIS DE QUATRO MIL PESSOAS PARTICIPARAM DA SOLENIDADE DE ABERTURA DO 17º CBC EM SANTOS

0

Mais de quatro mil pessoas lotaram, na noite deste domingo, o salão Via Láctea, do Mendes Convention Center, em Santos (SP). O local serviu de palco para a abertura do 17º Congresso Brasileiro de Contabilidade, o maior evento da classe contábil do país. “Minha esperança é de que esse exército possa dar sentido aos rumos da Contabilidade”, disse o presidente do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), José Martonio Alves Coelho, durante o seu discurso.

 

O ponto alto do evento foi a entrega da medalha “Mérito Contábil João Lyra”, a mais alta condecoração do meio contábil. O homenageado da noite, o contador José Maria Martins Mendes, contagiou a todos com sua emoção durante o discurso. “Orgulho-me de ser contador”, afirmou. Ele recebeu a medalha das mãos do presidente do CFC e agradeceu a honraria que dedicou a cada um dos que fazem parte da classe.

 

Já o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) arrancou aplausos dos profissionais e demais convidados quando noticiou que o projeto de Lei que trata do Exame de Suficiência foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados este mês. “São ações como estas, capitaneadas pelo presidente Martonio, que marcam a Contabilidade”, disse.

 

Outro destaque da solenidade foi a entrada triunfal dos 27 presidentes dos Conselhos Regionais de Contabilidade, acompanhados por militares do Exército do 2º Batalhão de Caçadores de Santos que carregavam bandeiras dos respectivos Estados, ao som de músicas folclóricas.

 

Compuseram a mesa principal o presidente do Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo (CRCSP), Luiz Carlos Vaini; os deputados federais: Arnaldo Faria de Sá e Augusto Nardes; o secretário de Turismo de Santos, Eduardo Bandeira; o vice-presidente de São Vicente, Paulo de Sousa; o delegado da Receita Federal em Santos, Luiz Roberto Trevisani; o presidente da Fenacon, Carlos José de Lima Castro; o presidente do Instituto Brasileiro dos Auditores Independentes (Ibracon), Edison Arisa Pereira; a presidente da Fundação Brasileira de Contabilidade (FBC), Maria Clara Cavalcante Bugarim; o vice-presidente da Associação Interamericana de Contabilidade (AIC), Luiz Alberto; o secretário-geral do 17º Congresso Brasileiro de Contabilidade, Pedro Ernesto Fabri, e o presidente da Federação Nacional dos Estudantes de Ciências Contábeis, Welbert Fernandez.

 

Uma viagem ao túnel do tempo

A solenidade de abertura do 17º Congresso Brasileiro de Contabilidade iniciou por volta das 21h, com uma retrospectiva dos Congressos Brasileiros de Contabilidade realizados até então. Atores interpretaram os discursos dos presidentes das cerimônias realizadas na década de 40 aos dias atuais.

 

Telões exibiram imagens dos principais fatos do cenário político, econômico e social do País, ilustrados por canções interpretadas na voz da cantora Cláudia. A valorização do civismo durante o evento ilustrou fielmente o lema do 17º Congresso Brasileiro de Contabilidade: “Contabilidade: Instrumento de Cidadania”.

 

* João Evangelista é jornalista, publicitário, assessor de Comunicação do CRC/SE, bacharel em Direito, pós-graduado em Jornalismo “Político/Econômico” e professor universitário. joaoevangelista@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários