Pipa (RN): ruas, cores e paisagens naturais

0
Pipa, além da praia, é um complexo turístico cheio de atrações para todos os gostos no litoral sul do Rio Grande do Norte

Passear pelas ruas de Pipa é encontrar os diversos sotaques em um vilarejo charmoso e vibrante. Noturna, Pipa parece acordar mais tarde quando turistas e moradores se encontram para curtir o pôr do sol e lotar bares, restaurantes, ateliês de arte e centros de artesanato. Localizado no município de Timbau do Sul, a poucos 85km de Natal, o vilarejo está para os potiguares como a praia do Forte e o Morro de São Paulo, para os baianos; ou Porto de Galinhas, para os pernambucanos e o mundo. Por conta de todo esse burburinho, Pipa se configura como uma atração além de um bate e volta.

Lagoa de Guaraíras e braços de mangues é o primeiro passeio saindo de Timbau do Sul

O nome Pipa origina-se dos portugueses, quando avistaram uma pedra em formato de barril, já que em terras lusitanas pipa é a denominação dos barris de vinho ou azeite. Primeiramente uma vila de pescadores, descoberta por sufistas, logo a tranquilidade e a beleza fizeram surgir os primeiros turistas, hoje reduto mundial.

Em Cacimbinhas, falésias são atrações desenhando a praia de mar esverdeado

O complexo turístico de Pipa abrange passeios em lagoas, reservas naturais, praias, piscinas naturais, assistir ao pôr do sol em mirantes e falências, avistagem de golfinhos, além de descanso em bons hotéis e aguçar o paladar nos diversos restaurantes. Dentre as opções, destacam-se: as praias de Malembá, Timbau do Sul, do Giz, Cacimbinhas, do Madeiro, do Centro, do Amor, das Minas, Sibaúma, Barra do Cunhaú e a Baia dos Golfinhos.

Passeio de lanchas que saem para avistagem de golfinho, banho de argila na lagoa dos Guaraíras

O passeio a lagoa do Guaraíras é uma das atrações e pode inicia na praia de Timbau.  Embarcações percorrem um trajeto da lagoa e fazem três paradas: de avistagem de golfinhos, entre braços de mangues para banho de argila e em um banco de areia, onde se pode comer churrasquinhos de lagosta, acompanhado de um coquetel.

Praia de Timbau do Sul é uma das atrações

Em Cacimbinhas, a poucos metros de Timbau, a atração é a extensa faixa de areia emparedada por falésias multicores. A praia é uma das mais apreciadas por turistas que curtem caminhada e pouco burburinho durante a semana.

Falésias de Cacimbinha são atrações do complexo de Pipa é que devem ser visitadas

Depois de passar o dia entre lagoas e falésias, a dica é adentrar na agitada vida do vilarejo de Pipa. Veja o pôr do sol no mirante dos Golfinhos, com vista para a praia do Centro. Percorra as charmosas vielas do Centrinho, que sempre tem uma agradável surpresa a oferecer.

Praia do Amor em formato de coração

Embarque no tratrem, um misto de trem puxado por trator estilizado que leva turistas até o Chapadão. De lá, os turistas terão as famosas vistas da praia do Amor.

Turistas avistam a bela paisagem dos paredões, uma das atrações de Pipa

Conta a história que todos os casais que visitam o chapadão devem tirar uma foto com vista para a praia do Amor. Abençoado será, até por conta do formato de coração da praia.

Do outro lado, a beleza se completa com um misto de paredões, formações rochosas que se debruçam sobre o mar. Sem sombra de dúvidas, a paisagem é uma das mais belas do Complexo de Pipa. No retorno, vale descansar em um dos vários bares e restaurantes do Centro com vista privilegiada da baía. Pipa só está acordando.

Charmosas vielas e ruas de Pipa acordam no final da tarde

Dicas de viagem

O passeio completo bate e volta partindo dos principais hotéis de Natal e disponibilizado pela Potiguar Turismo (CVC Natal), custa R$ 65 mais R$ 50 passeio de escuna pela lagoa do Guaraíras (opcional)  e R$ 15 o tratrem. Telefone (84) 3343-6435.

Vista da melhor selfie, do barco chegando e da paisagem turística

O guia de turismo Radamés é um dos que compõe a equipe da CVC Natal e presta serviços à Potiguar Turismo. Profissional, é um verdadeiro artista e contador de história, conhece a região e é recomendado para quem visita o Rio Grande do Norte. Telefone (84) 99811 5567.

Ruas de Pipa atraem gente jovem no final da tarde, quando lojas e bares iniciam o burburinho noturno

O acesso a cidade de Baía Formosa é fácil partindo pela BR 101, entre João Pessoa e Natal. A estrada a esquerda para quem parte de Natal é por Goianinha e não tem errada, é sinalizada e com moradores solícitos, sempre dispostos a ajudar.

Chapadão foi cenário de abertura do Fantástico, da Rede Globo

O passeio bate e volta partindo de Natal pela Potiguar Turismo tem como base de apoio o restaurante Marupiara, uma boa opção para se conhecer também as falésias da praia de Cacimbinha. Do restaurante, há um acesso com uma escada para a praia. O cardápio do Marupiara é variado e deve-se solicitar o prato ainda antes de seguir para o embarque do passeio. Não há indicação de outras opções.

As multicores tiaras da Dona Sandra são feitas com técnica de macramê, vendidas a R$ 20

O bate e volta para Pipa é recomendado para quem quer somente conhecer panoramicamente. A cidadezinha merece, ao menos, um pernoite.

O tratrem (R$15) leva os turistas do centrinho até o Chapadão, de onde se avista a Praia do Amor. Vale a pena pegar o transporte para quem tem pouco tempo na cidade.

Gastroterapia

O spaghetti com camarão é molho de tomate caseiro tem sabor apurado no restaurante Marupiara

O restaurante Marupiara tem um cardápio variado de frutos do mar e especialidades nordestinas, como a carne de sol. Os pratos variam entre R$ 60 a R$ 90 e são fartos. Em Natal, o camarão é uma boa opção, já que o crustáceo é encontrado em abundância. Vale a dica. O espaguete de camarão com molho caseiro é um dos pratos disponibilizados no cardápio para quem quer apreciar uma massa típica italiana. Serve duas pessoas. (R$ 85)

Bolinhos de goma da Cícera: tradicional, castanha ou de coco

Não deixe de apreciar como sobremesa os bolinhos de cola da Cícera. Vendidos o pacote a R$ 5, há maus de cinco anos, ela comercializa o tradicional, com coco seco e com castanha.

*Visitei os atrativos de Pipa e o restaurante Marupiara com o apoio da Potiguar Turismo, base da CVC Natal

Siga-nos          Instagram                        Facebook                      Tô no Mundo

Comentários