Responsabilidade dobrada

0

 

  Peço aos leitores hoje a compreensão para que possa escrever diretamente a todos vocês que vêm acompanhando diariamente esta coluna na Infonet. Ontem, ao lançar o livro “A Liberdade da Expressão”, tive uma grande satisfação ao constatar a importância deste espaço no atual contexto jornalístico do Estado. Se neste momento faltam palavras de modéstia, sobram palavras de gratidão e carinho para todos aqueles que estiveram presentes no evento e vários outros, que por motivo superiores não tiveram a oportunidade de comparecer ao ato.

   Confesso que tinha uma dimensão do crescimento desta coluna pelo número de acessos diários, pelos diversos e-mails que respondo diariamente e principalmente pelo respeito e admiração como venho sendo tratado pelos segmentos representativos da nossa sociedade, sem falar na razão principal desta coluna que é você leitor, que interage diariamente sugerindo, fazendo a pauta, enviando denúncias, críticas e elogiando os textos publicados neste modesto espaço.

  Como escrevi no livro reafirmo que o trabalho realizado nos últimos meses poderia ter sido feito por outro colega de imprensa. Acontece que estive no local certo, no momento exato. Desde jovem tenho a característica de não me conformar com o que parece a lógica para a maioria. Em 1985, no último ano de estudo na então Escola Técnica Federal – onde estudei edificações –  militante do Partido Comunista Brasileiro, o saudoso Partidão, fui o presidente fundador da União Metropolitana dos Estudantes Secundaristas de Aracaju – Umesa, que hoje é uma das entidades representativas dos estudantes sergipanos.

   Por fim agradeço a todos que estiveram presentes ao lançamento do livro. Fiquei emocionado ao ter que autografar livros para algumas pessoas, a exemplo do eterno governador deste Estado, Seixas Doria, cassado pelo famigerado golpe militar. Um homem que é um exemplo de vida e que me fez lembrar do “velho” José Nunes, que como ele, foi perseguido arbitrariamente pelas suas idéias e convicções. Neste momento tive a certeza de que  aquele evento estava sendo importante, que este espaço está dando sua contribuição para a construção de um relacionamento mais ético e digno entre o poder público e toda imprensa.

     Do fundo do coração meu  agradecimento a todos os presentes entre eles o eterno governador Seixas Doria, Dr. Pascoal Nabuco, Manuel Cabral Machado, aos juizes, escritores, promotores, prefeitos, empresários, ao futuro governador, colegas de profissão, amigos de verdade e dezenas de leitores que eu nunca tinha visto, apenas me comunicado através de e-mails. Foi uma sensação de vitória, compartilhar um momento importante de minha vida com diversas pessoas, muitas delas que fazem parte do meu dia-a-dia através da leitura da coluna, mas que vi pela primeira vez. Agradeço também aos amigos Jorge Santana, Luciano Barreto, Marcélio Couto e Wagner Ribeiro que foram decisivos na elaboração do livro.

    Tenham a certeza que não só pelo grande número de pessoas que participaram do evento ontem, mas pela sua representatividade na sociedade sergipana, tenho a partir de hoje a responsabilidade dobrada e a certeza que em nenhum momento este espaço se desviará do seu objetivo principal de que é ajudar a construir uma sociedade mais democrática através das reflexões diárias. Meu eterno agradecimento a todos vocês.

 

Coluna reafirma débito de R$ 2 milhões com telefones

A coluna reafirma que diversos órgãos do governo estadual estão em débito em cerca de R$ 2 milhões com uma empresa telefônica. Alguns deles, ainda não tiveram suas linhas telefônicas bloqueadas ontem como noticiou a coluna. Porém, o débito é verdadeiro e até o final da tarde de ontem nenhum responsável tinha procurado a empresa para renegociar a divida. A coluna vai esperar mais um pouco, mas pretende divulgar um por um, os nomes dos órgãos como também os valores devidos individualmente.

 

90 dias sem receber dinheiro de contatos na Seed

Os veículos sub-locados pela Secretaria de Educação do Estado a empresa ST Veículos estão há três meses sem receberem o dinheiro do contrato. O risco é que o débito seja deixado para o futuro governo.

 

 

Caos aéreo adiou solenidade I

O caos aéreo dos últimos dias no Brasil adiou a solenidade de entrega da Medalha do Mérito Parlamentar ao governador eleito, Marcelo Déda (PT) que seria realizada ontem em Brasília. Ele e o deputado Jorge Alberto (PMDB), autor da homenagem não conseguiram embarcar para Brasília ontem.

 

Caos aéreo adiou solenidade II

Jorge Alberto explicou que todo membro da Mesa Diretora tem direito a anualmente indicar uma autoridade ou uma entidade para receber a Medalha do Mérito Parlamentar. No ano passado, por indicação dele, a Avosos, que presta um grande serviço em Sergipe, recebeu a homenagem através da coordenadora Dona Ruth. Este ano Jorge resolveu homenagear Marcelo Déda pelos serviços prestados ao parlamento brasileiro durante os cinco anos que passou como deputado federal onde, através do trabalho realizado, teve um grande destaque nacional.

 

 

Ana e Iran não foram consultados sobre secretário

Os parlamentares Ana Lúcia e Iran Barbosa, integrantes do Partido dos Trabalhadores e lideranças do movimento do magistério estadual não indicaram o futuro secretário da Educação, professor José Fernandes de Lima, nem tão pouco foram consultados pelo governador eleito, Marcelo Déda. A indicação foi da cota pessoal do futuro governador.

 

Jardim do Éden na 13 de Julho

Enquanto alguns inquilinos estão deixando apartamento na Beira Mar, por não terem como pagar os condomínios a partir de janeiro em uma determinada cobertura, apesar do proprietário não ter origem rica, não ter casado com mulher rica, nem tão pouco ter ganhado na loteria, construiu um jardim que chama a atenção não apenas dos vizinhos, mas de quem vê o mesmo quando vêm da ponte da Coroa do Meio em direção ao centro. O espaço já está sendo chamado de Jardim do Éden de Sergipe.

 

 

Ana e Iran estranham ações de prefeito

O deputado federal eleito Iran Barbosa e a deputada estadual reeleita Ana Lúcia, ambos do PT, estão estranhando muito as ações do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB) que dão uma clara demonstração de exclusão do grupo político liderado pelos dois parlamentares, conhecido como Articulação de Esquerda/PT, de participação na administração da Prefeitura de Aracaju. “Com uma série de atitudes estranhas contra nós, estamos entendendo que Edvaldo Nogueira vem agindo para excluir todo nosso agrupamento da gestão da Funcaju”, avalia a deputada estadual Ana Lúcia.Desde o fim das eleições do 1o turno deste ano que os deputados da Articulação de Esquerda/PT tentam uma audiência com o prefeito e não conseguem. “Fui eleito deputado federal, mas sou vereador de Aracaju, sou da bancada do prefeito. Existem uma série de problemas que precisam ser resolvidos para o bem da comunidade e da administração pública municipal, mas até agora nada. Eu e a deputada Ana Lúcia tentamos várias vezes conversar com Edvaldo, mas ele não quer atender ”, disse Iran Barbosa.

 

 

ADIN do PV será julgada hoje em Brasília

O Presidente do PV em Sergipe, Reynaldo Nunes de Morais, juntamente com o Presidente Nacional, José Luiz Penna  e outros dirigentes do PV, estarão acompanhando o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) da Cláusula de Barreira, que ocorrerá no  hoje no Supremo Tribunal Federal (STF) em Brasília. A ADIN foi apresentada pelos partidos PV, PCdoB, PSOL e PRB, a inconstitucionalidade da lei nº 9.096/95 se configura, de acordo com os partidos, a partir da privação da liberdade de formação partidária, no princípio de igualdade e na interferência da elaboração de regimento interno das Casas Legislativas. O Partido Verde já decidiu que não fará fusão com nenhum outro partido e continuará lutando ao lado destes partidos contra a cláusula de barreira.

 

Empresa lagartense em programa do BNB I

O Programa de Microcrédito do Banco do Nordeste, Crediamigo, teve três de seus clientes agraciados com os primeiros lugares do “Prêmio Melhores Microempreendedores 2006”, promovido pelo Citigroup, em parceria com as ONGs Accion International e Gaia (Grupo de Aplicação Interdisciplinar à Aprendizagem). A premiação foi entregue na última segunda-feira, 4, na sede do Citigroup, em São Paulo.Na categoria Comércio, o primeiro lugar foi para Lúcia Belarmino Barros, do empreendimento Ki Sorvetão, em Fortaleza (CE); na categoria Produção, o primeiro lugar ficou com Jurandir Santos Vieira, do empreendimento CEO´S Confecções e Malharia Silk Screen, em Lagarto (SE); na categoria Serviços, a grande vencedora foi Natália Maria Coelho, do Salão Família & Company, em Correntina (BA).

 

 Empresa lagartense em programa do BNB Ii

 Segundo Joací Sabino Silva, gerente regional do Crediamigo Sergipe, a vitória de um cliente de um Povoado (Povoado Jenipapo) serve para testemunhar que as oportunidades existem e o que cada um precisa desenvolver o seu empreendedorismo. “A conquista serviu também para que fosse demonstrado que o Banco do Nordeste vem cumprindo adequadamente a missão de resgatar a cidadania, enquanto agente propulsor do microcrédito”, destacou Joací.Ao todo, concorreram ao Prêmio 350 projetos de 20 instituições, em 16 Estados brasileiros. Entre eles, nove finalistas foram selecionados para as três categorias. Anualmente, o concurso contempla nove microempreendedores, sendo três em cada uma das categorias: varejo, produção e serviços. Os ganhadores receberam R$ 6.200,00 (1º lugar), R$ 3.900,00 (2º lugar) e R$ 2.700,00 (3º lugar), em cada categoria.

 

 

Frase do Dia

“Escolha um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida”. Confúcio.

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários