Reta final

0

Os prefeituráveis Edvaldo Nogueira (PCdoB) e Valadares Filho (PSB) chegam embolados na reta final do 2º turno. A maioria das pesquisas aponta empate técnico entre ambos. Portanto, vencerá quem errar menos nestes sete dias que antecedem a eleição. Políticos coadjuvantes, com discursos simplórios e sem projetos concretos para Aracaju, os dois optaram pela baixaria. Novamente ontem, Nogueira e Vavazinho gastaram todo o tempo do debate promovido pela TV Atalaia para fustigar um ao outro, transformando o confronto verbal num reles e imprestável bate-boca de ponta de rua. Alguém precisa dizer aos candidatos que ao eleitor interessa saber como o vitorioso vai pagar a enorme dívida a ser deixada pelo prefeito João Alves Filho (DEM), regularizar os salários, retomar as mais de 40 obras paralisadas, resolver o grave problema do trânsito, reduzir a violência, eticétera e tal. Lamentavelmente, as equipes de marketing dos dois acham que os xingamentos mútuos, os ataques aos caciques eleitorais envolvidos na campanha e a divulgação de inverdades convencem mais do que a apresentação de propostas concretas para tirar a cidade do atoleiro em que se encontra. Dizer que vai fazer e acontecer sem demonstrar numericamente como isso ocorrerá, é conversa mole pra boi dormir.

Compra de votos

Ninguém prova, mas é voz corrente em Aracaju que a compra de votos acontece solta, principalmente na periferia da cidade. Há quem jure ter visto cabos eleitorais distribuindo envelopes com uma cédula de R$ 50 e o santinho do candidato. Pode até ser boato, mas é bom a Polícia e o Ministério Público Eleitoral ficarem atentos nesta reta final de campanha.

Crack, a praga

Diferente do que o senso comum acredita, o crack não causa exclusão social. Pelo contrário, o uso da droga é consequência de uma vida precária que leva à dependência. A constatação é de Pesquisa da Fundação Oswaldo. Segundo o estudo, o uso da droga apenas piora a situação de pessoas que não tem laços familiares, moradia, trabalho e estudo, problemas que chegaram antes da dependência. Lastimável!

Protesto silencioso

Cerca de 85 mil eleitores aracajuanos permanecem dispostos a não votar em ninguém. É o que mostra pesquisa do Instituto Dataform, publicada hoje pelo jornal Cinform. Registrada no TRE com o número SE-03207/2016, a consulta revela que 13,10% votarão em branco ou anularão os votos, 6,63% permanecem indecisos e outros 2,89% não responderam ou ainda não sabem em quem votar, totalizando 22,62% ou cerca de 85 mil eleitores. Feita nos últimos dias 21 e 22, a pesquisa também mostra que Valadares Filho está com 40,48% e Edvaldo Nogueira com 36,90%. A margem de erro é de 4,1%.

Vapt-vupt

Preso ao tentar furtar uma loja na Grande Aracaju, Rafael Santana Felizola Soares, o “Homem Aranha”, foi levado a uma audiência de custódia na Justiça e conseguiu a liberdade provisória. Horas depois, voltou a ser preso em flagrante quando assaltava passageiros num ônibus de Socorro. Tomara que não o soltem novamente!

Crise da saúde

Numa clara tentativa de desviar as atenções, a calamitosa administração do prefeito João Alves Filho (DEM) culpa o governo de Sergipe pelo caos da saúde na capital. Alega que o Executivo estadual não repassa os recursos devidos ao município e que faz espetáculo de pirotecnia para manchar a imagem da Prefeitura. Não seria mais honesto pagar os salários atrasados dos profissionais de saúde para acabar com a greve que paralisou os postos de saúde da capital? João, respeite o povo!

Tirando da seringa

Responsável por uma das piores administrações da história de Canindé, o prefeito Heleno Silva (PR) tenta tapar o sol com a peneira. Segundo ele, ao propor a abertura de uma CPI na Câmara de Vereadores para apurar irregularidades administrativas, o Sindicato dos Servidores visa somente gerar tumulto no final da gestão. Heleno se queixa da queda de 55% da arrecadação e diz que continua trabalhando em benefício da população. Então tá!

Casa de gazeteiros

Ao decidir que só haverá votações de projetos e indicações às quartas-feiras, a presidência da Câmara de Aracaju estimula a falta de quórum. Quem pensa assim é o vereador Lucas Aribé (PSB), para quem a decisão fere o regimento interno do Legislativo. Com 10 vereadores afastados das funções pela Justiça e outros desmotivados porque não se reelegeram, a Câmara de Aracaju se transformou numa casa de gazeteiros, mas ninguém está tendo o ponto cortado. Um absurdo!

Seca braba

Os cenários de seca extrema e seca excepcional cresceram no Nordeste. É o que mostra o mapa do Monitor de Secas na Região. O avanço da intensidade de estiagem mais severa tem atingido até o litoral que, geralmente, é mais beneficiada com chuvas. Somente em Sergipe já estão em situação de emergência por causa da forte estiagem os municípios de Carira, Graccho Cardoso, Campo do Brito, Canindé, Capela, Gararu, Glória, Pinhão, Poço Redondo, Poço Verde, São Domingos e Telha.

Voto obrigatório

Pesquisa encomendada pela Justiça Eleitoral aponta que 76% dos eleitores são contra o voto obrigatório, 21% são a favor, 1% preferiu não responder. A consulta também apurou que quanto mais idoso o eleitor, há uma leve tendência a ser contrário à obrigatoriedade do voto. Mais de um em cada dois entrevistados se posicionou favorável à candidatura avulsa, e menos de 20% declararam não saber ou preferiram não responder.

Abra o olho

A cada 15,9 segundos ocorre uma tentativa de fraude através do roubo de identidade, em que dados pessoais são usados por criminosos para firmar negócios. Segundo o Indicador Serasa Experian, entre as tentativas de golpe, a principal é a emissão de cartões de crédito obtidos com identificação falsa ou roubada. A telefonia foi responsável por 42,3% do total de tentativas de fraude.

Recorte de jornal

Publicado no jornal Folha de Sergipe, em 6 de outubro de 1907

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários