Rota 235: Frei Paulo e Itabaiana interligados pelo turismo

Frei Paulo
Praça principal de Frei Paulo

Você já ouviu falar na Rota 235? Não. A rota turística é um conglomerado de atrativos que interligam, primeiramente, três municípios sergipanos, Aracaju, Itabaiana e Frei Paulo, com previsão de agregar ainda mais. 235 é o nome da BR que inicia em Aracaju e segue 1772km até chegar à Novo Progresso, no Pará, passando por Sergipe, Bahia, Pernambuco, Piauí, Maranhão, Tocantins até o Pará. Mas a rota turística 235 sergipana engloba a Rota das Serras, visita a casarios históricos em Frei Paulo, ao Museu do Cangaço de Alagadiço e locais de sabores e saberes, a exemplo de uma casa de farinha e de uma cooperativa de beneficiamento de castanha de caju.

Serra de Itabaiana

Eu a percorri e vi o quanto a Rota 235 é rica em atrativos ainda a serem desbravados. Não é por acaso que a região tem recebido o aporte de bons empreendimentos gastronômicos e de hospedagem. A dica é reservar dois ou três dias, a depender dos atrativos que quer priorizar. Inicie partindo de Aracaju, pela BR 235, com destino a cidade serrana de Itabaiana. Em um dia poderá conhecer os atrativos naturais do Parque Nacional da Serra de Itabaiana. São cerca de três trilhas principais que o levará para cachoeiras, poços e paredões. Descansou das trilhas, banhos e avistagem da fauna e flora da região? Conheça o Parque dos Falcões, um dos únicos locais de criação de aves de rapina do país autorizado pelo Ibama. O proprietário Percílio irá lhe receber e contará a história de várias aves entre gaviões, corujas, falcões… Caso não seja sua vibe fazer trilhas, reserve o dia no comércio de Itabaiana. Pernoite na cidade.

Casa do Beiju

Logo cedo, visite a Casa do Beiju. Das mãos de Cristiane, Elania a massa de macaxeira é transformada em puba, ganha especiarias, coco, amendoim, milho, outros ingredientes e viram bolos, paçocas, manauês, pé de moleque, mal casado, sarolho, beijus doces e salgados, além de doces e geleias. Prove e ganhe sustança com as delícias regionais produzidas em fornos de tachos, mantendo as tradições das casas de farinha do interior nordestino.

A castanha é beneficiada pelas mãos de 35 famílias do povoado Carrilho e ganham o mundo

A visita à Cooperativa de Beneficiamento de Castanha do Povoado Carrilho está por vir. Lá são 35 famílias que recebem a castanha do Piauí, Rio Grande do Norte e Ceará para serem beneficiadas em castanha que são vendidas no sabor doce, salgado ou apimentado.

Rogério Santana é o responsável por assar as castanhas no forno de alvenaria, com uma técnica que usa a própria casca da castanha para a combustão. Após três minutos no forno, as castanhas são assadas e recebem jatos de água natural e cinzas da própria casca. Logo depois, as castanhas assadas são quebradas, limpas e passam por uma vistoria para receber a embalagem e o selo de qualidade. Passam por esse processo cerca de 10 sacos de 50kg por dia.

Rota @35
Rogério Santana, responsável por assar a castanha ainda na casca

Depois de apreciar mais um sabor da serra, na BR 235 no sentido Norte, mais precisamente no povoado Ribeira, município de Itabaiana (SE), os Poços, ou como é conhecido Poço da Ribeira, é mais uma atração para quem gosta de trilha e contato com a natureza.

Com paredões de mais de 70m, os aventureiros podem realizar rapel, escalada entre os paredões rochosos por onde segue a correnteza do riacho Ribeira. O poção é um convite a banhar-se nas águas frias ou até mesmo nadar um pouco até chegar a um outro menor e uma pequena cachoeira. Conta-se que na Ribeira podem ser aproveitados mais de sete pontos diferentes para rapel, escaladas e tirolesa.

Igreja de São Paulo, em Frei Paulo

Num terceiro dia, viaje até o município de Frei Paulo para conhecer um pouco mais das tradições das cidadezinhas típicas nordestinas com visita à igreja São Paulo, ao monumento “Amo Frei Paulo”, a Casa da Cultura e ao Museu do Cangaço, que conta a história do cangaceiro Zé do Baião e as quatro vezes em que o Lampião e seu grupo estiveram no povoado Alagadiço.

O dia finaliza cometendo o pecado da gula, ao não resistir às delícias do restaurante Chácara Fazenda, com suas simbólicas sombrinhas coloridas na entrada e pontos bem instagramáveis para aquela foto da viagem. Vamos conhecer?

Na Bagagem

Castanha do Carrilho

As atrações do município de Itabaiana compõem a Rota das Serra, oficializada pelo município como uma atração municipal. A Rota 235 vei agregar e fazer a ligação intermunicipal entre atrativos.  Além do Parque Nacional da Serra de Itabaiana, do Parque dos Falcões, dos Poços da Ribeira e da Castanha do Carrilho, há também o comércio local famoso pelas joalherias com um bom custo/ benefício.

Vale a pena visitar Itabaiana em temporada de festejos junino e da Festa dos Caminhoneiros, realizada sempre no início de junho. A Cidade é a Capital Nacional do Caminhão. Consulte mais: @governodeitabaiana

Restaurante e pousada Chácara Fazenda

O restaurante Chácara Fazenda é um cantinho acolhedor do agreste sergipano. Fica na estrada que interliga Frei Paulo ao povoado Alagadiço, n 56, a 75km de Aracaju. Funciona de sexta a domingo para almoço e café da manhã. Há também três chalés com reservas a serem feitas pelo 79 99813 6964

O recém-inaugurado restaurante Pé de Serra é mais uma boa pedida para sabores os sabores do agreste sergipano com uma pitada de sertão. A carne de sol e a galinha caipira estão no cardápio, em ambiente bem acolhedor e com os preços de variam de R$ 35 a R$ 70. Fica na rodovia SE 036, na estrada que liga Frei Paulo a Serra Redonda. Funciona de quinta a domingo, das 10h às 18h. Contato:  79 99890 0641

Restaurante de pousada Chácara Fazenda

A Cooperativa de Beneficiamento de Castanha abre em horário comercial e recebe visitas guiadas e grupos com agendamento. Contato: Cristina presidente da cooperativa 79 99847 9247

Em Frei Paulo há uma pousada com bons chalés, mas que por não haver uma rotatividade de hóspedes, só reserva o empreendimento completo com quatro chalés para três pessoas cada um. Disponibiliza café da manhã, piscina, estacionamento e uma fazenda inteira para se ter contato. Pousada Sossego da Serra, contato: 79 98139 1251

Gastroterapia

Galinha de capoeira, uma boa pedida

Saborear a castanha de caju in natura é um dos sabores da serra. Há também os queijos da D. Maria Antônia, que além de produzi-los de forma natural, adicionou recheio de charque e orégano.

Delícias da Casa do Beiju, em Itabaiana

Não deixe de apreciar o pé de moleque o beiju de amendoim da Casa do Beiju. No restaurante Chácara Fazenda, em Frei Paulo, o pirão de galinha caipira tem se configurado no carro-chefe do empreendimento capitaneado pelo jornalista e ex-vereador de Aracaju, José Ivaldo e sua esposa Rita. O pudim de leite com sorvete de tapioca é uma boa pedida para finalizar os sabores da serra.

Leia mais:

Feira de Itabaiana (SE): Em se plantando tudo dá

Itabaiana (SE): motivos para conhecer a Capital Serrana dos Caminhões

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais