Solidariedade ao Conselheiro Carlos Pinna

0

Conselheiro Ouvidor do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe, o Dr. Carlos Pinna de Assis foi o personagem principal de uma extensa matéria publicada na edição de domingo de um jornal local, onde lhes foram feitas várias acusações, nenhuma delas condizentes com a verdade. Ele acionou a sua assessoria jurídica pessoal por ter sido vítima de “fake news”. Ele disse que jamais foi julgado e condenado em qualquer tipo de ação, muito menos no cargo que ocupa, e por isso vai processar quem veiculou matérias inverídicas a seu respeito. No início da tarde de segunda-feira, durante almoço do Rotary Club de Aracaju-Norte, do qual é atuante membro do quadro associativo, ele obteve a solidariedade de praticamente todos os presentes. Ele confessou sua indignação pela divulgação de fatos que não condizem absolutamente com a verdade e que, naturalmente, iria processar aquele que se dispôs a divulgar notícias inverídicas a seu respeito. Ontem, o Conselho Diretor do Rotary Club de Aracaju-Norte divulgou moção de solidariedade ao dr. Carlos Pinna vazada nos seguintes termos:

“O Rotary Club de Aracaju Norte, por decisão unânime de seus membros, deliberou pela propositura de nota de solidariedade e apoio ao rotariano Carlos Pinna de Assis, diante de inverídica notícia publicada no Jornal do Dia, na edição de 20 de julho de 2019, onde foram expostos fatos falaciosos, na medida em que não existe contra o associado qualquer tipo de condenação, que seja alvo de notícias improprias e delituosamente divulgadas. Assim, a matéria jornalística baseada em fatos irreais, faz jus a repudio e repreensão desta associação já que violou por completo a dignidade da pessoa humana e honra do citado associado, que desponta na vida jurídica, social e cultural de Sergipe, sem mácula, sempre corroborando com a solidificação de princípios constitucionais da razoabilidade, segurança jurídica e boa-fé”. A nota é assinada pelo Conselho Diretor do Rotary Club de Aracaju Norte.

Já a Academia Sergipana de Letras divulgou “Moção de Solidariedade e Apoio” ao Dr. Carlos Pinna, com o seguinte teor:

“A Academia Sergipana de Letras por deliberação plenária decidiu manifestar sua solidariedade e apoio ao Acadêmico Carlos Pinna de Assis, em face da malsinada notícia publicada na capa e página 3 do Jornal do Dia na edição de 20 de julho de 2019, que em desacordo com a Lei, divulgou fatos inverídicos, uma vez que, não há condenação contra a sua pessoa, que possa ser aviltada por mensagens inócuas e criminosamente divulgadas.

Por isso, a matéria jornalística merece censura deste sodalício, já que atinge a honorabilidade e a personalidade da vida jurídica, social e cultural de Sergipe, que sempre pautou a sua atuação em princípios e valores sólidos e éticos, comprometidos com a busca da verdade e aplicação da Justiça”. A nota é assinada pelo Sr. José Anderson Nascimento, Presidente da Academia Sergipana de Letras.

Conferência da Pessoa Idosa

Entre os dias 16 e 18 deste mês realizou-se em Aracaju a 2ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, realizada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, em parceria com a Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Secretaria Municipal da Assistência Social. Foi debatido o tema ”Os Desafios de Envelhecer no Século XXI e o Papel das Políticas Públicas”. O encontro se deu no Teatro Atheneu Sergipense e no auditório da Igreja Espírito Santo. Entre as atividades desenvolvidas, tivemos apresentações culturais e rodas de conversas .

Concurso Literário da Loja Maçônica Cotinguiba

Estão abertas as inscrições gratuitas para alunos de escolas públicas e particulares de todo o Brasil participarem do V Concurso Literário promovido pela Loja Maçônica Cotinguiba. Os interessados devem enviar seus textos até o dia 5 de de agosto pelo site da Loja. Os melhores contos, crônicas e poesias serão publicados na quinta edição da Antologia Literária de autores, juntamente com seus professores, serão premiados com medalhas e diplomas em uma solenidade a ser realizada no Teatro Tiradentes. Os 50 textos primeiros selecionados em cada categoria são escolhidos com base em notas atribuídas por avaliadores. Após essa quantidade, o critério de seleção leva em conta qual instituição de ensino ainda não teve nenhum texto na lista dos que serão publicados. Diz o professoro Domingos Paschoal, que “a ideia é não deixar nenhuma escola de fora”.

Comentários