Tô indo embora…

0

O blog recebeu no dia de ontem informação de fonte ligada ao PPS, que Nilson Lima (PPS) não está satisfeito com os rumos do partido em Aracaju. Com certeza algum dirigente vai tentar negar, porém o blog foi informado por uma fonte segura que o assunto está sendo discutido internamente e estão tentando demover Nilson de uma possível saída do PPS.

Segundo a fonte, Nilson Lima que vinha construindo uma pré-candidatura, centrada num discurso que defendia um modelo de gestão a partir da responsabilidade técnico/administrativa, está deprimido com a atuação de Almeida Lima que se utiliza dos espaços midiáticos apenas para promoção pessoal e para desqualificar as demais lideranças políticas do Estado.

Criticas a João Alves – O ponto crucial desse desconforto foram as críticas desmoralizadoras dirigidas ao pré-candidato do DEM, o ex-governador João Alves Filho, que disputou a eleição para governador em 2010, tendo Nilson Lima como candidato a vice-governador. Aliás, sobre este episódio, Almeida Lima apenas confirma o que o blog vem escrevendo: ninguém confia nele. Um político que foi eleito senador em 2002 graças a João Alves não tem moral alguma para destilar tanto ódio desta forma contra o ex-governador. Almeida deveria pedir desculpas publicamente a João Alves.  Seu ódio, na verdade é o choro porque sabe que se dependesse do eleitorado de Aracaju ele estaria fora da vida pública há muito tempo.

Nilson seria o nome da vez – Só para lembrar: Se Nilson Lima tivesse mantido a candidatura ao governo em 2010, ao invés de se aliar a João Alves, hoje seria uma referência para a eleição em Aracaju. Em 2010, não foi João Alves que derrotou Déda em Aracaju, mas sim o eleitorado que deu um recado ao grupo governista. Nilson naquele momento seria uma opção para parcela significativa do eleitorado, principalmente da classe média. E o blog vai mais longe: se Nilson Lima ainda fosse do grupo de Déda e braço direito  ninguém tem duvida que ele hoje seria o nome de consenso da situação em Aracaju. E seria o novo!

Ainda sobre Almeida Lima – A fonte acrescentou que Nilson Lima foi bastante alertado sobre o futuro do PPS a partir do ingresso de Almeida Lima no partido. Mas preferiu correr o risco.

Já no âmbito não só do PT, mas de vários partidos, Nilson é respeitado pela postura ética, e alguns importantes membros do partido os receberiam sem ressentimentos.

Seca: Bancos oficiais não fazem a sua parte. Vergonha com nota do Banese
Ontem,30, o blog ficou alegre ao ver na página do Banese uma nota sobre a seca. De imediato pensou: o Banese vai fazer a sua parte. Quando abriu o link para ler a notícia uma decepção: o Banese apenas abriu um conta e disponibilizou suas agências para receber ajuda para os sertanejos. Que vergonha. Parece que o Banese, o BB, o BNB e a Caixa só sabem emprestar dinheiro. O caso do Banese é pior porque se diz o banco dos sergipanos…arrepare, amigo Osmário!

Esporte é a arma mais eficaz para combater as drogas entre a juventude
São vários os projetos de inclusão social pelo esporte criados no país nos últimos anos. Parte significativa deles é ligada umbilicalmente com a escola e para participar o jovem precisa frequentar a escola. As autoridades públicas esquecem que, infelizmente, uma parcela de crianças e jovens, estão fora da escola. Muitos deles não tiveram a opção de escolha e são de famílias desestruturadas que os abandonam de todas as formas.

Escola de Esportes professor Kardec
O esporte é um meio mais fácil de conquistar o jovem que encontra-se à margem social. É a arma mais eficaz para combater o crescente número de crianças e jovens que se envolvem com as drogas. Hoje em Aracaju o governo do Estado vai inaugurar a Escola de Esportes professor Kardec no bairro Santa Maria. Não é uma escola qualquer. É um projeto modelo, que atenderá cerca de 400 jovens em três turnos dos 7 aos 17 anos. São 11 modalidades esportivas. O ministro dos Esportes, Aldo Rebelo estará presente. A inserção primeira será pelo esporte, mas através dos professores os jovens vão abrir portas em outras áreas.

Espaço de promoção da Vida
Mais do que uma Escola de Esportes será um espaço de promoção da Vida. Quantos jovens o Brasil perde para a marginalidade porque não tiveram oportunidade de praticar um esporte, porque não tiveram apenas uma pequena chance. De parabéns a todos que se empenharam para que este espaço de Promoção da Vida virasse realidade: o governador Marcelo Déda e os três secretários que participaram diretamente do projeto: Maurício Pimentel, do Esporte e Lazer; Valmor Barbosa, da Infraestrutura e Eliane Aquino, da Inclusão Social. Este projeto já nasce vencedor. Não é apenas mais uma escola de concreto. É um espaço que dará uma oportunidade de um futuro saudável para milhares de jovens. O blog torce para que o projeto seja sucesso. Que seja um novo paradigma de inclusão social. E que seja o ponta pé para dezenas de outros espaços de promoção da Vida.

Lei de Acesso à informação pública chega a AL
O Governador encaminhou na manhã de ontem, 30, Projeto de Lei  que trata sobre o acesso à informação pública. Na exposição de motivos o governador ressalta que a garantia do direito de acesso a informações públicas como regra geral é um dos grandes mecanismos da consolidação dos regimes democráticos, pois, além de assegurar o efetivo exercício da cidadania, constitui um dos mais fortes instrumentos de combate à corrupção, promovendo a ética e ampliando a transparência no setor público. Espera-se que não apenas o Executivo, mas todos os poderes e órgãos importantes disponibilizem suas informações para a sociedade.

BGO de ontem,30: dois policiais à disposição do Detran
Embora há de se reconhecer o esforço do comando da PM em trazer de volta para o policiamento ostensivo policiais a disposição de outros órgãos a prática de colocar PMs fora da atividade fim continua. Dois PMs foram postos a disposição do DETRAN para assumirem funções civis, que não são do interesse policial militar (trabalham a paisana) conforme publicação no Boletim Geral Ostensivo nº 097, de 30 de maio de 2012.

Renúncia de Silvio Santos
Deve circular no Diário Oficial do Município de Aracaju de hoje, 31, a renúncia de Silvio Santos ao cargo de vice-prefeito. No início da próxima semana ele assume a secretaria de Estado da Saúde. Antes de assumir será realizado um ato de despedida na Prefeitura Municipal de Aracaju, provavelmente na segunda-feira.

"Endurecer sem perder a ternura jamais"
Ontem, 30, como presidente estadual do PT, Silvio Santos emitiu uma nota discordando dos adjetivos e comparações feitas pela deputada Ana Lúcia ao governador Marcelo Déda. Ela o comparou a Hitler. “Nós, a companheira Ana Lúcia incluída, somos de uma escola que nos ensinou a "endurecer sem perder a ternura jamais". Portanto, só posso creditar as palavras descabidas da companheira ao calor da disputa e a um momento infeliz”, disse Silvio em um dos trechos, afirmando que não vai polemizar, porque tem respeito e carinho pela deputada e da mesma forma orgulho de Marcelo Déda. “Cuja história, passado e presente, dispensa a necessidade de defesa ante às comparações infelizes e despropositadas”.

Exposição LUZ – Tanit Bezerra Fotografia
Até o dia 03 de maio de 2012, no Café da Gente, espaço inserido no Museu da Gente Sergipana, Tanit Bezerra apresenta a exposição fotográfica LUZ, das 10h às 20h. A luz, como tema central, surge com o pôr do sol, da lua cheia, de espetáculos musicais, retratados e expostos com sensibilidade e arte em doze imagens impressas em papel e uma impressa em tela.

Curadoria
A galerista Sayonara Viana assina a curadoria, a chef Adriana Hagenbeck realiza mais uma exposição no mais novo espaço de culinário e arte, o Café da Gente e JR, da Click Foto, é o responsável pela impressão das imagens em papel e tela. Vale conhecer e adquirir peças do belo trabalho fotográfico de Tanit Bezerra.

Lançamento de CD e show no domingo, 03
No encerramento da Exposição, domingo, 03 de junho de 2012. A partir das 18h, lançamento do CD e show da Sonora Parceria – Música Súbita (Tatiana Cobbett e Marco Oliva, junto com Rafael Calegari, Pedro Loch, e Larissa Galvão), com apoio cultural da Funcaju. No programa do show músicas autorais do grupo e participação especial do Mestre Joubert Moraes com as Canções Cor Nua e Atalaia (gravadas por Tatiana Cobbett e Marcoliva).

Show no Teatro Atheneu
Nessa quinta feira, o grande dia de show do pianista João Moura e banda Á flor da pele no Teatro Atheneu ás 21 h. Vocês terão o melhor da música instrumental com temas inesquecíveis como Love is blue, my mistake, highlander,Smali, de Charles Chaplin, músicas de Chopin como também um vasto repertório de sucessos da música popular brasileira. Vale conferir e os ingressos estão á venda na bilheteria do Teatro.

Eleições na Previ
O maior fundo de pensão da América Latina, a PREVI, concluiu, na última terça-feira (30.05), processo eleitoral em que foi renovada parte de seus dirigentes. Seis chapas concorreram. A vencedora foi a Chapa 6, UNIDADE NA PREVI, que obteve 24.935 votos. A segunda colocada, a Chapa 1 – PREVI, O FUTURO É AGORA, ficou em segundo lugar no cômputo geral, tendo recebido 24.280 sufrágios. A diferença de votos registrada entre a primeira e a segunda colocada foi de apenas 655, o que evidencia que o pleito foi bastante disputado. A chapa vencedora alcançou um percentual de 22,5 por cento dos votantes, enquanto que a segunda colocada contou com o apoio de 21,9 por cento. Participaram do processo de votação 57,4 por cento do universo apto a votar, constituído de funcionários da ativa, aposentados e pensionistas. De um total de 193.001 eleitores, 82.141 não votaram. Como tem ocorrido nos últimos pleitos das entidades de funcionários do Banco do Brasil, a abstenção entre os aposentados voltou a ser grande, não obstante a intensa divulgação de todos os fatos ligados às referidas eleições.

Novos dirigentes eleitos
Diretor de Seguridade, Marcel Barros – Conselheiros Deliberativos Titulares, Rafael Zanon e Haroldo do Rosário Vieira – Conselheiros Deliberativos Suplentes, José Ulisses de Oliveira e José Souza de Jesus – Conselheiro Fiscal Titular, Odali Dias Cardoso – Conselheiro Fiscal Suplente, Diusa Alves de Almeida – Conselheiro Consultivo Plano de Benefícios 1,  – Waldenor Moreira Borges – Suplente, Luiz Alarcão – Conselheiro Consultivo Plano Previ Futuro – Titular, Deborah Negrão de Campos – Conselheiro Consultivo Previ Futuro – Suplente, Vênica Ângelos de Melo.

Destaque especial para Souza
O líder sindical sergipano José de Souza de Jesus, atual presidente do Sindicato dos Bancários de Sergipe, teve sua atuação reconhecida quando da inclusão de seu nome na chapa UNIDADE NA PREVI e conseguiu ver aprovado o seu desempenho no primeiro mandato. Embora o suplente do Conselho Deliberativo tenha apenas direito a voz, podendo votar somente na hipótese de ausência do titular, JOSÉ SOUZA teve importante participação em todas as reuniões do colegiado deliberativo da PREVI, atuando sempre em defesa dos legítimos interesses dos funcionários do BB, quer da ativa, quer dos integrantes do quadro de aposentados e pensionistas. Além de presidente do SEEB/SE, José Souza também é dirigente da Federação dos Bancários Bahia/Sergipe.

Atual presidente deixa o cargo amanhã
O atual presidente da PREVI, Ricardo Flores, deixará o cargo amanhã (01.06). Embora a auditoria realizada não tenha apontado nenhuma irregularidade por ele cometida, o citado dirigente do fundo de pensão resolveu afastar-se do cargo que exercia. Ricardo Flores completa amanhã 30 anos de serviços prestados ao Banco do Brasil. Como a mídia vem divulgando há vários dias, a guerra aberta entre os presidentes da PREVI e do Banco do Brasil deveria, fatalmente, redundar no afastamento de um deles. Sabe-se até que foi necessária a intervenção da presidente Dilma Rousseff, pois o choque entre as duas partes envolvidas estavam repercutindo, de forma negativa, sobre as duas empresas (BB e PREVI). Em recente nota da revista VEJA, o senador alagoano Renan Calheiros manifestou ao ministro Guido Mantega que o Flores não deveria sair, “pois ele é dos nossos”. Ou seja, do PMDB.

Rádio Aperipê AM
Uma feliz indicação. É como pode ser classificada a decisão de nomear o veterano e competente radialista Fernando Pereira para dirigir a Rádio Aperipê AM, a pioneira da radiofonia sergipana. O cargo estava vago em consequência da saída de Mário Sérgio, que comandou a emissora por vários anos. Esta coluna tomou onhecimento, ontem, de que o ex-diretor da Aperipê poderá ser contratado pela Princesa da Serra, de Itabaiana. Militando no rádio há décadas, nas áreas esportiva e jornalística, Fernando Pereira tem tudo para realizar um bom trabalho na emissora AM oficial do governo do Estado.

PELO TWITTER

www.twitter.com/marcos_rm  Estruturar, dialogar, ampliar e diversificar. Se todo político compreendesse esse eixo de construção, a sociedade seria outra.

www.twitter.com/adir_machado  A eleição de 2012 marcará o fim do voto das chamadas grandes lideranças. Quanto mais próximo das bases mais voto terá o candidato.

www.twitter.com/@riltonmorais  Toda vez que Almeida Limbo fala no rádio, uma pessoa sensata perfura os próprios tímpanos e arranca as próprias orelhas.

www.twitter.com/GabrieLeite  Os viciados em internet não morrem, ficam offline.

www.twitter.com/FalaSergipe  Tem muita gente querendo fazer política em cima do Cônego Carvalho Pára com isso abutres da política!

www.twitter.com/rlimaneto  Slogan da Copa: Todos num só ritmo. E do jeito que estão as obras ….. Num só ritmo lento !!

www.twitter.com/glauco_vinicius  Posso ter mil defeitos, mas uma coisa que eu não faço é elogio vazio. Ilude o alvo principal e constrange quem presencia. #opinião.

www.twitter.com/salesneto1 Sergipe é um celeiro de produção energética. Temos a biomassa, etanol, hidrelétrica, eólica e petróleo em terra e mar. Deus foi generoso.

DO LEITOR
PMDB terá sim candidato em São Cristóvão

Do leitor Messias Gonçalves: “Ontem na residência do vice-governador, Jackson Barreto ofereceu um almoço, para os aliados Marcos Santana e o ex-deputado e professor Wanderlê Correia. No cardápio, além de uma variedade de comidas, teve como prato principal o planejamento para que o Partido do vice-governador tenha candidatura própria na quarta cidade mais antiga do País, São Cristóvão. Também ficou definido que o pré candidato para disputar a eleição que escolherá o futuro prefeito, será o professor Wanderlê.
A um mês das convenções partidárias o PMDB não quer mais adiar essa decisão. Para Jackson Barreto, Wanderlê tem o dever de voltar a administrar a cidade de São Cristóvão, para devolver ao seu povo, o trabalho que seu irmão Zezinho da Everest, falecido, vinha realizando e lhe foi tirado o mandato.
Na oportunidade, Wanderlê assegurou para Jackson que se tinha uma coisa que estava faltando, era justamente essa confirmação e disposição por parte da maior liderança política deste estado e, que para ele, Wanderlê, a partir de agora só tem uma certeza. Colocar os seus amigos e aliados a se engajarem nesta empreitada. Vamos percorrer todas as ruas, becos e povoados da nossa cidade e fazer um trabalho de conscientização junto aos moradores que não nasceram em São Cristóvão, mas lá residem que é preciso está junto daquele que realmente poderá fazer algo de melhor.
Wanderlê assegurou ainda pra Jackson que irá procurar algumas lideranças de partidos menores para se juntar a ele. Também irá buscar formar a melhor chapa de vereadores que a cidade já teve. Ao se despedirem, Wanderlê ouviu de Jackson que o PMDB de Sergipe não tem a menor dúvida de que, Wanderlê Correia será o futuro prefeito de São Cristovão”.

André Moura está equivocado – Pois vale o que está na lei
De um dirigente partidário: “Acho que o Deputado Federal André Moura, está equivocado em dizer que PT e PSC não farão coligação nas eleições de 2012. Pois segundo a lei nº 5504/97 lei das eleições, em seu atr. 7º, afirma que os partidos políticos têm autonomia para fazer coligação com qualquer um outro, entretanto esta coligação não pode ferir o que determina a resolução do Diretório Nacional, e na mesma resolução publicada obrigatoriamente, por todos os partidos no mês de abril, do ano da eleição, o PSC não exclui coligação com partido algum.
Logo o PSC poderá se coligar com qualquer partido, o mesmo ocorre com a resolução do PT que não proíbe a coligação com o PSC. E segundo a mesma lei os diretórios estaduais não têm competência de intervir nos diretórios municipais quando o assunto é coligação partidária.Este artigo da lei é justamente para proteger os pré-candidatos, pois muita gente se filiou ao PSC com o objetivo de compor chapa com o PT, e as filiações foram feitas antes do rompimento Déda e Amorim, se este fato tivesse ocorrido antes do prazo final para as filiações partidárias, muita gente não teria se filiado ao PSC e sim ao outro partido.Portanto não é a vontade dos Presidentes destes dois partidos que vai prevalecer e sim a lei”. Obs: o dirigente enviou a resolução do Diretório Nacional do PSC e que não faz nenhum veto a coligação com qualquer partido.

Crianças abandonadas
Por Abrahão Crispim Filho: "É crescente a ocupação de calçadas, sinaleiras e outros pontos específicos da cidade por meninos e meninas com faixa etária inferior a maioridade. Muitas das vezes essas crianças são vítimas provenientes de famílias destruídas pelos vícios, brigas conjugais, abandonos, violência diversas em seus lares, e outros problemas que acabam levando esses jovens à marginalidade, ao uso de drogas, ao analfabetismo, se transformando em um paira no mundo. Essas crianças por não terem qualquer perspectiva de melhorias em suas vidas, pelo fato de não possuírem casas, famílias, condições financeiras viáveis, assistência assídua dos órgãos governamentais, vêm na rua, à única opção de suas sobrevivências. Esses seres que observamos no nosso dia-dia, excluídos do resto da sociedade, nascem como qualquer outra criança: alegre, detentora de grandes sonhos, enfim, com vontade de ser alguém no mundo. Apesar de não possuírem o m ínimo de dignidade, de assistência e de direito, conseguem sobreviver e trilhar um caminho longínquo de mais tristeza do que alegria. É incerto o futuro desses meninos e meninas, uma vez que suas necessidades essenciais não lhe estão garantidas na prática, apesar de ser um direito legal de conformidade com o Estatuto da Criança. Pensar em solucionar esta problemática não é apenas ter vontade de assim fazer. É necessário que todos, governo, igrejas, entidades classes e a população em geral, na prática, arregaçar de fato as mangas com o objetivo de amenizar tão angustiante problema". Abrahão Crispim Filho é jornalista e estudante de direito.

ARTIGO

Um novo Aeroporto para Sergipe – Amaral Cavalcante

O Aeroporto de Aracaju está impedindo a o crescimento da cidade, principalmente a sua interligação com a chamada Zona de Expansão.  Sua localização numa região de inevitável adensamento começa a incomodar, impedindo a gestão pública de planejar vias de escoamento que, certamente, no futuro, serão absolutamente necessárias ao trânsito e ao próprio desenvolvimento urbano de Aracaju.  Afinal, o problema daquele equipamento não é somente o dos urubus da lixeira, mas também a inadequação da sua interferência entre a cidade e o seu futuro.

O governo estadual anuncia obras no entorno do Aeroporto (abertura de vias e adequamento viário) que trarão àquela região benefícios reais e se incluem num projeto maior, que é o de criar um novo sistema viário de “contorno” a partir do acesso a Aracaju pelo viaduto, ainda sem uso, na rodovia 101 – antes do posto fiscal. A Infraero por sua vez, anuncia a ampliação da pista e um terminal “remodelado”, não sabemos ainda se com ar-condicionado e, finalmente, com fingers.  De qualquer modo, acho que este investimento será obsoleto em pouco tempo. È inevitável que a cidade cresça para o sul.  Daqui a pouco teremos aquele mundão de espaço urbano nos atrapalhando ainda mais.

Agora devo continuar falando do que não entendo muito, senão como jornalista atento: a venda do terreno onde se encontra o Aeroporto às empreiteiras civis talvez rendesse aos cofres da Infraero recurso suficiente para implantar um novo aeroporto na Caueira, na Barra dos Coqueiros, ou onde quer que ainda haja terreno barato na Grande Aracaju. Naturalmente onde as condições ambientais e funcionais satisfizessem às especificações técnicas necessárias.  Além dos benefícios urbanos para Aracaju com a criação de um novo bairro na área onde hoje se instala o nosso provinciano Aeroporto – um bairro que poderia ser planejado dentro dos mais modernos conceitos do urbanismo sustentável – estaríamos dotando Sergipe de um Aeroporto decente.

ARTIGO

Assim se passaram dez anos –   Ailton Francisco da Rocha *

“Caríssimos,  parece que foi ontem nossa empreitada para criar o primeiro CBH e já se passou uma década. Foi muito bom, um grande aprendizado em todos os sentidos. Para falar a verdade, foi o trabalho que mais gostei em minha vida profissional, porque conseguiu aliar mobilização social e defesa do meio ambiente”. Val Catanhede.
O processo de criação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Sergipe iniciou-se em 2001 e em 2002 foi aprovado pelo Conselho Estadual de Recursos Hídricos – CONERH/SE por meio da Resolução de nº 2 de 09 de abril de 2002, oficializado pelo Decreto nº. 20.778, de 21 de junho de 2002 e publicado no Diário Oficial de nº. 24.060, de 25 de junho de 2002, tendo sido eleito como seu primeiro Presidente o Exmo. Senhor Governador do Estado de Sergipe, Marcelo Deda, Prefeito do município de Aracaju na época.
No momento da sua criação estava se iniciando em Sergipe todo um processo de regulamentação da política estadual de recursos hídricos (Estudo de Desenvolvimento dos Recursos Hídricos, Enquadramento dos Corpos de Água, Outorga, Sistema de Informações, Funerh e Conerh) no fulcro da Lei nº 3.870/1997.
Graças a esse desempenho o Estado de Sergipe passou a ser uma referência nacional e por conta disso viabilizar captação de recursos financeiros importantes do PROÁGUA Semi-árido para reformas e ampliações dos Sistemas Integrados do Agreste, Piauitinga, Alto Sertão e Sertaneja (recentemente concluída), entre outros investimentos, como também sediar um evento internacional da Associação Brasileira de Recursos Hídricos com a participação de cerca de 1.500 profissionais sob o tema “O Desafio da Prática” e em sequência o Encontro Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas, com aproximadamente 1.000 participantes.
O Comitê de Bacia Hidrográfica é um órgão colegiado da gestão de recursos hídricos, com atribuições de caráter normativo e consultivo que compõem o Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos.
Os Comitês devem integrar as ações de todos os Governos, seja no âmbito dos Municípios, do Estado ou da União, propiciando o respeito aos diversos ecossistemas naturais, promovendo a conservação e recuperação dos corpos d'água e garantindo a utilização racional e sustentável dos recursos hídricos.
Os Comitês de Bacias Hidrográficas são compostos por representantes de órgãos e entidades públicas com interesses na gestão, oferta, controle e proteção e uso dos recursos hídricos, bem como representantes dos municípios contidos na Bacia Hidrográfica correspondente, dos usuários das águas e representantes da Sociedade Civil com ações na área de recursos hídricos, através de suas entidades associativas.
Neste momento estamos construindo o presente e plantando uma semente para o futuro. O Governo do Estado de Sergipe, através da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), investiu cerca de RS 117.000,00 milhões em projetos e ações e serviços na área de Recursos Hídricos. Os benefícios dos recursos contemplam:
• AMPLIAÇÃO, MELHORIA E AUTOMAÇÃO DO SISTEMA INTEGRADO DE ADUTORAS DO ALTO SERTÃO E SERTANEJA – essa obra amplia de 188 para 300 mil o número de pessoas que passam a ter água de qualidade no semi-árido. Investimento de R$ 106.808.000,00;
• ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS – defini planos e programas para uma gestão eficaz e participativa dos recursos hídricos. Investimento de R$ 1.179.000,00, com recursos do Governo Federal/PROÁGUA NACIONAL e do FUNERH;
• IMPLANTAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DA REDE HIDROMÉTRICA DE SERGIPE – objetiva instalar, operar e manter 68 estações fluviométricas (50 em cursos d’água e 18 em reservatórios) para medir a vazão nos rios e o volume de água acumulado nos reservatórios. Investimento de R$ 1.560.794,93;
• IMPLANTAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DA REDE DE QUALIDADE DAS ÁGUAS DE SERGIPE – permite a coleta e análise de água em 77 pontos em barragens e rios de Sergipe. Investimento de R$ 376.056,00;
• IMPLANTAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DA REDE METEOROLÓGICA DE SERGIPE – permite a manutenção de 13 estações agrometeorológicas e 18 telepluviômetros com transmissão de dados por satélite para melhor prevenir eventos climáticos. Investimento de R$ 700.000,00;
• PREVISÃO CLIMÁTICA E IMPLANTAÇÃO DA SALA DE SITUAÇÃO – Objetiva acompanhar as condições hidrológicas de modo a identificar ocorrências de eventos críticos e antecipar medidas mitigadoras para minimizar os efeitos danosos de secas e inundações. Investimento Total: R$ 1.500.000,00, com o apoio da Agência Nacional de Águas;
•  SISTEMA DE INFORMAÇÕES SOBRE RECURSOS HÍDRICOS DE SERGIPE – Permite consolidar dados e informações confiáveis sobre recursos hídricos e meio ambiente, assim como subsidia a outorga de direito de uso de recursos hídricos e a tomada de decisão na gestão dos recursos hídricos;
• GERENCIAMENTO INTEGRADO DE ÁGUAS URBANAS – Dota Aracaju de um estudo integrado das águas urbanas e contempla diagnóstico atualizado dos problemas relacionados à água na capital e entorno, permitindo definir estratégias de longo prazo para a Gestão Integrada das Águas Urbanas. Investimento. Parceria com o Banco Mundial;
• OUTORGA DE DIREITO DE USO DE RECURSOS HÍDRICOS – permite gerenciar o uso da água em Sergipe, através da expedição de autorizações. Até o presente foram gerados cerca de 1400 processos e autorizados cerca de 1200 interferências ou usos dos recursos hídricos em Sergipe.
• CAPACITAÇÃO E TREINAMENTO – capacitar profissionais em nível de pós-graduaçãostricto senso e treinar técnicos na outorga de direito de uso de recursos hídricos e na utilização do Atlas Digital. Investimento de R$ 71.350,00 (pós-graduação);
• PROGRAMA ÁGUA DOCE – objetiva implantação, recuperação e manutenção de 25 sistemas de dessalinização. Investimento de R$ 4.725.502,75;
• PROJETO ÁGUAS DE SERGIPE – cujo principal objetivo é revitalizar a bacia hidrográfica do rio Sergipe. O custo do projeto é de 117,125 milhões de dólares, com recursos do Banco Mundial (60%) e Governo de Sergipe (40%), em contrapartida às obras do PAC para esgotamento sanitário de Aracaju e Região Metropolitana;
• PLANO DIRETOR DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA DO SEMI-ÁRIDO – Plano Diretor de Abastecimento de Água dos Povoados e Complementação do Abastecimento das Sedes municipais dos Territórios do Alto e Médio Sertão, Agreste Central e Baixo São Francisco. Convênio a ser firmado com a DESO no valor de R$ 1,5 milhões;
• COMITÊS DE BACIAS HIDROGRÁFICAS – possibilita a gestão descentralizada e participativa das águas, assim como a formulação de políticas públicas integradas e eficientes para o manejo dos recursos hídricos. Investimento R$ 287.000,00.
O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piauí, teve o processo de instituição  iniciado em 2004 e em 2005 foi oficializado pelo Decreto nº. 23.375, de 09 de setembro de 2005, publicado no Diário Oficial do Estado de nº. 24.855, em 12 de setembro de 2005 e pela Resolução do CONERH/SE de nº. 05, de 27 de junho de 2007.
O processo para formação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Japaratuba iniciou-se em 2005, com base na metodologia participativa aplicada em diversos momentos e a proposta apresentada foi aprovado pelo Conselho Estadual de Recursos Hídricos por meio da Resolução de nº. 06, de 27 de junho de 2007, oficializado pelo Decreto nº. 24.650, de 30 de agosto de 2007 e publicado no Diário Oficial do Estado de Sergipe de º. 25.344, de 31 de agosto de 2007.
Em 04/09/2008,  quando da realização do I Encontro Estadual de Comitês de Bacias Hidrográficas, foi criado o Fórum Sergipano de Comitês de Bacias Hidrográficas.
A SEMARH/SE também tem tido participação efetiva e decisiva como membro titular no Comitê da Bacia Hidrográfica do rio São Francisco e na sua câmara consultiva.
E recentemente, foi firmado Acordo de Cooperação Técnica entre a ANA, INEMA/BA e a SEMARH/SE para a implementação da gestão integrada dos recursos hídricos nas bacias hidrográficas dos rios Real e Vaza Barris.
* Superintendente de Recursos Hídricos da SEMARH/SE

ARTIGO

Ao ser comparado com Hitler, SINTESE deu a Déda o que estava faltando – Messias Gonçalves

Imagine o que não está passando na cabeça e no coração do governador Marcelo Déda, quando soube que uma “amiga” de muitas lutas, aliada desde a criação do Partido dos Trabalhadores, em meados dos anos oitenta, o considerou o “NOVO” Hitler do século vinte e um.
Por mais que seja justa a reivindicação dessa gloriosa carreira que é a do magistério, jamais uma classe que é responsável pela “educação” e “formação” dos filhos da pobreza, aqueles que não tiveram a sorte natural da vida, utilizar as mais perversas e irresponsáveis armas, contra primeiro, os seus alunos, o governo e por tabela, a sociedade sergipana.
Volto a repetir que a lei sancionada pelo presidente LULA, tinha como mérito e intenção de contemplar aqueles professores formados nas conhecidas escolas NORMAIS. Ou seja, os profissionais do magistério da educação básica. Os que sempre foram alvos de matérias nos jornais, telejornais, revistas, programas de rádio e de televisão.
Na lei não existe citação alguma, que os governadores teriam a obrigação quanto o escalonamento dos mesmos índices de reajustes para os professores com formação superior, pós-graduado, mestrado ou doutorado. Pois estes já recebem acima do piso.
Quanto as declarações da “amiga”, “aliada” deputada Ana Lúcia, com o aval do ex-deputado Iran Barbosa, a sociedade espera algumas providencias. Primeiro por parte do partido dos Trabalhadores. O Conselho de Ética do partido e a executiva estadual, devem se posicionar. A sociedade não vai admitir que não fossem esclarecidas essas colocações, ferindo a imagem do seu maior líder que é o governador.
Qual partido político brasileiro, que vive numa democracia pode admitir ter em seus quadros um fascista? Um ditador? Caberia a deputada representá-lo primeiro ao partido. Se não o fez, cabe agora o partido abrir um processo até para que eles provem essas afirmações.
Assim caberá ao governador, como chefe de estado e responsável pela educação do seu povo, assim que a justiça declarar ilegal, não negociar os dias parados. A sociedade exige que o governador determine o desconto dos dias parados. Só assim, alguns nunca mais seguirão essas lideranças. Quando eles perceberem que serão prejudicados nos triênios, licenças-prêmios e até nas férias, já que ultrapassam mais de trinta dias.
A sociedade exige essas medidas duras. Menos duras do que os prejuízos que os alunos tiveram e continuarão tendo.
Portanto, governador Marcelo Déda. Ana Lúcia lhe deu as munições para que o senhor não mais conceda perdão e negociações. Corte nas frequências e nos contra cheques. A sociedade saberá reconhecer quem são os verdadeiros “Hitler”.

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

  
Frases do Dia

“A índole brasileira é de honestidade, apesar desse carnaval de Brasília”. Marco Nanini, ator brasileiro, nasceu em 31 de Maio de 1948.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários