Assembléia terá seis mulheres

0

Um Legislativo feminino o que começa no próximo dia 1º de janeiro? Não chegam as mulheres a ser maioria, mas a bancada feminina é a maior da história do Legislativo sergipano. No total são seis mulheres – elas avançam, portanto. Foram eleitas: Lila Moura, a segunda mais votada, abaixo apenas de Marcos Franco. Celinha Franco, Angélica Guimarães, Maria Mendonça (filha de Chico de Miguel, irmã do deputado federal não-reeleito José Teles), Susana Azevedo e a professora Ana Lúcia, ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação – Sintese – e até abril último secretária de Educação do Município. Se Lila Moura, mulher do Conselheiro do Tribunal de Contas, Reinaldo Moura, Celinha Franco, Angélica e Maria Mendonça não são reconhecidas por posições ideológicas francamente de esquerda, duas dessas mulheres são estrelas: Ana Lúcia, que é do PT, tem a marca das lutas sociais em sua biografia e Susana Azevedo é uma guerreira do PPS. As duas são capazes de orientar multidões em passeatas de reivindicações.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais