Duas pessoas morreram nas rodovias em 24 horas

0

A Polícia Rodoviária Federal divulgou na tarde desta sexta-feira, 16, o boletim das ocorrências nas últimas 24 horas. Oito veículos se envolveram nos acidentes, duas pessoas morreram e não houve registro de feridos.

Foram fiscalizados 160 veículos dos quais seis foram retidos por irregularidades, uma CNH foi apreendida e 93 multas de trânsito foram aplicadas. No Km 55 da BR 101 em Carmópolis (SE), um acidente deixou uma pessoa morta. O fato aconteceu quando o condutor de uma motocicleta de placa HZM-1752/SE seguia pela rodovia e perdeu o controle da direção, saindo da pista. Com o impacto, o motociclista Arnaldo Lima Pereira, de 48 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente.

Um atropelamento ocorrido no final da tarde da última quinta-feira, 15, na BR 101, em São Cristóvão (SE), deixou uma pessoa morta. O acidente aconteceu quando o condutor de um veículo não identificado seguia pela rodovia e atropelou uma pedestre que atravessava a pista. Com o impacto, a jovem Jacira Santana da Silva Bispo, de 15 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente. Já o condutor do veículo fugiu sem prestar socorro à vítima.

Ocorrências

No final da tarde, policias Rodoviários Federais abordaram uma motocicleta de placa HZN 0548/SE, que trafegava pelo Km 185 da BR 101 em Umbaúba (SE). Durante a fiscalização, os agentes federais notaram que o motor da motocicleta apresentava visíveis sinais de adulteração. O veículo foi apreendido e a ocorrência encaminhada à Delegacia de Policia Civil local.

A equipe PRF de Itabaiana (SE) recolheu também na tarde de ontem (15) a CNH de um condutor que trafegava pelo Km 50 da BR 235. Ela estava vencida há mais de 30 dias, prazo máximo permitido por lei para reavaliação dos exames.

Com informações da Ascom/PRF

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais