Fontes diz que vai protocolar requirimento solicitando anulação de votação

0

Ontem à tarde, dia 18, o líder do PDT na Câmara dos Deputados, Severiano Alves, e o vice, João Fontes, protocolaram um requerimento na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJD) solicitando que seja anulada a votação da Medida Provisória 248 que reajustava o salário mínimo para R$ 384,29. Os líderes argumentam a votação deu-se “por grosseiro e intencional equívoco na apuração da votação por parte do deputado Inocêncio Oliveira”.

 

“Houve uma clara e incontestável manipulação do resultado da votação, uma vez que tão somente uns poucos parlamentares, não mais do que 30, levantaram as suas mãos em atenção ao disposto no artigo 185 do Regimento Interno da Câmara dos Deputados, de um total de 456 presentes ao final da votação”, relatou Fontes.

 

O parlamentar diz ainda que Inocêncio anunciou o resultado da votação contrariando a expressiva maioria dos parlamentares que permaneceu sentada. “Foi um atentado à ética e ao decoro parlamentar, uma vez que o presidente desconsiderou a esmagadora maioria que aprovou a redação do projeto de lei de majoração do salário mínimo para R$ 384,29”, acusa.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais