Justiça determina que a Deso contrate concursados

0

Góis: Pressão do Sindisan para contratar concursados
A Procuradoria Geral do Trabalho determinou que a Companhia de Saneamento Básico de Sergipe – Deso – contrate imediatamente os 601 candidatos que foram aprovados no concurso realizado pela empresa em fevereiro deste ano. Caso não cumpra a determinação, a Companhia será multada em mais de R$ 8 milhões.

 

Segundo o presidente do Sindisan, entidade que representa os trabalhadores da Deso, Antônio Góis, houve uma reunião na última quarta-feira, na Procuradoria, para resolver o assunto. O sindicalista informou que a Companhia descumpriu um termo de compromisso, que foi assinado em 2003, para regularizar o quadro de profissional.

 

“Durante a reunião foi questionado ao representante da Companhia qual o encaminhamento que eles estavam dando ao caso, mas ele não teve o que falar”, afirmou Góis. Ele também disse que a Deso já havia pedido uma prorrogação, à Procuradoria, para substituir os 777 trabalhadores terceirizados da empresa (segundo dados do Sindisan) pelos que fizeram concurso.

 

A Deso informou à Procuradoria que já encaminhou ao secretário de Infra-Estrutura, Luiz Durval, o processo que autoriza a contratação dos concursados. Quanto a multa, o sindicalista diz lamentar que, no final das contas, é a população que deverá pagar o preço. “Seria bom existir uma forma dos diretores da Deso serem responsabilizados por esse prejuízo”, opinou.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais