Vazão de Xingó diminuirá mas não faltará energia

0

Rio São Fancisco
A companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) reduziu a vazão do Rio São Francisco para 1.200 m³/s  e deve continuar operando com esse volume até o próximo sábado, quando a vazão será mais uma vez reduzida e cairá, então, para 1.100 m³/s, limite máximo permitido pela legislação das águas e ambiental.

A vazão estava em 1.300 m³/s e nas duas últimas semanas vem sendo reduzida até chegar o nível atual. A diminuição é uma medida para atenuar os efeitos da estiagem na nascente do rio São Francisco.

A Agência Nacional das Águas (ANA) referendou o pedido, que já havia sido formulado pelo Ibama e Chesf no sentido, de reduzir a vazão das hidrelétricas para assegurar o abastecimento de energia elétrica. Mas o diretor de Operações da Chesf, Mozart Bandeira Arnaud, descarta a hipótese de queda de abastecimento de energia da Usina Xingó.

 

Adutora do São Francisco
“A Chesf é somente um dos agentes no setor elétrico, mas com a experiência de 30 anos de técnico na área posso afirmar que atualmente o setor tem recursos, para evitar a falta de energia, que não existia em 2001 – quando aconteceu o racionamento”, informa.

Segurança Hídrica

De acordo com ele, mais da metade do Nordeste (NE) não está sendo abastecido pelo rio São Francisco. Ontem, 28, a carga do NE foi de 7.571 megawatts (MW), resultado de: Intercâmbio de outras regiões (2.587 MW), Geração Eólica (14 MW), Geração Térmica (1.335 MW) e Geração Hidráulica (3.635 MW).

“Não praticamos uma defluência menor que a licença permite. Esta operação nos dá uma segurança hídrica para esta Região, pois as pessoas que estão acima de uma barragem querem que soltemos menos e aqueles que estão abaixo querem o inverso”, explica.

Ele informou também que a Hidrelétrica de Sobradinho (BA) chegou a 12,5% de sua capacidade no mês de dezembro e atualmente está com 21,5%. “Recuperou. Isso é muito bom, inclusive para aqueles usuários do rio São Francisco que ficam acima da barragem” completa Mozart.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais