Banda Tertúlia faz show em Aracaju dias 24 e 25

0
(Foto: assessoria da banda)

O grupo Tertúlia se apresenta em Aracaju nos dias 24 no Quintal da Gente e dia 25 no Capitão Cook.

Tertúlia é um grupo acústico que valoriza o trabalho de artífice para a canção e para o poema. Reúne quatro músicos, compositores e poetas de Pernambuco. Originários da zona da mata Sam Silva, Lucas Torres, Valfrido Santiago e Philippe Wollney, realizam a apresentação do grupo cantando juntos, recitando poemas, intercalando a execução dos violões, bandolim e percussão.

O show é composto por 16 canções autorais, em parcerias entre os integrantes e com outros compositores e poetas. Neste mês de maio de 2019, Tertúlia lança o seu primeiro EP e inicia uma turnê em quatro estados, para a divulgação do disco.

O grupo esteve em Aracaju em 2018, fazendo shows no Quintal da Gente, Reciclaria e Ensaio Secreto. Já bem consagrado na cena da música alternativa de Pernambuco, o grupo teve um excelente reconhecimento do público sergipano, o que os motivou de fazer também o lançamento do seu disco em  Aracaju.

Os shows acontecerão de acordo com o seguinte cronograma:

Quintal da Gente (sexta-feira –  24/05) – 20H30

Capitão Cook (sábado – 25/05) – 22H

·  Com abertura de Nanã Trio

·  Participações especiais de Bento Adami, Bruna Ribeiro e Heitor Mendonça

·  Fila de Poesia com J. Victor Fernandes, Amanda Reis, Jánio Macuxi,  Zé Carlos Mauá, Luca Piñeyro e Izabel Cordelista

Músicos

Valfrido Santiago é cantor, instrumentista e compositor. Com 30 anos de carreira musical, já tocou em diversos projetos, com sotaque e identidade própria. Lançou o disco “Valfrido Santiago & Arreboque” em 2015, e se prepara para lançar seu segundo disco.

Sam Silva, é cantora, compositora e instrumentista, e toca em diversos grupos da região. Em 2019 lança “Penumbra”, seu primeiro trabalho solo.

Philippe Wollney, é poeta, músico e editor. Foi vencedor do 4o Prêmio Pernambuco de Literatura com o livro “Ruinosas Ruminâncias” (2017); publicou também “Desassossego: Poemas para desastres sentimentais” (2017), “Mas esse ano eu não morro” (2016), “Caosnavial: ou o sabor sujo” (2016) entre outros.

Lucas Torres é cantor, instrumentista e compositor. Com 10 anos de carreira musical, lançou 2018 o seu primeiro disco “SIGNOSER” com produção de Juliano Holanda. Já cantou com músicos como Almério, Isaar, Paulo Neto, Juliano Holanda, Tom Rocha, Carlos Ferrera e já foi convidado para abrir shows de nomes como Vanessa da Mata, Silvério Pessoa e Mundo Livre S/A.

Fonte: Assessoria Banda Tertúlia 

Comentários