Embaixador da Bélgica encantado turismo sergipano

0

Claude Misson registra belezas naturais de Sergipe (Foto: Divulgação Setur)

O embaixador da Bélgica no Brasil, Claude Misson, encontra-se em Sergipe desde o início da semana com o intuito de conhecer os pontos turísticos do estado e estreitar o relacionamento do país com o estado nordestino. Durante a sua visita ao estado, o embaixador teve a oportunidade de conhecer as principais cidades turísticas de Sergipe, a convite do governador do estado, Marcelo Déda e do secretário de Turismo, Elber Batalha.

Na cidade de Canindé de São Francisco (213 km), Misson realizou vários passeios como pelo Cânion do São Francisco. Lá também teve a oportunidade de aprender um pouco mais sobre a história do cangaço e conheceu dona Alzira Silva, 86 anos, uma senhora que aos 12 anos era a menina que dançava com Lampião na festas do interior.

Ainda em Canindé, o embaixador também fez a trilha da Fazenda Mundo Novo, local onde ficava o esconderijo de Lampião, o rei do cangaço, e viu de perto as pinturas rupestres das grutas existentes no local. "Realmente tudo que vi como o Cânion de Xingó, as histórias das festas de Lampião vivenciadas por dona Alzira. Que mulher fantástica! E passar por um dos lugares onde o rei do cangaço se escondia, comia, brincava e amava a sua Maria Bonita foi maravilhoso. Essa fazenda é mágica com um valor arqueológico admirável por conta tantas pinturas rupestres dos nossos antepassados. Só tenho a agradecer ao governador de Sergipe e do secretário por esta oportunidade de ter possibilitado também o meu o contato direto com toda flora original da caatinga. Foi uma experiência maravilhosa", relatou encantado.

Já em outro ponto de Sergipe, a quarta cidade mais antiga do país também encheu os olhos do embaixador. Desta vez o que mais impressionou o belga na histórica São Cristóvão (17 km) foi a preservação do rico patrimônio histórico do município. "São Cristovão é uma cidade bem conservada e fiquei bastante surpreendido com o cuidado com a fiação da Praça São Francisco que é completamente subterrânea, um exemplo que deveria ser seguido por muitas cidades históricas do mundo", ressalta.

Parcerias

De acordo com o Claude Misson, a Bélgica é um país que tem interesse em desenvolver parceria na área de cooperação científica, técnica e acadêmica com Sergipe. "O nosso objetivo é estabelecer boas relações e nos colocamos à disposição para colaborar com o estado. As entidades da Bélgica serão parceiras, principalmente em setores que possam ter desdobramento econômico e cientifico", afirmou o embaixador, informando que os setores de investimento serão o de ciência e tecnologia, a exemplo da biotecnologia, medicina, farmácia e agricultura.

"A área de transporte como, gestão de portos e hidrovias são focos que também interessam ao país. Podemos colaborar e trocar tecnologias", acrescentou.

A visita oficial do embaixador a Sergipe teve como finalidade conhecer o estado e o seu potencial, além de fazer um convite ao governador Marcelo Déda para um encontro na embaixada da Bélgica. "Com a visita do governador na embaixada poderemos aprofundar diversos temas e dar segmentos concretos a possíveis cooperações, inclusive aproveitando o Programa Ciências sem Fronteiras do governo brasileiro, para proporcionar bolsas de estudos e estágios para professores e estudantes sergipanos nas áreas de ciência e tecnologia no país europeu", disse.

Fonte: Ascom Setur

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais