PMA paga novo mínimo a partir deste mês

0

Edvaldo Nogueira/Foto: Arquivo Infonet
A partir deste mês, 2020 mil servidores inativos e ativos da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) terão o valor do salário reajustado. O aumento de 12% fará o salário mínimo passar dos atuais R$ 415,00 para R$ 464,62, configurando um ganho de R$49,71 (11,98%). O reajuste equivalerá a um impacto de R$ 5 milhões anuais na folha de pagamento do município.

Segundo o prefeito Edvaldo Nogueira, essa medida revela o compromisso da atual administração com os trabalhadores do setor público. “Estamos iniciando o pagamento do novo mínimo para beneficiar um grande número de servidores e injetar recursos na economia da cidade justamente num momento de crise internacional”, declarou.

O secretário municipal de Finanças, Jéferson Passos, lembra que continuam até o mês de março as negociações salariais com as demais categorias que recebem acima do mínimo, mas o reajuste acordado respeitará a data-base e será retroativo. “A Prefeitura de Aracaju assumirá o compromisso de que qualquer decisão tomada no mês de março será retroativa ao mês de fevereiro”, informou. 

Até setembro do ano passado, quando o reajuste foi anunciado pelo Governo Federal, o valor era apenas uma projeção necessária para estimar os gastos com os benefícios previdenciários e demais despesas assistenciais, em que o salário mínimo é a referência. O valor exato, a ser fixado pelo presidente da República por meio de medida provisória, dependeu do comportamento da inflação até o mês de janeiro deste ano.

A fórmula de reajuste adotada pelo Governo Federal prevê que o reajuste será feito pela inflação do período (medida pelo Índice Nacional de Preço ao Consumidor – INPC), acrescida do crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores. O aumento nacional serve de base para o aumento regional.

Fonte: AAN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais