Prefeitura de Aracaju mantém reabertura do comércio com fiscalizações

0
(Foto: facebook PMA)

A Prefeitura de Aracaju prorrogou as medidas de distanciamento social, adotadas para o enfrentamento ao coronavírus. Pelo novo Decreto, fica mantido a reabertura de concessionárias de veículos; imobiliárias; comércio de eletrodomésticos, eletrônicos, elétricos, comunicação, informática, equipamentos de áudio e vídeo; comércio de móveis e colchoaria; escritórios de engenharia e arquitetura, conforme anunciado pelo Governo do Estado esta semana.

Segundo o prefeito de Aracaju, o novo  decreto está mantido até o dia 24 de junho, quando ocorrerá uma nova reunião entre o Comitê de Operações Emergenciais (COE) que irá avaliar a possibilidade de reabertura de novos segmentos.

Em coletiva realizada nesta quarta-feira, 17, o prefeito de Aracaju Edvaldo Nogueira diz que neste primeiro momento não será necessário novas reaberturas. “Nós vamos compatibilizar o decreto com o feito pelo governador Belivaldo. A partir de amanhã reabrem concessionárias, imobiliária, lojas de colchoes e nós prorrogamos o restante para o dia 24 quando iremos discutir para ver que novos setores poderão ser reabertos. Esse é o momento que estamos vivendo, com a taxa de ocupação de 70% de leitos de UTI e de ocupação de crescimento da doença acima dos 5% diariamente. Esses dados nos dizem que a gente nesse primeiro momento flexibilize apenas esses setores para amanhã”, informa.

Fiscalização

Ainda segundo o prefeito, com a reabertura de alguns segmentos a partir da quinta-feira, 18, o município de Aracaju atuará fiscalizando os estabelecimentos. “A partir de amanhã, vamos fazer fiscalização dos setores que irão abrir, seja com o Procon, Guarda Municipal, SMTT e Defesa Civil para em loco saber se estão cumprindo os decretos”, conta o decreto.

Fechamento de empresas

O prefeito ainda lamentou sobre o fechamento das empresas. “ Esperamos que o Governo Federal libere mais créditos baratos para que os empresários possam retomar os processos de crescimento. Não tenho dúvida que o poder mais importante para incentivar e alavancar a economia é o Governo Federal liberando recursos e crédito através dos bancos oficiais e particulares.

por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais