MP investiga 38 casos de denúncias de “fura-fila” na vacinação

0
Todos os casos de denúncias estão sendo investigados pelo MPSE (Foto: Marcelle Cristinne)

O Ministério Público de Sergipe (MPSE), através da Ouvidoria, recebeu até a última quinta-feira, 25, 38 denúncias de fura-filas na ordem de aplicação da vacina do Covid-19 no estado. Todos as denúncias estão sendo investigadas pelo órgão.

De acordo com o MPSE, as denúncias foram distribuídas para as Promotorias de Justiça de Aracaju, Malhador, Indiaroba, Porto da Folha, Aquidabã, Simão Dias, Nossa Senhora do Socorro, Umbaúba, São Cristóvão, Frei Paulo, Itabaiana, Carira, Riachão do Dantas, Estância e Arauá.

O MPSE informa que essas denúncias foram recebidas através da Ouvidoria do órgão, mas que o número pode ser maior, já que as pessoas podem fazer as denúncias e reclamações diretamente nas Promotorias de Justiça dos municípios.

Para quem quiser denunciar situações de fura-fila na ordem da aplicação das vacinas da Covid-19 pode entrar em contato pelo telefone 127, de segunda a sexta-feira das 7h às 14h; através do e-mail ouvidoria@mpse.mp.br ou através do site denúncia online.

Servidores públicos que “furam” a fila de vacinação ou favorecem essa prática estão cometendo um ato de improbidade administrativa. De acordo com MPSE, atitudes que violem deveres de honestidade, imparcialidade, legalidade e lealdades às instituições podem sofrer várias penalidades, entre elas perda da função pública.

Por Karla Pinheiro
com informações do MPSE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais