Crime ambiental

0

O Ibama e o Pelotão Ambiental da Polícia Militar precisam ficar atentos nesta campanha política para coibir o transporte ilegal de ‘animais silvestres’. O risco ficou maior depois que o candidato a prefeito de Aracaju, Almeida Lima (PPS), denunciou que os irmãos Edvan e Eduardo Amorim pediram R$ 5,4 milhões para apoiá-lo. Caso isso ocorra com outros prefeituráveis, as “espécies” da nossa fauna serão amontoadas em pacotes e escondidos nas malas dos carros até chegar ao destino: o bolso do pobre eleitor desinformado. Apesar da incansável fiscalização da Polícia Federal e Procuradoria Regional Eleitoral, os traficantes de ‘animais silvestres’ podem transportar milhões deles nesta campanha. São bichos como Garças (R$ 5), Araras (R$ 10), Micos-Leão-Dourado (R$ 20), Onças (R$ 50) e Garoupas (R$ 100), embora esta última em menor quantidade. A Tartaruga (R$ 2) é menos traficada pelos candidatos malas-preta, pois o eleitor tem pouco interesse por ela, devido seu baixo valor de mercado. Por dever de justiça, vale ressaltar que os compradores de votos não foram responsáveis pela extinção do Beija-Flor (R$ 1).

Línguas afiadas

O candidato a prefeito Almeida Lima (PPS) e o dono de 11 partidos, Edvan Amorim, vêm travando um bate boca digno de um barulhento cortiço. Línguas ferinas, os dois não medem as palavras. Ao saber que seu mais novo desafeto pretende processá-lo, o candidato postou no twitter: “E ele tem coragem de passar perto da Justiça?”. Amorim não deixou por menos: “Almeida apelou tanto para ter o nosso apoio, que se lhe fosse exigida a cadeira de prefeito ele aceitaria administrar sentado no chão”. Misericórdia!

Mensalão

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Carlos Ayres Britto, disse que estão praticamente concluídos os preparativos para o julgamento da ação penal do mensalão. Segundo ele, o processo não difere de nenhum outro no que se refere à atenção, técnica, empenho, interesse. Serão julgados 38 réus que constam nos autos do processo, entre eles José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil no governo Lula (PT).

Ficha limpa

A Lei da Ficha Limpa deve ser aplicada com toda serenidade, imparcialidade e rigor. A orientação foi dada ontem aos juízes eleitorais de Sergipe pela presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha. Ela disse que haverá dificuldades para a aplicação da nova lei, pois o juiz não conta com uma jurisprudência consolidada, porém isso “não significa nenhum tipo de inaplicação”, frisou.

Alto lá!

Candidata à reeleição, a prefeita de Japaratuba, Lara Moura (PSC), foi advertida pelo promotor eleitoral Paulo Alves Filho a não participar da distribuição de objetos, cheques, bens e mercadorias ou prêmios visando ao aliciamento de eleitores. Ele explica que a advertência se justifica porque já foi constatada a distribuição irregular de cheques pelo Programa “Ombro Amigo”, desenvolvido pela Prefeitura daquele município.

Sem perigo

Não há risco de a candidatura à reeleição do prefeito de Itabaiana, Luciano Bispo (PMDB), ser impugnada. Quem garante é o advogado do peeemdebista, Gilberto Vieira. O Ministério Público Eleitoral pediu a impugnação alegando que a ata da convenção que homologou a candidatura foi registrada fora do prazo legal. Segundo o advogado, de fato, a ata só foi protocolada no dia 6, porém o registro da candidatura foi feito, via internet, no dia 5 conforme manda a lei.

Você sabia?

Nem todo mundo sabe, mas desde 2003 existe uma lei estadual que concede às trabalhadoras o direito a uma folga anual para a realização de exames de controle do câncer de mama e do colo do útero. Além das servidoras públicas, a legislação beneficia as empregadas da iniciativa privada, inclusive as domésticas e agricultoras. É uma pena que não se utilize esta lei para estimular as mulheres a fazer os respectivos exames.

Escreveu, não leu…

Apenas 35% das pessoas com ensino médio completo podem ser consideradas plenamente alfabetizadas e 38% dos brasileiros com formação superior têm nível insuficiente em leitura e escrita. É o que aponta pesquisa realizada pelo Instituto Paulo Montenegro. O estudo revela que apenas 26% da população são tidas como plenamente alfabetizadas. Os chamados analfabetos funcionais representam 27%, e a maior parte (47%) da população apresenta um nível de alfabetização básico.

Discriminados

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Aracaju definiu através de sorteio a ordem de apresentação de programas de governo aos lojistas por três candidatos a prefeito. O primeiro será João Alves Filho (dia 26/7), depois será a vez de Valadares Filho (dia 9/8), e por último Almeida Lima (dia 23/8). De forma discriminatória, a CDL resolveu não ouvir o que têm a dizer os prefeituráveis Reinaldo Nunes (PV) e Vera Lúcia (PSTU).

Do baú político

Professor da Universidade Federal de Sergipe, o economista Rafael de Oliveira usou parte de seu mandato de vereador por Aracaju (1983-1988) em defesa do meio-ambiente, tema muito pouco discutido naquela época. Uma de suas campanhas de conscientização ainda hoje é respeitada pela grande maioria dos aracajuanos, principalmente donos de bares. O slogan “não coma as fêmeas”, cunhado pelo vereador, provocou muita discussão e, naturalmente, brincadeiras de toda a sorte, porém teve uma grande importância para a preservação do caranguejo, que já era tido como ameaçado de extinção em Sergipe. Com este polêmico apelo, Rafael de Oliveira conseguiu disseminar entre a população que, para preservar o crustáceo, era importante não se caçar e muito menos comer a fêmea do caranguejo, principal responsável pela reprodução da espécie. Desde então, ninguém em Aracaju come as fêmeas. Do caranguejo, é claro!

Resumo dos Jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários