Do debate e dos pontos altos e baixos

0

O debate de ontem, 20, na TV Atalaia serviu para mostrar um modelo mais ágil, sem engessamento e com o confronto claro do início ao fim. Parabéns a todos que fazem o jornalismo da emissora na pessoa do diretor, Eduardo do Vale e também do mediador, Gilvan Fontes.

Mas faltou um debate maior no campo de propostas concretas. Ficou mais no passado e na retórica dos governos. Os três tiveram um tempo excelente para apresentar propostas concretas. Deixaram a desejar.

 

Durante o resto da semana partidários dos candidatos vão dizer que o melhor foi o candidato “A” ou “B”, mas na verdade o debate teve uma grande vencedora: a democracia. Seja debate ou embate, o importante é que os candidatos se apresentem aos eleitores. E que cada um faça sua avaliação. Algumas conclusões deste espaço:

 

Avilete (PSOL) – Nervosa durante todo o tempo. Passa a impressão que o PSOL tem um discurso único desde a candidatura federal até a estadual. Usou muito o recurso de ler o material escrito, utilizando os velhos jargões.

 

Ponto alto: No segundo bloco, na segunda rodada de perguntas, quando questionou a Déda sobre relacionamento com militares e servidores. Um erro do governo Déda. Demorou muito para negociar com a PM. Relutou, relutou e passou a impressão que fechou o acordo sob pressão.

 

Ponto baixo: No terceiro bloco, na segunda rodada de perguntas, quando deveria ser incisiva com João da mesma forma que foi com Déda. Passou a impressão que estava trocando figurinhas com João.

 

Déda (PT) – Começou um pouco incomodado e preocupado com o cronometro e a todo o momento desviou o foco para acompanhar o mesmo. Como sempre, sabe usar bem o discurso e sua imagem no vídeo. Não aproveitou para falar sobre um futuro governo, limitando-se a mostrar o que fez e comparar com os governos de João.

 

Ponto alto: No segundo bloco, na segunda rodada de perguntas, quando perguntou a João sobre o ensino técnico e desafiou o candidato a visitar escolas construídas por ele. João não esperava o desafio porque tinha a informação que Déda não tinha construído escolas.

 

Ponto baixo: No terceiro bloco, na segunda rodada. João pergunta Déda sobre a refinaria e ele respondeu bem tecnicamente criticando o grupo empresarial apresentado pelo demista. Mas na réplica João poderia chutar o pau da barraca lembrando que um dos acionistas é hoje aliado de Déda: Clóvis Silveira.

 

João (DEM) – Começou o debate um pouco nervoso, melhorou adiante. Porém não respondeu várias perguntas, falando de temas genericamente. João Alves poderia ser mais objetivo, mas comparado com as eleições anteriores melhorou muito no debate.

 

Ponto alto: No terceiro bloco, na primeira rodada de perguntas, quando questionou Avilete sobre a Zona de Expansão. Aproveitou para cobrar a omissão de Déda quando prefeito e lembrar que a área é o caos hoje por conta da especulação imobiliária.

 

Ponto baixo: No primeiro bloco, na segunda rodada de perguntas, Déda questionou João sobre a ética e o respeito a LRF. João disse que cumpriu a LRF quando governador. Déda apresentou números mostrando a realidade do Estado em 2006 cujo relatório foi feito pelo vice de João, Nilson Lima.

 

Lula em Sergipe

Como o blog publicou em primeira mão ainda no domingo, 19, o presidente Lula estará em Sergipe no dia 28 para fortalecer a campanha de Déda. O local ainda não foi confirmado.

 

Crime eleitoral em show realizado em Japaratuba

No último final de semana foi realizado em Japaratuba o II Circuito de Cavalos da Primavera, promovido por uma entidade filantrópica, mas com o apoio da prefeitura local. Quando do show da banda Caviar com Rapadura, após 40 minutos, o secretário municipal da Cultura, conhecido como Pedro da Cultura, parou o show chamou para frente do palco (palanque) o candidato Emanoel Cacho, dizendo “é este aqui” e disse o número dele.

 

Aposto mil, aposto dois mil

Não satisfeito com o crime eleitoral, o secretário Pedro da Cultura chamou ao palco o ex-prefeito Pedro Moura e os dois ficaram fazendo um dueto: cadê André? (André Moura, marido da prefeita e candidato a federal). André estava num canto do palco para todo mundo vê. E um dizia: aposto mil que ele não vem. Outro dizia por várias vezes: aposto dois mil. Por pura coincidência o número do candidato.

 

Justiça Eleitoral tem as provas

Como já tinha sido alertada para o evento, o blog recebeu a informação que a Justiça Eleitoral tem todas as provas do crime cometido que será configurado como abuso do poder econômico ou político e prevê, entre outros, que os candidatos envolvidos podem ter suas candidaturas cassadas. Há quem aposte na impunidade. O blog prefere acreditar na firmeza e dureza da representação da Justiça Eleitoral.

 

Encontro entre as “Mulheres de Maria”

A senadora Maria do Carmo realizará o ato “Mulheres de Maria”no dia 23 de setembro, a partir das 18h, no comitê de Mendonça Prado, sediado à rua Cedro, 346, no bairro São José, em frente ao estacionamento do Batistão. O evento contará com a presença de João Alves Filho, candidato ao governo de Sergipe pela coligação “Em nome do povo”, e tem como objetivo realizar uma grande reunião de adesões em favor de João e da reeleição de Mendonça Prado à Câmara dos Deputados.

 

Estado decente

Ao discursar no povoado Colonia 13, em Lagarto, no último final de semana o candidato Marcelo Déda disse que “quando o povo é bom e o Estado é decente, o que precisa é um governador que não queira enriquecer a si próprio”. Ele lembrou que governa para os 75 municípios sem olhar a filiação dos prefeitos. “O meu dever é gostar do povo, independente se o prefeito me apóia ou não, é fazer o bem sem olhar a quem. Tenho que fazer o melhor para a vida dos sergipanos”, disse.

 

Memória política

Com a eclosão da Revolução de 1930, o presidente Washington Luís é deposto e em 3 de novembro Getúlio Vargas, vindo do Rio Grande do Sul, chega ao Rio de Janeiro, e assume o governo provisório. Esse fato marca o início da chamada Era Vargas. Várias medidas de caráter nacionalista alteram profundamente a economia brasileira. Em 1932, entra em vigor um novo Código Eleitoral, que introduz o voto secreto e o direito das mulheres de votar e serem votadas. Em 1934, a terceira Constituição, liberal e democrática, é promulgada pela Assembléia Constituinte. Após um período de quatro anos à frente de um governo “provisório”, Getúlio Vargas é eleito presidente pelo voto indireto da Assembléia Nacional Constituinte, com mandato até 1938. Daí para a frente, as eleições seriam diretas. Ou melhor, deveriam ser diretas…

 

JB mostra força em Aracaju

O deputado federal e candidato a vice-governador, Jackson Barreto (PMDB), mostrou força política ontem, 20, à noite a reunir no Instituto Histórico dezenas de lideranças de Aracaju em apoio aos seus candidatos ao Senado, Amorim e Valadares, além do candidato a deputado federal Fábio Reis (PMDB). Jackson deixou clara a necessidade de eleição de Amorim e Valadares. Foi uma motivação forte para as lideranças de Aracaju.

 

Campanha

O candidato a reeleição a deputado federal Valadares Filho realizou uma série de visitas a várias cidades sergipanas nesta segunda-feira, 20 para firmar parcerias e pedir o apoio das lideranças municipais. Passou por Macambira, por Ribeirópolis, Glória e encerrou a campanha em Simão Dias, ao lado do prefeito Denison Déda e da candidata a estadual Maria Mendonça.

 

Barulho até o amanhecer em posto

Moradores das imediações do posto Petrox, na Farolândia, onde ficam diversos bares, reclamam do barulho até o amanhecer nas noites de quinta e domingo. Segundo moradores, são carros com som alto e bêbados quebrando garrafas por toda a madrugada até de manhã. Eles já ligaram diversas vezes para o CIOSP, que Apenas que enviará uma viatura e nada. Agora vão fazer um abaixo-assinado para enviar para as autoridades, entre elas o MPE.

 

Setor industrial bate recorde na geração de empregos I

As 632 novas vagas geradas pelas indústrias sergipanas durante o mês de agosto, de acordo com o Ministério do Trabalho, levaram o estado a obter pela quarta vez consecutiva o título de campeão nacional na abertura de empregos no setor secundário, em termos relativos. Nos oito primeiros meses do ano já foram criados 1.947 postos de trabalho. Já nos últimos doze meses a marca chega a 4.861 vagas, um aumento de 13,82% em relação ao mesmo período anterior. Desde janeiro de 2007 já foram abertos 7.994 postos de trabalho no setor.

 

Setor industrial bate recorde na geração de empregos II

No mês de agosto o destaque mais uma vez ficou por conta do setor de calçados,  responsável pela criação de 256 vagas. Também merecem atenção os empregos gerados pelas indústrias metalúrgica (137), de alimentos e bebidas (127) e têxtil (85). No que diz respeito ao setor calçadista, já foram abertos 2.895 empregos nos últimos três anos e oito meses.

 

Coroas de Sonetos

O mais recente livro do escritor Wagner Ribeiro, baiano radicado em Sergipe desde 1947, “Coroas de Sonetos”, é uma ode ao deuses, no estilo característico do autor que já publicou outros livros de poesia. Neste, Wagner supera ainda mais seus poemas, mostrando toda forma e conteúdo que lhe é peculiar. A frase do dia de hoje é em homenagem a Wagner Ribeiro com um dos poemas do livro.

 

Um artífice do verso I

E o prefácio do livro foi escrito por nada mais nada menos, pelos escritor Jackson da Silva Lima. Um trecho: “Wagner Ribeiro não é um simples diletante na arte poética, sujeito às limitações formais e conteudísticas da rotina literária, não, está muito além deste estágio largamente difundido, como um verdadeiro artista do verso, servindo de comprovação cabal a sua recente obra Coroas de Sonetos”.

 

Um artífice do verso I

E segue Jackson da Silva Lima: “…É um passeio de agradável leitura, mercê do qual nossos olhos e ouvidos, em conúbio lírico, se comprazem com o canto e volteios da sereia-musa, num alumbramento emotivo – epifânico, transportados que somos ao plano do inefável, vendo e sentindo nosso próprio destino milenar sobre a terra (a epopéia trágica do ser humano), desde “A criação”, passando pelo “Tributo aos Deuses Lares”, até chegar ao momento crucial do “Sic transit…”, amargo e desolador, que pesa sobre nós em dias de hoje, como aviso premonitório. Sem dúvida, uma obra-prima – vale a pena repetir”.

 

Dia do Radialista

Há quatro anos, por iniciativa do governo federal, a data consagrada à categoria dos radialistas em nosso país foi mudada. O objetivo foi homenagear Ary de Resende Barroso, um dos maiores nomes da música popular brasileira, nascido em 07.11.1903, em Ubá (MG) e cuja morte ocorreu em 09.02.1964, no Rio de Janeiro. Grande compositor e pianista, autor de inúmeros sucessos musicais, dentre eles “Aquarela do Brasil” e “Na baixa do sapateiro”,  dentre dezenas de outras músicas de altíssima qualidade, Ary Barroso exerceu, também, as funções de locutor, locutor esportivo e apresentador.

 

Contestação

Dirigentes da Federação Nacional dos Radialistas e de outras entidades sindicais de todo o Brasil contestam a legitimidade da mudança feita pelo governo, sem consultar as referidas instituições. Assim é que o dia 21 de setembro continua sendo comemorado como sendo o dia do radialista. Aqui em Aracaju, por exemplo, houve ontem, segunda-feira, uma sessão especial na Câmara de Vereadores, para festejar a efeméride, contando com a presença de Fernando Cabral, presidente do Sindicato dos Radialistas de Sergipe, vários integrantes da categoria e inclusive de representante da entidade nacional. Na oportunidade, vários parlamentares municipais manifestaram seu reconhecimento à importância dos radialistas no contexto da sociedade moderna.

 

Cidade Esportiva I

O secretário de Estado do Esporte e Lazer, Maurício Pimentel participou ontem, 20, em Brasília da solenidade de assinatura, pelo presidente Lula, da MP que institui presidente Luiz Inácio Lula da Silva assina nesta segunda-feira, em cerimônia no Palácio do Planalto, medida provisória que institui mudanças no gerenciamento de recursos destinados ao esporte, cria novas modalidades para o programa Bolsa Atleta e também lançou o Cidade Esportiva, com vista aos Jogos Olímpicos de 2016.

 

Cidade esportiva II

Maurício Pimentel destacou a importância do programa Cidade Esportiva, que vai focar modalidades que compõem os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, através de espaços para atletas em todos os municípios. Segundo Maurício, serão construídos pólos de excelência pelo país, com orientação das confederações, para realizar um trabalho de alto rendimento.

 

Dirigentes do Banese e da PF discutem termos de cooperação

 O presidente Banese, Saumíneo Nascimento, fez uma visita de cortesia à Superintendência Regional da Polícia Federal em Sergipe, onde foi recebido pelo superintendente da PF, delegado José Grivaldo de Andrade, além do delegado executivo Sidney Atis, a delegada chefe de Repressão a Crimes Fazendários, Luciana Matutino Caires, e o delegado do Núcleo de Inteligência Policial, Jorge Fernando Stangerlin.

 

Adesão do Banese

Segundo Saumíneo, a visita teve o objetivo de estreitar o relacionamento entre as entidades, em decorrência da adesão do Banese ao acordo de cooperação firmado entre a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e a Polícia Federal para combater a prática de ilícitos criminais, especialmente no que se refere às fraudes bancárias eletrônicas.Para o presidente do Banese, a adesão do Banco do Estado a este sistema coloca a instituição entre o que há de melhor em inteligência no combate a esse tipo de crime no país.

 

SENAI abrirá suas portas à comunidade I

Acontecerá no período de 5 a 7 de outubro a primeira edição do SENAI Casa Aberta. A ação, que será realizada no CETAF AJU – Unidade SENAI localizada no Distrito Industrial de Aracaju – buscará promover a integração da experiência profissional, abrindo as portas da melhor instituição de ensino técnico do país aos jovens e à comunidade.O SENAI Casa Aberta é um evento nacional, que irá movimentar cidades de todo o Brasil de forma simultânea.

 

SENAI abrirá suas portas à comunidade II

É a primeira vez que ele é realizado em Sergipe e representará uma oportunidade para demonstrar toda a qualidade da estrutura física e também o método de ensino que é a marca registrada do SENAI. O evento visa proporcionar aos visitantes a ampliação da visão sob o universo da educação profissional.Em Sergipe , o Senai Casa Aberta será realizado na unidade que fica localizada no Distrito Industrial ao lado do Centro de Convenções. Maiores esclarecimentos sobre o SENAI Casa Aberta podem ser obtidos através da Gerencia de Relações com o Mercado – SENAI/SE através dos telefones (79) 3249-7475 (79) 3249-7475      / 7460 ou do email  senaicasaaberta@fies.org.br

 

DENUNCIE OS CRIMES ELEITORAIS

Ouvidoria do TRE/SE: (79) 2106-8777. E-mail: ouvidoria@tre-se.gov.br ou ainda por correspondência preenchendo o formulário eletrônico no site www.tre-se.gov.br.O prazo para as respostas às consultas é de 03 (três) dias. Na Procuradoria Regional Eleitoral: Enviar, por correio, a documentação endereçada à Procuradoria da República em Sergipe, situada na Avenida Beira Mar, nº 1064, Praia Treze de Julho, Aracaju/SE, CEP 49020-010: Enviar para o e-mail denuncia@prse.mpf.gov.br ou preencher  formulário site www.prse.mpf.gov.br

 

DO LEITOR

 

Política esportiva

Do leitor Márcio Garcia: “Há muito já se faz necessário uma intervenção na política esportiva brasileira, dirigentes de confederações, federações e clubes se perpetuam nos cargos e são evidentes os estragos. Aqui em Sergipe é grande o estrago, o nosso futebol profissional anda abaixo da crítica e os esportes amadores com raríssimas exceções não promovem campeonatos. Após a fase escolar nossos jovens não têm onde participar de competições, nossos clubes em matéria de esporte estão falidos, porem são eles que elegem os perpétuos presidentes que recebem recursos das federações e mantém o esporte amador sergipano em estado vegetativo.Quem sabe com a intervenção do MP, novas leis serão criadas e limites dados as eternas reeleições de presidentes de federações e confederações que se utilizam de recursos oriundos das loterias federais para beneficiarem poucos em detrimento do esporte ao qual deveriam promover. Pois é, vamos torcer para que estas reformas aconteçam o mais rápido possível.A juventude esportiva sergipana mereçe respeito”

 

Emsergipe.com ignora presença de Serra

E-mail de um leitor: “O IG divulgou que o candidato presidenciável José Serra não recebeu apoio do tucano de Sergipe, Albano Franco, na última sexta-feira. Percebi que todos os veículos de comunicação de Sergipe acompanharam o Serra, até a própria TV Sergipe, talvez por exigência da Rede Globo, mas o portal do Grupo, o Emsergipe.com ignorou a visita do presidenciavel, mas cobriu a passagem da Dilma aqui. Todos os portais acompanharam Serra e divulgaram matérias completas com fotos, menos o citado, que inclusive divulga que possui o site de noticias SN1 (cópia do G1), mas não faz uma cobertura dos fatos de forma imparcial como deveria, já que se define como o maior portal de noticias de Sergipe. Enquanto todos noticiavam a presença de Serra, o Emsergipe.com destacava na home matéria sobre Feirão da Sincodiv e entrevistas com Vera Lucia e Arivaldo. Será que os profissionais foram barrados pelo próprio Albano Franco?”

 

Cuidado com as promessas

Do leitor Messias Gonçalves: “Neste período pré – eleitoral, os candidatos na sua grande maioria, prometem quase tudo. Do céu ao inferno. Vai fazer e desfazer. Vai fazer chover no sertão, não mais faltará água nas torneiras das pessoas. Vale tudo. O que importa é tentar enganar os eleitores. Mas de uma coisa eu percebo entre os candidatos. É que a maioria mesmo nem sabem quais são verdadeiramente as atribuições dos cargos que estão disputando. Candidato a deputado ir aos programas de rádio e televisão ?prometer construir casa, asfaltar ruas, isso é o cúmulo do ridículo. Deputado é para fiscalizar o executivo e criar leis que beneficiem a população como um todo.Partindo desse raciocínio, uma coisa me chama atenção, quando não vejo nenhum candidato a deputado federal ou mesmo ao senado federal, defender a bandeira pela legalização no Brasil, dos diplomas de médicos, cursados por brasileiros em Cuba, no Chile ou outro país latino americano. Assim como os próprios latinos que desejarem vir trabalhar aqui. Com tanta deficiência aqui, será que não aparecerá nenhum filho de Deus, que venha a se preocupar com essa carência.É fato e real. No Brasil faltam médicos. E não é só nos hospitais púbicos, não. 74% dos médicos brasileiros residem e trabalham nas regiões sul e sudeste. O restante está nas demais regiões. Seria mais prudente que aceitassem e que eles só pudessem exercer as suas profissões como médicos de família, ou digamos médicos clínicos. A chamada medicina básica. Caso queiram se especializar, que cursem alguma faculdade aqui, depois de um determinado tempo. Chega de enganação. Porque será que praticamente ninguém quer abraçar essa bandeira, que quem ganhará é a população. Fica aqui o alerta”.

 

Casamento de Sukita. E a Feira?

Da leitora Ana Maria L. N. Valença: “ Não resta dúvida que  o casamento do Prefeito de Capela O Sr. Sukita foi muito bonito , elegante e sem defeitos, a la Revista Caras, ele soube administrar como ninguém o seu belo casamento. Mas Prefeito, perguntar não ofende: Porque na sua administração o sr. não acaba logo o mercado da cidade que há 2 anos em reforma  e não está pronto e os feirantes  vendendo seus produtos como carnes e hortifrutigrangeiros no meio da rua? Essa reclamação sr. Prefeito ouvi em uma feira de bairro aqui em Aracaju de feirantes de sua cidade. Prefeito mostre a seu  povo agora a sua administração , cuide bem da sua cidade  e você só colherá bons frutos não só votos”.

 

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

 

Frase do Dia – Poesia

“O homem decente não da um passo sem fazer inimigos”. Hermann Hesse.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários