Palanques definidos

0

Em pelo menos dois municípios sergipanos o governador Marcelo Déda (PT) estará nos mesmos palanques dos irmãos Edvan e Eduardo Amorim (PSC): Lagarto (Valmir Monteiro) e Canindé (Ednaldo da Farmácia). Reunido sábado passado com lideranças aliadas e secretários, o governador explicou que os dois prefeituráveis votaram nele em 2010 e sempre apoiaram a sua administração. Déda disse ainda que não fará campanha nos municípios onde a disputa ocorre entre dois aliados e advertiu os auxiliares para não subirem em palanques diferentes dos seus: “Se alguém pretende fazer isso, deve primeiro deixar o governo”, alertou. Dado os recados, o petista conclamou ao grupo aliado a arregaçar as mangas e entrar de cabeça na campanha eleitoral.

Não aumenta

Não será dessa vez que o Tribunal de Justiça de Sergipe terá elevado de 13 para 15 o número de desembargadores. A proposta do desembargador José Alves Neto não chegou nem a ser colocada em apreciação na última reunião do Pleno do TJ, ocorrida a semana passada.

Luto

Aconteceu no último final de semana a missa de 7º dia em sufrágio da alma do desportista e militar Aldemário Maynard, que faleceu no último dia 7. Sargento reformado do Exército, ele era um apaixonado pelo futebol sergipano, tendo sido técnico da Associação Desportiva Confiança por mais de uma vez.

UTI móvel

O ex-deputado federal e advogado Gilton Garcia (PTB) foi transferido ontem numa UTI móvel para o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Ele sofreu um acidente vascular cerebral sábado passado em sua fazenda. Removido para Aracaju, Gilton foi internado no Hospital São Lucas, mas como seu estado é gravíssimo a família decidiu levá-lo para São Paulo.

Bloco nas ruas

Visando acertar todos os preparativos para o início da campanha do prefeiturável Valadares Filho, o PSB aracajuano reúne hoje aliados políticos no Iate Clube. A partir das 16h o candidato e coordenadores da campanha tratarão sobre a inauguração do comitê central, marcada para a próxima sexta-feira, e que será prestigiada pelo presidente nacional do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos.

No Cotinguiba

E o ex-governador João Ales Filho (DEM) lançará oficialmente sua campanha para prefeito de Aracaju na próxima quinta-feira. Será no Cotinguiba Esporte Clube, quando os aliados e eleitores conhecerão o jingle e o slogan da campanha. Os organizadores ainda não confirmaram a presença de lideranças nacionais do DEM e do PSDB na festa de João, que tem como parceiro de chapa o ex-deputado federal tucano José Carlos Machado.

Eleições na pauta

Quem estará amanhã em Aracaju é a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha. Na capital sergipana ela se reúne com a presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe, desembargadora Aparecida Gama, juízes, promotores eleitorais e chefes de cartórios. O encontro está marcado para as 10h, no auditório do TRE.

Ritmo de forró

Os estancianos já começaram a cantar o alegre jingle da campanha do candidato a prefeito Gilson Andrade (PTC). Em ritmo de forró, a música propõe que o município deve continuar em boas mãos, enquanto o animado refrão repete que “Estância é meu amor/ é minha paixão/ é meu orgulho e bato no peito/ é 36, é Dr. Gilson meu prefeito”. O jingle termina defendendo a continuidade com renovação. O candidato é apoiado pelo prefeito Ivan Leite (PSD) e tem Hélia Pinto (PSD) como parceira de chapa.

Mais caro

Desde a zero hora de hoje o preço do óleo diesel está 6% mais caro nas refinarias. Segundo a Petrobras, o impacto para o consumidor será de 4% sobre o preço final do produto. Ontem, um gaiato dizia, num animado boteco, que o diesel aumentou porque a refinaria de petróleo prometida por João Alves Filho (DEM) em 2004 ainda não entrou em operação na Barra dos Coqueiros. Quanta maldade!

Do baú político

Já no final do seu segundo mandato de governador, Albano Franco organizou uma grande festa para marcar a inauguração do Teatro Tobias Barreto, obra iniciada em Aracaju por seu antecessor João Alves Filho. Na noite de gala, casa cheia, o mestre de cerimônia Gilvan Fontes convida o governador para discursar. Depois de falar sobre a obra e a importância de os governos investirem na cultura, Albano pega a programação e começa a anunciar as atrações convidadas. Para surpresa de todos, ele cita a peça “O Mágico de Ózê”. A platéia não reage e, ao fim do pronunciamento, aplaude o governador de pé. Quando Gilvan Fontes retoma a palavra e anuncia que entre as atrações estava a peça “O Mágico de Oz”, houve-se uma estrondosa gargalhada no teatro. Sentado na primeira fila, o próprio Albano também riu muito de sua garfe.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais