Sergipe tem a campanha mais limpa

0

O leitor vai concordar: pelo andar da carruagem eleitoral em Sergipe a imprensa deveria tratar os fatos com um surrealismo eleitoral. Não tem outra maneira para simplificar o que acontece em Sergipe. Ou melhor, o que não acontece em Sergipe. Tudo vai bem. Então vamos ao surrealismo da campanha no Estado:

 

– Em Sergipe as compras de voto e de lideranças não existem. Só parte da imprensa que insistem em denúncias vazias. Aqui as lideranças escolhem seus candidatos com base nas propostas que eles apresentam, como projetos de lei e tudo mais. Não existe o balcão de negócios como em outros estados do país.

 

– Nas ruas a campanha é feita de forma legal. Ninguém coloca cavaletes e painéis nos espaços públicos, porque é proibido. Os candidatos respeitam o silêncio dos eleitores com seus carros de som com volume baixo, que chega até a “doer” nos ouvidos da população, que não escuta nada, nada mesmo.

 

– Neste período eleitoral as chamadas factoring (nome moderno para agiotagem) não trabalham. Candidato aqui não pede dinheiro emprestado, já que o eleitor não vende seu voto. Em outros estados, candidatos pedem de R$ 1 milhão até R$ 10 milhões emprestados para garantir suas campanhas eleitorais. Depois passam os quatro anos pagando o agiota, ou melhor, a factoring. Com isso realizam acordos de todo o tipo para sua sobrevivência política.

 

– O programa eleitoral é o melhor do país. Os candidatos, principalmente os proporcionais, não fazem baixarias, mas apresentam para os leitores os projetos e ações que desejam realizar. Algo bonito, onde o eleitor escolhe seu candidato por suas propostas e não porque recebe favores ou indicação de um amigo ou liderança política.

 

– E o eleitor também é consciente. Quando recebe qualquer proposta para trocar o voto por dinheiro ou qualquer benefício denuncia logo a Justiça Eleitoral. Dezenas de candidatos já foram denunciados e muitos perderão os registros de suas candidaturas. Isto é primeiro mundo.

 

– Por fim, uma campanha puramente ideológica, onde as coligações foram formadas em cima de projetos ideológicos de governo. Não se vê, como em outros estados do país, alianças feitas por conta de interesses empresariais e pessoais. Aqui nenhuma liderança pede cargos no governo. É tudo na base da ideologia partidária. Parece outro mundo. E o leitor acredite se quiser…

 

Serra em Sergipe

Ao participar de atos de campanha na última sexta-feira em Sergipe, José Serra, candidato do PSDB a presidente da República, reforçou a necessidade de eleger João Alves governador. “E um profundo conhecedor dos problemas do Nordeste, em especial de Sergipe. Juntos, vamos erradicar todas as casas de taipa do estado e reduzir o índice de miserabilidade, oferecendo ao povo uma melhor qualidade de vida”, disse.

 

E Albano jogou a última cartada

E a principal liderança do PSDB em Sergipe, o candidato ao senado, Albano Franco, não compareceu ao ato ao lado de Serra na última sexta-feira. Nem ele, nem outras lideranças do partido. Albano fez a opção por continuar fazendo a campanha sem subir no palanque com João Alves. Jogou a última cartada na briga por uma vaga de Senador. Se ganhar será adulado por todos, inclusive pelo PSDB nacional, se perder será esquecido por todos.

 

Oposição sem projetos

Ao realizar atos de campanha em Lagarto, na sexta-feira, o candidato Marcelo Déda concedeu uma entrevista a FM Eldorado, no programa do folclórico Cabo Zé.  Déda falou dos investimentos em Lagarto, na ordem de R$ 83 milhões. “eu quero fazer muito mais, quero fazer um novo elenco de obras que coloque Sergipe e Lagarto no rumo do futuro”, disse lamentando que a oposição não tem projetos para Sergipe.

 

Voto qualificado I

Não era para menos. Em todas as rodas de conversas políticas dos últimos dias, o governador Marcelo Déda, candidato à reeleição, vem dizendo que não tem problema algum aparecer no horário eleitoral da televisão pedindo voto para todos os candidatos a deputado estadual da sua coligação.

 

Voto qualificado II

A única coisa a ficar clara, segundo ele, é que seu voto pessoal para a Assembleia Legislativa vai para Francisco Gualberto (PT). Muito lógico. Esse foi o deputado que durante mais de três anos “carregou sozinho o piano nas costas”.

 

Deputados que defendam o governo I

E dentro da coligação governista tem gente defendendo a necessidade de renovação na Assembleia com parlamentares que não fiquem apenas “vendo o circo pegar fogo” e que acham que ser governistas é apenas votar favorável aos projetos, mas não sobem na tribuna para defender o governo dos ataques da oposição.

 

Deputados que defendem o governo II

Por isso muitos governistas estão apoiando Jorge Araújo, Tânia Soares, Maria Mendonça, entre outros que têm experiência nos legislativos e podem ajudar Gualberto – num futuro governo – na tarefa de combater com a oposição. Tânia e Maria já tiveram experiência no legislativo, assim como Jorge Araújo, que tem um respeito grande até mesmo entre os membros da oposição, porque sempre teve uma atuação destacada desde que foi vereador em Aracaju, passando por vários cargos públicos. Tomará que a AL seja renovada pra valer.

 

Nota depreciativa

Todo sábado em uma coluna política de um jornal da cidade tem sempre uma nota depreciativa a respeito da candidata Tânia Soares. Vê-se claramente a intenção de quem escreve a nota, inclusive tratando de assuntos antigos como novidade, ninguém é ingênuo para acreditar que o compromisso do jornalista seja com a notícia, não é necessário ter um periscópio para entender que é uma ação encomendada. O blog vai mostrar a situação mais detalhadamente para o leitor tirar suas conclusões.

 

Coerência

Ao participar da carreata de Amorim em Umbaúba, o prefeito Anderson (PT) mostrou coerência na vida pública. Apoia Amorim e Valadares, que são os candidatos do grupo, mas não pode ficar ao lado dos seus adversários num ato político. Quando Jorge Rico, candidato derrotado, subiu na caminhonete, Anderson desceu. Jorge Rico coordena a campanha de João em Umbaúba. Aí ficou ruim até para Amorim.

 

Socorro tem nova praça

O Prefeito de Nossa Senhora do Socorro, Fábio Henrique, inaugura neste sábado, 18, às 19 horas, a Praça da Paz Lourenço Matos Barros, no Conjunto Jardim. A praça está localizada entre a Avenida G e a Rua C. Para a construção foram investidos quase 93 mil reais de recursos próprios. O espaço, que estava subutilizado vai proporcionar uma nova paisagem urbana ao conjunto.

 

Atentado a Luiz Mendonça I

Na última quinta-feira, 16, a manchete principal do Jornal da Cidade, foi que um parente do desembargado Luiz Mendonça seria o principal suspeito do atentado contra ele. Na matéria do JC, o atentado estaria relacionado com dívidas a compra e venda de terras. Ontem, 17, no programa de George Magalhães, o secretário João Eloy, voltou a dizer que não tem fundamento nenhum a informação.

 

Atentado a Luiz Mendonça II

Na edição da sexta-feira, o JC não publicou nada sobre o assunto e nem mesmo um esclarecimento ao leitor se mantém a informação publicada ou pedindo desculpas pelo erro. O JC é o que tem a maior circulação em Sergipe e deve uma explicação aos seus leitores.  Ou confirma a informação ou pede desculpas.

 

Ferro em Sergipe

A Atlantica Geologia e Miniração Ltda há nove meses vem fazendo pesquisas numa área de 17 mil hectares compreendidas nos municípios de Canhoba, Lourdes e Gararu, onde o solo vem se revelando com um alto teor de ferro.  A partir desta primeira pesquisa foram elaborados dois projetos para a área: Sergipe Ferro e o Catingueiras. A segunda etapa pretende criar uma planta-piloto para começar a serem realizados os testes de produção no final de 2011 para que seja comprovado todo o potencial mineral da área.

 

Dois projetos

Nas primeiras pesquisas a empresa já investiu US$ 180 mil e para a segunda etapa serão investidos cerca de US$ 10 milhões. Os dois projetos são distintos: o primeiro visa a exploração do ferro com a qualidade de 34% que tem um potencial estimado de 100 milhões de toneladas, já o segundo é o ferro com o cromo com o potencial estimado de 800 milhões de toneladas. E ainda podem ser explorados outros sub-produtos como o níquel, o cobalto, o cromo, entre outros.

 

Descoberta animadora

Se a descoberta for confirmada com a instalação da planta-piloto, em 2013, na fase final, os dois projetos podem gerar 5 milhões de toneladas de ferro anualmente, cuja exploração prevê no mínimo 27 anos. A área não tem mata nativa e fica longe do rio São Francisco, sem prejuízos ambientais. A estimativa é de geração de 500 empregos diretos e até 1.500 indiretos. Além disso, os proprietários das áreas recebem royalties, assim como no caso do petróleo, já que o governo federal, pela CF, é o proprietário de tudo que está no subsolo.

 

Investimentos para Praça São Francisco

 A secretária de Estado da Cultura, Eloísa Galdino, participou na manhã da última sexta-feira, 17, de uma importante reunião na Casa do IPHAN em São Cristóvão, que definiu algumas diretrizes a respeito da gestão e promoção da Praça São Francisco, Patrimônio da Humanidade. No encontro, Eloísa comentou a respeito das ações que serão implantadas no município através do PAC das Cidades Históricas e discorreu ainda sobre o Prodetur, uma iniciativa do MinC, que cria uma linha de crédito para atender à demanda por recursos de financiamento internacional dos Estados e municípios brasileiros. “Agora que temos um Patrimônio da Humanidade, precisamos cuidar e preservá-lo ainda mais, criando estratégias de segurança, promoção e divulgação, para que todo turista que chegue a Sergipe, tenha a oportunidade de conhecer nosso Patrimônio da Humanidade”, destacou.

 

ILBJ recebe prêmio Educar-SE

Pelo terceiro ano consecutivo o Instituto Luciano Barreto Júnior (ILBJ), responsabilidade social da Construtora Celi, foi escolhido pela sociedade sergipana o melhor Projeto em Educação, através do Prêmio Educar-SE. Esta edição do prêmio registrou o recorde de votações pela internet, com mais de 1 milhão de votos distribuídos entre as 41 categorias. O ILBJ foi o mais votado entre os projetos sociais voltados para a educação de jovens sergipanos.

 

Após dois anos coronel é inocentado

A Justiça  inocentou o corone Péricles da acusação de ter invadido uma chácara, ameaçado um comerciante e utilizado a tropa da polícia, sob a alegação de que estava procurando a filha adolescente. O fato ocorreu em setembro de 2008 e custou a exoneração do cargo de comandante da Polícia Militar. Passados dois anos do fato o coronel que tem 28 anos de corporação continua sem exercer nenhum cargo.

 

Saída do  cargo

O coronel lembra que a suposta invasão aconteceu no dia 6 de setembro de 2008 e que a imprensa tomou conhecimento do fato três dias após o fato, no mesmo dia Péricles recebeu a noticia da exoneração. “Estava no Interior visitando a tropa, quando recebi uma ligação dizendo que tinha que comparecer ao Palácio do Governo. Quando cheguei lá fui informado que tinha que entregar o cargo”, lembra o coronel que conta como se sentiu ao passar o comando.“No outro dia estava ali exposto a imprensa, destruído, mas tentando manter o equilíbrio passando o cargo sabendo que tudo ali não se passava de uma injustiça. Tive que ter um preparo psicológico muito grande para suportar toda aquela pressão”, desabafa o coronel que tomou conhecimento da decisão na última quinta-feira, 16.

 

Saúde

“Tenho 48 anos, até os meus 46 anos morei na minha comunidade que é o bairro Santos Dumont. Por conta desse episodio fui obrigado a deixar a minha casa e financiar uma moradia que pago com muito sacrifício até hoje. Infelizmente não dava para morar mais lá porque a minha casa recebia pessoas 24 horas. Eram padres e pessoas que conheciam a minha família que iam ler a bíblia”, recorda Péricles que acrescenta que a esposa, passou a enfrentar problemas de saúde e teve que ficar ausente do trabalho.O coronel diz que a filha uma adolescente que na época estava com 15 anos teve que ser retirada da escola e perdeu o ano letivo. (Infonet).

 

Coroas de Sonetos

Como já foi registrado neste blog, a mais recente obra de autoria do poeta Wagner Ribeiro foi laureada com um prêmio especial conferido pela União Brasileira dos Escritores. Nascido em Ilhéus (BA), em 18.03.1944, o autor vive em Aracaju desde 1947. Já publicou sete livros de poesia. De sua autoria, também, “A vida cheia de Véu” (narrativas) e “J. Inácio, vida e obra” (texto do álbum – 2009). No prefácio de “Coroas de Sonetos”, intitulado “Um artífice do verso”, Jackson da Silva Lima afirma: “Sem dúvida, uma obra-prima – vale a pena repetir.”

 

Banese faz parceria com a Aseopp

O Banese e a Associação Sergipana de Empresários de Obras Públicas e Privadas (Aseopp) assinaram na sexta-feira, 17, acordo de cooperação para a realização de operações de crédito. Segundo o presidente do Banese, Saumíneo Nascimento, o acordo prevê financiamentos e empréstimos dentro das linhas de crédito que o Banco do Estado operacionaliza para o setor da construção civil.

 

Benefício para 42 empresas

Para o vice-presidente da Aseopp, Francisco Costa, o acordo vai beneficiar muito as 42 empresas que fazem parte da associação. “Nós temos o Banese como um banco parceiro, e já vínhamos amadurecendo este convênio há algum tempo. Ele vai ajudar muito as pequenas e médias empresas que fazem parte da nossa associação”, disse o empresário.

 

 

TJ/SE é destaque nacional

A pesquisa Justiça em Números 2009 – realizada todos os anos pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e que faz uma radiografia do Poder Judiciário brasileiro nas diversas áreas, como finanças, pessoas, engenharia, tecnologia e litigiosidade – revelou que, no Brasil, a taxa de congestionamento de processos na fase de conhecimento do 1º grau foi de 67,2%. A exemplo do que vem acontecendo em pesquisas anteriores, Sergipe ficou novamente abaixo da média nacional, com 39%.Nesse item, Sergipe perdeu apenas para o Amapá (16,4%) e Rio Grande do Sul (35,7%). As maiores taxas de congestionamento foram as do Piauí (86,9%), Paraná (86,5%) e Pernambuco (81,7%).

  

SERGAS é finalista do Prêmio TOP GÁS 2010

A PETROBRAS visando estimular a troca de melhores práticas entre as distribuidoras de gás atual criou o Prêmio TOP GÁS, direcionado às empresas do segmento que comercializam o produto da companhia. Na primeira edição do prêmio realizada em 2008 os participantes concorreram nas seis categorias existentes, contando com a participação das seguintes distribuidoras: ALGÁS, BAHIAGÁS, BR, CEGÁS, COMGÁS, COMPAGÁS, COPERGÁS, GASMIG, MSGÁS, PBGÁS, POTIGÁS, SCGÁS, SERGAS e SULGÁS.

 

Desenvolvimento de mercado

Em 2010 a SERGAS participa em três categorias do Prêmio PETROBRAS de Reconhecimento para as Distribuidoras de Gás Natural: Excelência Operacional – Telemetria TCP/IP com suporte da Rede GSM/GPRS aplicada à medição de volumes; Eficiência Energética – Retificadora de corrente impressa em sistema de proteção catódica na Sergas e Desenvolvimento de Mercado – Estreitando o relacionamento com o Cliente & Aproveitando oportunidades. Com a participação de todos os colaboradores a SERGAS é finalista na categoria Desenvolvimento de Mercado, através da ação na Indústria Tropfruit, para o aumento do consumo do Gás Natural com deslocamento da lenha. O resultado mensurável obtido até agosto foi o incremento em seu consumo de 58 vezes desde o início deste ano.A apresentação do trabalho finalista da SERGAS acontece no dia 10 de setembro, no prédio da EDICIN, Prédio da Universidade Petrobrás no Rio de Janeiro. O resultado da premiação será divulgado no dia 27 de setembro.

 

Conselheiro regional

 Representante da AAFBB em Sergipe há vários anos, Francisco Jurandir de Melo está sendo, com toda justiça, reconduzido ao cargo de Conselheiro Regional da citada entidade, que tem sede no Rio de Janeiro. A Associação dos Antigos Funcionários do Banco do Brasil tem como presidente Gilberto Santiago, expressiva liderança dos movimentos ligados ao funcionalismo do BB. Jurandir conta com o apoio e o reconhecimento da grande maioria dos aposentados e pensionistas do nosso Estado, pelo excelente trabalho que desenvolve no setor.

 

Assembleia dos bancários

Neste sábado, 18, às 9 horas, ocorrerá importante reunião de Assembléia Geral, no Sindicato dos Bancários, para tratar sobre a  Campanha Salarial 2010. Na oportunidade, será realizado debate sobre isonomia, com a participação de Augusto Vasconcelos, representante da Comissão de Empresa  da Caixa e aprovação de indicativo de greve.

 

Aos leitores

Devido ao grande número de e-mails o blog pede a compreensão dos leitores que todos serão respondidos e os com a devida identificação serão publicados no decorrer da próxima semana. O blog agrade a compreensão.

 

DENUNCIE OS CRIMES ELEITORAIS

Ouvidoria do TRE/SE: (79) 2106-8777. E-mail: ouvidoria@tre-se.gov.br ou ainda por correspondência preenchendo o formulário eletrônico no site www.tre-se.gov.br.O prazo para as respostas às consultas é de 03 (três) dias. Na Procuradoria Regional Eleitoral: Enviar, por correio, a documentação endereçada à Procuradoria da República em Sergipe, situada na Avenida Beira Mar, nº 1064, Praia Treze de Julho, Aracaju/SE, CEP 49020-010: Enviar para o e-mail denuncia@prse.mpf.gov.br ou preencher  formulário site www.prse.mpf.gov.br

 

DO LEITOR

 

Festival Curta-SE

Da leitora Ana Maria L. N. Valença: “O Festival de Filmes Curta-SE completa 10 anos.É um festival que movimenta o mundo cultural sergipano, mas esse ano senti uma diferença. Até pensei que fosse festival de música. Primeiro, a  abertura com Otto, mas encerrar com Preta Gil… não tem nada a ver. Então na minha opinião esse ano foi mais um festival de música do que filmes. Espero que o próximo ano se inspirem mais, esse festival não pode sair das salas de cinema”.

 

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

 

Frase do Dia

“Aquele que diz uma mentira não sabe a tarefa que assumiu, porque está obrigado a inventar vinte vezes mais para sustentar a certeza da primeira.” Alexander Pope.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários