Tudo como antes

0

As tratativas em torno das eleições para prefeito de Aracaju não avançaram durante o Pré-Caju e devem continuar assim até bem depois do Carnaval. Cauteloso, o senador licenciado Eduardo Amorim (PSC) diz que não deve haver precipitação por parte dos partidos aliados do governo estadual, pois até as convenções de junho há tempo suficiente para definir o melhor nome do grupo para disputar a Prefeitura da capital. Na oposição, as conversas também não avançaram durante a prévia carnavalesca e não devem apresentar definições até abril. Enquanto os caciques partidários não baterem o martelo sobre as candidaturas, os pré-candidatos vão continuar enchendo os ouvidos dos eleitores de conversa fiada, pois precisam se manter em evidência para quando chegar a hora de a onça beber água.

Quebra de braço

As Associações Unidas da Policia Militar promovem quinta-feira próxima uma assembléia geral no Clube dos Oficiais, localizado na rua tenente Aragão, 50. Estão sendo convidados todos os militares que estavam de folga durante o Pré-Caju e não atenderam ao convite do comando para fazer a segurança da festa. Os líderes dos PM’s pretendem definir quais os rumos do movimento a partir de agora. A idéia inicial é repetir no Carnaval a “desobediência” do Pré-Caju.

Guia de cego

Adversários do deputado estadual e pré-candidato a prefeito de Socorro, Augusto Bezerra (DEM), estão sugerindo que ele contrate um guia para lhe ensinar como chegar aos vários povoados do município. É que, segundo dizem os opositores de Augusto, ele sempre se perde quando precisa ir aos locais mais distantes da sede e dos conjuntos residenciais. Que maldade!

Invocados

Os servidores estaduais podem cruzar os braços nos próximos dias. Pelo menos é o que garante Waldir Rodrigues, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Públicos do Estado de Sergipe. Segundo ele, o governo não honrou o compromisso feito com a categoria de enviar para a Assembléia o Plano de Carreira e Salário para o funcionalismo da administração geral. “Pediram 120 dias para fazer isso, mas o prazo acabou domingo passado e até agora nada”, afirma Rodrigues.

Troca de posto

A engenheira química Graça Foster será a primeira mulher a presidir a Petrobras. Funcionária da empresa há mais de 30 anos, ela substituirá o professor baiano José Sergio Gabrielli, que comandou a estatal por mais de seis anos. O nome de Foster será submetido em fevereiro ao Conselho de Administração da Petrobras. O geólogo Guilherme Estrella também vai deixar a diretoria de Exploração da estatal.

Grana preta

Essa interessa a quem está na maior dureza: o concurso da Mega-Sena, que será sorteado amanhã, deve pagar R$ 18 milhões para a aposta que acertar as seis dezenas sorteadas. Os jogos devem ser feitas até as 19h de quinta-feira, sendo que a aposta mínima (seis números) custa R$ 2. E então, vai ficar aí com a boca escancarada cheia de dentes esperando a morte chegar? Lembre-se, quem não arrisca não petista!

Pau mandado

Não chamem para o mesmo estúdio o radialista Anselmo Tavares, da rádio Xingó FM, e o prefeito de Monte Alegre, João Vieira de Aragão (PMDB). O peemedebista ficou fulo da vida porque Tavares armou um circo na praça principal da cidade e chegou a ameaçar invadir a Prefeitura para entrevistá-lo. Não satisfeito com a fuzarca que armou, o radialista ainda fez gestos obscenos para a população. O prefeito garante que o radialista está a serviço da oposição. Será?

Puxão de orelha

O Ministério Público Federal (MPF) expediu nova recomendação à Prefeitura de Nossa Senhora das Dores alertando sobre irregularidades na contratação de profissionais da saúde. O MPF exige que a Prefeitura faça concurso público para profissionais de saúde nos próximos 60 dias. O último processo seletivo para a área da saúde em Dores aconteceu em 2007.

Serviço péssimo

Os turistas que lotam hotéis e pousadas de Aracaju não poupam elogios à tranqüilidade e às belezas da capital. A maioria, contudo, vai embora levando na bagagem uma queixa sobre o péssimo atendimento prestado pelos bares e restaurantes de cidade. Muitos também reclamam da falta de higiene em alguns estabelecimentos da Orla de Atalaia. Uma pena!

Do baú político

A Maçonaria não deu guarida aos simpatizantes do Integralismo, movimento político dos anos de 1930 que tinha como líder maior no Brasil o “galinha verde” Plínio Salgado. Em Sergipe, a Loja Cotinguiba colocou nas fichas maçônicas do sergipano Rosalvo Rosa Queiroz e do espanhol Mariano Salmeron observações condenatórias por suas participações no movimento. Diferente de Rosalvo, que silenciou sobre a reprimenda, Salmeron fez questão de entregar posteriormente à Loja uma cópia da carta que fez ao Núcleo Integralista de Aracaju, renunciando sua atuação como “galinha verde”. Os integralistas cumprimentavam-se utilizando a palavra "Anauê", que significaria "eis-me aqui", com o braço esticado e mão espalmada, como faziam outros grupos fascistas europeus.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais