Culinária sergipana agrada turistas

0

Comidas típicas como beiju e pé-de-moleque são procurados no mercado central
A culinária nordestina tem sido uma boa pedida para turistas neste período de alta estação.  Em Sergipe, as pessoas que chegam de todas as partes do país, buscam nos boxes do mercado central e principalmente em bares e restaurantes da Orla de Atalaia, variedades de sabores.  O caranguejo continua no topo das procuras, seguido da carne de sol com pirão de leite ou com macaxeira. Os visitantes confessam que voltam para as suas cidades, levando na bagagem, o gostinho “inesquecível” da culinária sergipana.

Camarões e pitus, além de comidas regionais como sarapatel, ensopado de carneiro e buchada, também fazem parte da escolha dos turistas. Pés-de-moleques, queijadas, beijus, castanhas de caju e doces de todos os tipos, são aprovados pelos visitantes, sem contar com os tradicionais licores.

Naíra: “Amei as queijadinhas de São Cristóvão”
A turista Naíra Gomes mora em Belém do Pará e esteve em Sergipe participando de um encontro de Arquitetura. Ela disse ter adorado as queijadas comercializadas na cidade histórica de São Cristóvão. “Eu amei as queijadinhas de São Cristóvão. Elas são feitas com pedacinhos de coco e são assadas em forno”, elogia Naíra.

José Roberto dos Santos é sergipano, mas reside em São Paulo há 11 anos.  Desde o último dia 20 de dezembro está no Estado com a família e como já está retornando, passou no mercado central para comprar balas de caju e outras iguarias que os amigos paulistas adoram.  “Todas às vezes, a gente vem aqui no Box do Sr. Ranulfo comprar coisas que só encontramos aqui em Sergipe. Vou lhe contar uma coisa, eu estou voltando com oito quilos a mais. Comi muita carne do sol com macaxeira e mocotó, sem contar com a sopa mão de vaca. Aqui no mercado a maior preferência é pelo doce de caju”, enfatiza José Roberto.

José Roberto leva doce de caju para São Paulo
Regional

Para quem procura uma comidinha feita com o sabor sergipano, nada como dar uma passada nos mercados centrais de Aracaju.  Bares e restaurantes oferecem desde a tradicional buchada de bode, tripinha de porco, torresmo, carneiro ensopado até a feijoada sergipana e rabada.  No café da manhã, a famosa carne frita com cuscuz ou com inhame e a macaxeira com carne do sol. A chamada galinha de capoeira, também é muito apreciada.

Na Orla de Atalaia, nos bares e restaurantes da cidade, a grande pedida é o caranguejo, seguido do famoso pirão com pitú, do camarão ao alho e óleo e das moquecas de peixe.  A carne do sol com pirão de leite ou com feijão tropeiro, também costuma ser apreciada pelos turistas. Os sucos de frutas como mangaba, umbu, acerola e principalmente de caju, são os preferidos dos visitantes.

Beatriz aprecia o pé-de-moleque e as bolachas sete capas
“Eu sou de Brasília e tem uns alimentos que só encontro aqui em Sergipe: pé-de-moleque, queijadinha e as chamadas bolachas sete capas. Em restaurantes, tem um na Orla de Atalaia em que eu não deixo de comer pirão de pitu”, destaca a turista lembrando que entre as frutas preferidas de Sergipe, está o umbu.

Por Aldaci de Souza

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais