Parentes de desembargadores devem ser exonerados

0

A resolução nº 7, que faz parte da Reforma do Judiciário, e que dá até o dia 14 de fevereiro para que todos servidores do Judiciário, que tenha até o terceiro grau de parentesco com desembargadores, juízes, gestores e assessores sejam desligados do Poder, está dividindo opiniões. Ainda essa semana, a presidenta do Tribunal de Justiça de Sergipe, desembargadora Marilza Maynard, estará emitindo uma circular/ofício para todos os servidores, e aqueles que tiverem ligações consangüíneas até terceiro grau com desembargadores, juízes, gestores e assessores deverão se manifestar.

 

“Acho uma injustiça essa resolução valer somente para o Judiciário. Deveria ser para o Legislativa e para o executivo também”, disse Marilza no programa que o Tribunal de Justiça tem em uma emissora local. Compartilha da mesma opinião a desembargadora Célia Pinheiro. “Quem perde com essa resolução é o Judiciário, porque estão saindo excelentes funcionários”, disse ela.

 

De acordo com Fábio Soares, diretor de comunicação do TJ, ainda não se pode precisar quantas pessoas serão exoneradas. “Só teremos esse número quando chegar o dia 14 de fevereiro, quando acaba o prazo para o desligamento desses servidores”, explica. Por não saber o número exato de pessoas a serem desligadas, Fábio disse que não sabe dizer se vai haver a necessidade da realização de um concurso público para ocupar as vagas.

 

Se por um lado, os membros do alto escalão do Judiciário esperneiam, de outro a população comemora. “Com a medida, os altos cargos também serão preenchidos por pessoas que se matam de estudar para passar em um concurso público, em vez das vagas ficarem para os parentes de desembargadores e juízes”, diz Joana Silva, estudante de Direito. Para evitar que o juiz X empregue o filho do juiz Y e vice-versa, a resolução também proíbe essa ciranda.  

 

Por Diego Bittencourt

Da Redação do Portal InfoNet

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais