TRE tira João Tarantela e o PSL da disputa eleitoral

0
Tarantella diz que vai recorrer da decisão (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O PSL, partido que indica o empresário João Tarantella como candidato ao Governo de Sergipe, foi declarado inabilitado para participar das eleições de 2018. A decisão foi tomada nesta terça-feira, 11, pela maioria dos membros que compõem o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Sergipe. A decisão não é definitiva e cabe recurso.

O desembargador Diógenes Barreto, relator designado, entende que o partido adotou tardiamente as medidas para corrigir a falta de atenção que o grupo teve para cumprir a legislação eleitoral, sem indicar o número de mulheres suficientes para representar o percentual mínimo de 30% de participação feminina na aliança política.

Com este entendimento, os magistrados não acolheram os embargos interpostos pela sigla. O partido fez mudanças nos nomes das pessoas que disputam cargos proporcionais para atingir a cota destinada às mulheres, mas não o fez na época apropriada, no entendimento dos magistrados.

João Tarantela, em outra oportunidade, teve registro de candidatura negado pela Justiça Eleitoral por estar, no entendimento dos magistrados, em situação de inelegibilidade por não prestar contas à Justiça Eleitoral referente à campanha de 2014.

O candidato João Tarantella  informou ao Portal Infonet que se reuniu com a Executiva Estadual do PSL e que vai recorrer da decisão. Ele disse tambpem que não abre mão do processo eleitoral e que vai até o fim. “Houve falhas, mas nada que não possamos recorrer. Pode ter a certeza que a Executiva Estadual vai recorrer da decisão”, finalizou.

Por Cassia Santana

A matéria foi alterada para acréscimo de informação enviada pelo candidato João Tarantella. 
Comentários