CRM desinterdita setor de clínica médica do Hospital Fernando Franco

0
Hospital Fernando Franco (Foto: Sérgio Silva)

O Conselho Regional de Medicina (CRM) desinterditou na noite desta sexta-feira, 8, o setor de clínica médica do Hospital Fernando Franco, localizado no Conjunto Augusto Franco, em Aracaju. No centro cirúrgico e no setor de pediatria, a interdição ética do trabalho dos médicos está mantida.

Na decisão, o CRF informou que após avaliação, identificou que a escala dos médicos foi regularizada de forma a viabilizar o restabelecimento do trabalho médico na unidade hospitalar.

Apesar da desinterdição do CRM no setor de clínica médica, o Hospital Fernando Franco – especialmente os setores de pediatria, salas de observação masculina e feminina, centro de material e esterilização e sala de medicação rápida – ainda está sob interdição ética do Conselho Regional de Enfermagem. Esta última ocorreu na tarde desta sexta-feira, 8.

Na prática, o Hospital Fernando Franco continua sob interdições parciais do CRM e Coren, o que significa dizer que apenas os casos de emergência e urgência odontológica estão sendo atendidos..

A SMS disse que a desinterdição do setor de clínica médica ocorreu graças a um intenso trabalho de recomposição das escalas médicas e esclareceu que continua buscando soluções, a exemplo da contratação de médicos via cadastro de pessoa jurídica, para desinterditar o centro cirúrgico e o setor de pediatria.

A SMS revelou também que está realizando serviços neste sábado, 9, de forma a atender o mais rápido possível às exigências do Coren, e viabilizar a desinterdição ética decretada por essa entidade.

Após o  Ministério Público do Estado ter ajuizado uma ação pedindo a imediata reabertura do hospital, o juiz Jair Teles da Silva, da 12ª Vara Cível de Aracaju, deu um prazo de 72h para que a Prefeitura de Aracaju se manifestasse. A PMA ainda não foi notificada.

por Verlane Estácio

Comentários